[Resenha] Um Homem de Sorte | Nicholas Sparks

  Quando peguei Um Homem de Sorte emprestado de minha amiga fiquei surpresa quando ela disse que não havia se emocionado ou chorado com o livro, afinal chorei lendo todos os livros de Nicholas, tirando O Melhor de Mim, O Casamento e O Milagre (que ainda não tive oportunidade de ler). O livro não era dela  e ela tinha que entregar a amiga na segunda de manhã, sendo que era sexta a noite. De qualquer forma, peguei o livro emprestado e tive que devolver na noite de domingo faltando alguns capítulos para ler. Fiquei super chateada e quando cheguei em casa lá estava minha mãe com um papel na mão dizendo: "fica tranquila que Um Homem de Sorte chega essa semana aqui". O que era o papel? O comprovante da compra que ela havia acabado de fazer: o livro.

“Até ter encontrado a fotografia, a vida de Thibault seguia como há muito havia planejado. Ele sempre tinha um plano”.


  Em Um Homem de Sorte conhecemos Thibault, um ex fuzileiro naval que encontrou uma foto de uma jovem loira no meio de uma de suas missões no deserto. No inicio ele pensou em encontrar o dono da foto, mas acaba querendo encontrar a moça na foto. Através das pequenas "dicas" que ele tem do local onde foi tirada, ele resolve partir sem rumo para conhecer aquela loira que acaba lhe dando sorte. Ele passa a  ganhar jogos, escapar do mal e acaba sendo levado aquela mulher loira .

  Thibalt conhece finalmente a linda mulher que o levou até Hampton tendo só seu cachorro Zeus como companhia e passa a trabalhar no canil de sua família. Elizabeth mora com sua avó Nana e seu filho de 10 anos, Ben. Ela tenta evitar ao máximo aquele misterioso homem que chega com seu cachorro do nada e aceita trabalhar no canil, mas ela não resiste e acaba se entregando a este homem que trata seu filho tão bem e é tão carinhoso com ele.

“- Não há nada melhor que o amor. Você devia experimentar”... Thibault
“-Quem sabe um dia”...Beth

 Como tudo não é um mar de rosas, Thibault tem contas a acertar com Clayton, o ex-marido de Elizabeth e ele que já estava com raiva, fica ainda mais furioso ao saber da relação que existe entre Thibault e sua ex-mulher.
 Sou fã da escrita e do escritor Nicholas Sparks e posso ser suspeita, mas ele nos passa uma emocão inexplicável com sua escrita e eu não conheço nenhum outro escritor que tenha feito isso. O único livro que não é do autor e que me emocionou tanto quanto um livro dele, foi o de Christine M. (Sob a Luz dos Seus Olhos) que como citei na resenha, parece ser Nicholas de saias.

  Esperei muito para ler o livro e realmente não me decepciono. Gostei muito dos personagens, principalmente da fofa da Nana e do inteligente Ben. Achei que a narrativa começou a correr um pouco no final do livro, algumas coisas passam rápido demais, porém isso não atrapalha tanto. E o epílogo deixa todo mundo com vontade de continuar com a leitura.  Acho que o ponto negativo do livro é mesmo "correria" no final, o clímax ter acontecido tão rápido e o fato de eu não ter chorado - rs. 

   Nesse livro aprendemos mais uma lição: o poder do destino. Nicholas como sempre nos surpreende de algum modo, mas dessa vez ele não me fez chorar. Espero sinceramente que esse seja o único livro que ele não faça chorar, porque esse é um dos fatos que tornam ele um dos meus autores preferidos.

  O livro ganhou nova capa esse ano - que vocês podem ver no inicio da resenha - graças a adaptação do livro ao cinema. Na nova capa, temos Zac Efron (Logan Thibault) e Taylor Schillin (Elizabeth) e eu estou pensando seriamente em comprar a nova edição só para ter essa nova capa que ficou linda na  minha opinião. Qual das duas vocês preferem ?