[ADAPTAÇÕES] ELENCO DE CAIXA DE PÁSSAROS É DIVULGADO

Sandra Bullock, Sarah Paulson, John Malkovich e Rosa Salazar fazem parte do elenco de Caixa de Pássaros.
Sandra Bullock já havia sido anunciada como integrante de Caixa de Pássaros, adaptação do livro homônimo (Editora Intrínseca) de Josh Malerman, mas agora o elento está completo. Os atores Sarah Paulson, de Carol e American Crime Story, Rosa Salazar, de Divergente, John Malkovich, que dispensa apresentações, Trevante Rhodes, de Moonlight, Danielle Macdonald, de Patti Cake$, Jacki Weaver, de O lado bom da vida e LilRel Howery, de Corra! foram anunciados oficialmente hoje.  Até agora apenas a personagem de Danielle foi confirmada: ela será Olympia.
Danielle McDonald, Trevante Rhodes, Jacki Weaver e LiRel Howery completam o elenco de Caixa de Pássaros.

[RESENHA] UM PEQUENO FAVOR | DARCEY BELL

Livro apontado como sucessor de Garota exemplar e A garota no trem, “Um pequeno favor” inclui traições e reviravoltas, uma pessoa morta e a questão recorrente: quem está enganando quem? Quando sua melhor amiga, Emily, pede a Stephanie para buscar seu filho Nicky na escola, ela alegremente concorda. Nicky e seu filho, Miles são melhores amigos — exatamente como ela e Emily. Mas Emily não volta. Ela não atende ao telefone ou responde às mensagens. Stephanie sabe que algo está terrivelmente errado. Aterrorizada, ela busca ajuda nos leitores do seu blog. Até que ela e Sean, marido de Emily, recebem notícias chocantes: Emily está morta. O pesadelo de seu desaparecimento finalmente chegou ao fim. Ou será que não?

Suspense | 336 páginas | Bertrand Brasil | 2017 | Amazon | Skoob

"Às vezes, guardamos segredos até de nós mesmos." p. 5
Fazia tempo que eu não ficava tão em dúvida na hora de escolher os quotes para uma resenha. E isso já diz um pouco sobre a leitura, certo? Um Pequeno Favor começa lento, porém, ainda nas primeiras trinta páginas, Darcey Bell consegue nos fazer iniciar nossos questionamentos. No livro ela apresenta, primeiramente, Stephanie, uma mãe e blogueira que mora em um subúrbio e se sente muito sozinha depois da morte do marido e do irmão. Ao conhecer Emily, mãe de um amigo de seu filho, seus dias de solidão acabam, uma vez que a nova amiga parece gostar muito de sua companhia e, principalmente, fazê-la se sentir especial e compreendida. O problema é que Emily desapareceu depois de lhe pedir um pequeno favor. E, mais do que isso, parece haver a possibilidade de Stephanie ter entendido alguma coisa errada. Mas Emily não seria capaz de fugir e deixar o filho para trás, seria?

[RESENHA] TODAS AS GAROTAS DESAPARECIDAS | MEGAN MIRANDA

Faz dez anos que Nicolette Farrell deixou Cooley Ridge, sua cidadezinha natal, depois que sua melhor amiga, Corinne, desapareceu sem deixar rastros. De volta para resolver assuntos pendentes, Nic logo se vê imersa em um drama chocante que faz o caso de Corinne ser reaberto e remexe em antigas feridas. Logo ao chegar, Nic descobre que seu namorado da época está envolvido com Annaleise Carter, a jovem vizinha que foi o álibi do grupo de suspeitos para a noite do sumiço de Corinne. E então, poucos dias após a volta de Nic, Annaleise desaparece. Agora Nic precisa desvendar o desaparecimento de sua vizinha e, no processo, vai descobrir verdades chocantes sobre seus amigos, sua família e o que realmente aconteceu com Corinne naquela noite, dez anos atrás. Todas as Garotas Desaparecidas é um suspense psicológico impactante — contado de trás para frente. Quando você pensa que está seguindo por um caminho conhecido, Megan Miranda — autora revelação no gênero do suspense — vira tudo de cabeça para baixo e nos faz questionar até onde estaríamos dispostos a ir para proteger aqueles que amamos.

