Nova parceria: autora Geyme Lechner


Olá pessoal! Hoje venho alegremente anunciar a nova autora parceira do blog: Geyme Lechner Mannes.
Geyme é natural de Florianópolis, Brasil. Estudou Filosofia na UNR em Rosário, na Argentina e Administração em Santa Catarina. Ganhou vários concursos literários nacionais e internacionais. 
Atualmente, vive na Alemanha, em Leipzig, e se dedica exclusivamente  à literatura. É autora dos romances:
Anjos em pecado, que ganhou o apoio à tradução da Biblioteca Nacional em 2012 ao alemão e será publicado ainda esse ano por editora austríaca; Mal intencionados publicado em 2012 e Diário de um amoral será sua próxima obra (satírica), também para 2012.
Tive o prazer de conversar com Geyme por e-mail, conhecer mais sobre ela e seus livros e fechar parceria com ela. A sinopse de seu livro e os comentários me deixaram ainda mais ansiosa para poder lê-lo. Abaixo vocês podem conferir a sinopse e book-trailer de Mal intencionados e mais informações:


Sinopse: Mal Intencionados transporta o leitor a duas histórias paralelas no tempo: ao passado de Ana em 1989 e ao presente de Tomás, seu filho, em 2004.

Mãe e filho, vítimas das próprias emoções extrapoladas, que em momentos se confundem com amor, outros, com ciúmes, insegurança e obsessão, protagonizam a trama encontrada aqui.
Ana é uma mulher que comete todo tipo de eloquência quando é abandonada pelo marido: álcool, vexames e humilhações, na vã esperança de resgatá-lo novamente ao lar.
Tomás supre o desmensurado amor materno quando conhece Maria Molambo: a garota da cicatriz, a deusa de cabelos vermelhos, cinco anos mais velha que ele.
O garoto tem apenas 13 anos quando fica a mercê de um pederasta, um homem perigoso com quem terá que conviver (e enfrentar) se quiser sair ileso dessa história.
Ambientado em Londrina, Mal intencionados arranca as máscaras dos personagens e deixa a loucura que habita em cada um deles, despida de quaisquer pudores.
O que há por trás da máscara que cada um de nós usa? Conflitos e dilemas... O ser humano é movido por “razões” que muitas vezes, só a loucura explica e reconhece.






Comentários

  1. Oie,

    eu nunca tinha ouvido falar nem da obra nem da autora, e apesar de não ser meu estilo de leitura dou todo o apoio possivel!!!
    Literatura nacional crescendo cada vez mais!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas