sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

[Resenha] Imperfeitos | Cecelia Ahern


Título: Imperfeitos
Título original: Flawed
ISBN-13: 9788581636535
ISBN-10: 8581636535
Grupo Editorial: Novo Conceito
Editora: Novo Conceito 
Ano de lançamento: 2016
Número de páginas:320
Gênero: Distopia, Literatura Estrangeira
Encontre: Amazon | Skoob
Sinopse: Celestine North vive em uma sociedade que rejeita a imperfeição. Todos aqueles que praticam algum ato julgado como errado são marcados para sempre, rechaçados da comunidade, seres não merecedores de compaixão. Por isso, Celestine procura viver uma vida perfeita. Ela é um exemplo de filha e de irmã, é uma aluna excepcional, bem quista por todos do colégio, além do mais, ela namora Art Crevan, filho da autoridade máxima da cidade, o juiz Crevan. Em meio a essa vida perfeita, Celestine se encontra em uma situação incomum, que a faz tomar uma decisão instintiva. Ela faz uma escolha que pode mudar o futuro dela e das pessoas a seu redor. Ela pode ser presa? Ela pode ser marcada? Ela poderá se tornar, do dia para a noite Imperfeita? Nesta distopia deslumbrante, a autora best-seller Cecelia Ahern retrata uma sociedade em que a perfeição é primordial e quem cometer qualquer ato falho será punido. A história de uma jovem que decide tomar uma posição que poderá custar-lhe tudo.
"Sou uma menina de definições, de lógica, de preto no branco.
 Lembre-se disso." p. 7

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

[Crítica] Zoo, baseada no livro de James Patterson e Michael Ledwidge


Título: Zoo
Título original: Zoo
Baseado em: Zoo, de James Patterson e Michael Ledwidge (Editora Arqueiro)
Elenco: James Wolk, Kristen Connolly, Nonso Anozi, Nora Arnezeder, Billy Burke, Alyssa Diaz, Josh Salatin, Lane Edwards e Tom Butler
Duração: Episódios de aproximadamente 45 minutos
Gênero: Drama, Aventura, Ação, Suspense
Sinopse: Quando uma onda de ataques de animais violentos contra seres humanos começa a assolar todo o planeta, o zoólogo renegado Jackson Oz, com sua experiência nos confins da África, terá de descobrir o mistério por trás da pandemia – e Oz terá de correr contra o tempo, pois, à medida que os ataques se tornam mais coordenados e ferozes, diminuem os locais no planeta para as pessoas para se esconderem.
"For centuries, manking has been the dominant species. We've domesticated animals, locked them up, killed them for sport. But what if, all across the globe, the animals decided: 'no more'? What if they finally decided to fight back?"
"Por século, a humanidade foi a espécie dominant. Nós domesticamos animais, os aprisionamos, os matamos por esporte. Mas e se, em todo o mundo, os animais decidissem: 'não mais'? E se eles finalmente decidissem revidar?"

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

[Prêmios] Machamba, de Gisele Mirabai, é o romance vencedor do Prêmio Kindle de Literatura

Ricardo Garrido, Gisele Mirabai e Daniele Cajueiro após a entrega do Prêmio Kindle de Literatura | © Júlio Vilela
 Na manhã dessa terça-feira (17), a Amazon.com.br e a Editora Nova Fronteira anunciaram o romance vencedor da primeira edição do Prêmio Kindle de Literatura. A premiação ocorreu na Confeitaria Colombo, no Rio de Janeiro, estive lá a convite da Amazon. "Machamba", de Gisele Mirabai, foi a obra premiada e a autora recebeu R$ 20 mil como troféu. Seu livro será publicado no final do primeiro semestre de 2017 – por enquanto, já está disponível através da plataforma Kindle Direct Publishing (KDP), da Amazon.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