 Thriller | 295 páginas | Verus Editora | 2017 | Amazon | Skoob

"Bem-vinda de volta, Nic." p. 21
 Thriller é um dos meus gêneros favoritos – o que indica que ou eu já inicio uma leitura com altas expectativas ou espero, no mínimo, me envolver com a história. Megan Miranda apresenta um enredo muito inteligente em Todas as Garotas Desaparecidas, no entanto, a história não chega de fato a surpreender e isso é muito importante no gênero. Aqui conheceremos Nicolette Farrel, uma assistente social que está noiva e parece ter uma vida bem estável, até que problemas familiares a fazem voltar para sua cidade natal. O retorno causa desconforto, mas é necessário. O problema é que Nic abandonou o passado depois do desaparecimento de sua melhor amiga e, agora, feridas antigas serão abertas após o desaparecimento de uma garota que também fez parte de sua vida.
"Você muda. Mas o passado, ele está lá. A única coisa em movimento é você." p. 34

[RESENHA] UMA VIAGEM INESPERADA | BABI DEWET, MELINA SOUZA, CAROL CHRISTO E PAM GONÇALVES

Pergunta: O que pode acontecer numa viagem inesperada? Resposta: Tudo. As personagens da Turma da Mônica Jovem estão reunidas, pela primeira vez, em um livro de contos. Mônica, Magali, Marina e Denise embarcam em aventuras inéditas, cada uma com um destino especial. Mônica parte rumo à Coreia do Sul, em um tour inesquecível, repleta de k-pop, cores e aventuras. Magali tem seus planos virados de cabeça para baixo e acaba em Paraty, onde gastronomia e novas amizades se misturam. Marina desenvolve um novo lado artístico em Londres – com direito a chá, saudades e encontros e desencontros. E Denise, por ter se metido numa encrenca, é mandada de castigo para um acampamento na Serra Catarinense. Prepare as suas malas e acompanhe as garotas em viagens pelo Brasil e o mundo, com romances, confusões e aventuras.

 Contos | 336 páginas | Editora Nemo | 2017 | Amazon | Skoob

 Uma Viagem Inesperada é um livro que reúne quatro contos que protagonizam personagens da Turma da Mônica em viagens que irão lhes surpreender. Babi Dewet nos fará conhecer um pouco da Coreia do Sul com a Mônica, Carol Christo nos mostrára com a Magali que uma viagem sempre pode surpreender, Melina Souza nos levará para Londres para enfrentar alguns desafios com Marina e Pam Gonçalvez nos proporcionará muitas reflexões ao colocar Denise em uma experiência singular.
"Com certeza, seria uma viagem inesquecível, e eu mal podia esperar por tudo que iria viver daquele momento em diante." p. 18

[RESENHA] QUERIDA FILHA - ELIZABETH LITTLE

A relação mãe e filha – e os segredos que podem se esconder em seus meandros – é o combustível do bem-sucedido romance de estreia de Elizabeth Little, lançamento da coleção Luz Negra, que reúne o melhor do suspense feminino contemporâneo. O livro acompanha a ex-it girl Janie Jenkins, que, ao sair da prisão 10 anos após ter sido condenada pela morte da mãe, só deseja fugir dos holofotes e encontrar o verdadeiro assassino. Só há um problema: Janie não tem certeza absoluta de que não cometeu o crime. E, seguindo a única pista que possui, inicia um périplo que a levará a uma pacata cidade em Dakota do Sul e a um revelador encontro com o passado.

Suspense | 368 páginas | Coleção Luz Negra | Editora Rocco | Amazon | Skoob

"Ah, eu achei que era tão esperta.
Mas você provavelmente já sabe que não." p. 11
 Depois de ser condenada pelo assassinato de sua mãe, Janie Jenkis viu sua vida começar a desmoronar. Tudo indicava que era era a responsável pelo crime, porém a it girl não possui muitas recordações da noite que mudou sua vida. Sem conseguir provar sua (possível) inocência, Janie passa dez anos na prisão e quando uma reviravolta acontece em seu caso ela tem a oportunidade de provar a liberdade. O problema é que muita coisa mudou na última década e, mesmo que queira fugir do passado, a mídia a persegue. Ela então segue para uma pequena cidade na tentativa de entender a ligação que sua mãe tinha com o lugar e como encaixar algumas peças. Só que não será tão simples, já que sua fachada pode ser fraca e pessoas suspeitas podem aparecer a cada esquina.