[Resenha] Em Um Bosque Muito Escuro | Ruth Ware

 
Título: Em Um Bosque Muito Escuro
Título original: In a Dark, Dark Wood
Autora: Ruth Ware
ISBN-13: 9788532530387
ISBN-10: 8532530389
Editora: Rocco
Ano de lançamento: 2016
Número de páginas: 288
Gênero: Suspense, Mistério, Thriller
Encontre: Amazon | Skoob
Sinopse:  A britânica Ruth Ware alcançou as listas dos mais vendidos do The New York Times, USA Today e Los Angeles Times com este surpreendente romance de estreia que chega ao Brasil pela coleção de suspense Luz Negra. Em um bosque muito escuro é narrado por uma escritora reclusa que aceita o convite para a despedida de solteira de uma amiga de escola com a qual não tinha contato há anos. Quarenta e oito horas depois de chegar ao local da festa, uma casa de campo isolada, ela desperta numa cama de hospital, com a devastadora certeza de que alguém está morto. E mais do que tentar lembrar o que aconteceu no fatídico fim de semana, precisa descobrir o que fez. Com uma atmosfera inquietante, em que segredos do passado são revelados aos poucos e as relações se constroem pelo entrelaçamento de admiração, carinho, inveja e ressentimentos, Ruth Ware entrega um thriller arrebatador, que não à toa a colocou entre os principais nomes do novo suspense feminino, como Paula Hawkins e Gillian Flynn. Em um bosque muito escuro será adaptado para o cinema por Reese Whiterspoon.
"Você não sabe. Então trate de não meter o nariz no meu passado." p. 18

domingo, 15 de janeiro de 2017

[Crítica] Limony Snicket - Desventuras em Série

Desventuras em Série, nova adaptação dos livros homônimos de Daniel Handler, chegou na Netflix na última sexta-feira 13
 
Título: Lemony Snicket's A Series of Unfortunate Events
Título original: Limony Snicket - Desventuras em Série
Baseado em: Desventuras em Série, de Limony Snicket (Daniel Handler)
Produção: Paramount Television e Netflix 
Duração: Episódios de aproximadamente 45 minutos
Elenco: Neil Patrick Harris, Malina Weissman, Louis Hynes, Presley Smith, Patrick Warburton, Joan Cusak, Catherine O'Hara, Aasif Mandvi, Don Johnson, Alfre Woodard, Will Arnett e Cobie Smulders
Gênero: Aventura, Drama, Fantasia
Sinopse: Os órfãos Baudelaire são três irmãos muito inteligentes; Violet é a mais velha, Klaus é o irmão do meio e Sunny é a mais nova, com três anos. Quando seus pais morrem, eles passam a morar com diferentes tutores, e o primeiro é Conde Olaf, que irá tentar roubar a enorme herança deixada pelos pais.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

[Prêmios] Amazon.com.br e Nova Fronteira anunciam três finalistas do Prêmio Kindle de Literatura

 No período entre 1º de setembro e 31 de novembro, mais de 1.700 autores, de 460 cidades brasileiras submeteram mais de 2 mil livros no Prêmio Kindle de Literatura, utilizando o Kindle Direct Publishing (KDP), ferramenta de autopublicação da Amazon (vocês podem saber mais sobre na entrevista que fiz com Nathalia, gerente de autopublicação da Amazon.com.br. Romances não publicados e inéditos eram elegíveis ao prêmio, além de escritos em português, exclusivos para o Kindle e inscritos no KDP Select. Todas as obras inscritas foram cuidadosamente analisadas por uma banca de jurados qualificados e escolhidos pela Nova Fronteira, incluindo os renomados escritores Carlos Heitor Cony e Geraldo Carneiro. Os três finalistas são:

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

[Resenha] Rio-Paris-Rio | Luciana Hidalgo


Título: Rio-Paris-Rio
Autora: Luciana Hidalgo
ISBN-13: 9788532529893
ISBN-10: 8532529895
Editora: Rocco
Ano de lançamento: 2016
Número de páginas: 160
Gênero: Romance
Encontre: Amazon | Skoob
Sinopse: Maria e Arthur se encontram em Paris no início de 1968. Ela estuda filosofia na Sorbonne, ele é poeta e artista de rua. Juntos vivem os excessos daqueles anos de revoluções e utopias e fogem da ditadura no Brasil, divididos entre o deslumbramento pelo que o Velho Mundo lhes oferece e a permanente sensação de que são intrusos na grande festa que é Paris. Duas vezes ganhadora do prêmio Jabuti, uma delas com a biografia Arthur Bispo do Rosário, publicada pela Rocco, a jornalista e escritora Luciana Hidalgo estreou na ficção com O passeador, romance ambientado no Rio de Janeiro da Belle Époque. Agora, em seu segundo romance, a autora narra uma história de amor, sonhos e desilusões, tendo como pano de fundo um período conturbado da história, tanto na Europa quanto no Brasil, com uma prosa poética e potente. 
"– Você me perguntou o que eu acho de tudo isso como estrangeira. E como estrangeira eu te digo o quanto vocês parecem engessados nesses modelos, presos a tantas fórmulas e tradições.
– Civilização é isso, chère Marie." p. 122