[Resenha] O Rosto que Precede o Sonho | Maurício Gomyde


''Não existe a palavra “tarde” quando algo tem de acontecer. Se for pra acontecer, pode acreditar que vai.''
  Devo começar essa resenha dizendo que quando Maurício Gomyde, autor parceiro do blog, anunciou que publicaria mais um livro, fiquei totalmente ansiosa. Seus dois primeiros livros (O Mundo de Vidro e Ainda Não te Disse Nada) me encantaram e eu mal poderia esperar para ler seu mais novo romance. As primeiras resenhas foram saindo e eu decidi não ler nenhuma. Por que? Porque só de ver os comentários nas redes sociais e na página do Facebook dele vi como os primeiros blogueiros a lerem acharam o livro emocionante e então decidi me surpreender também. Resultado: esse, sem dúvidas, é um livro que entrou para o "top 5" de melhores leituras de 2012.

  Tomas Ventura é  um músico que vive  em Brasília. Tomas é um homem bem sucedido, já que compôs músicas para cinema, porém faz um tempo que decidiu parar de trabalhar neste meio. A namorada de Tomas acaba de terminar o namoro com ele e o pior: ele foi traído durante dois meses. Desiludo, ele vai para o sebo de seu amigo BJ onde se depara com uma "menina dos olhos cor de mel" que o surpreende não só pela beleza, mas pelo seu comportamento. Ela o deixa ainda mais surpreso por não lhe dizer seu nome, o que a transforma em uma incógnita e o faz pensar nela durante dias.
 "Sabe, eu queria achar alguém diferente. Tive boas namoradas, mas acho que nenhuma que eu dissesse 'É ela'."
  O destino acaba fazendo com que os dois se reencontrem e comecem a se conhecer melhor. Tomas fica cada vez mais encantado com Aurora e como ela o faz se sentir bem e lhe dar liberdade para ser simplesmente ele mesmo. Tomas e Aurora começam a viver um amor inesquecível, único e capaz de mostrar que tudo tem seu motivo, tudo tem seu significado, e que mostra a Tomas que sua pergunta hoje tem resposta. Somos predestinados para alguém
 "Hoje, sou muito o leão e o homem de lata: tornei-me corajoso demais ao te conhecer e você me mostrou o amor que sempre imaginei viver. Só não pude ser o espantalho: precisava de um novo cérebro, mas isto ninguém poderia me dar."

  Quando conheci Maurício pessoalmente, no primeiro evento do Ciranda de Escritores, tive a oportunidade de obter um exemplar de O Rosto que Precede o Sonho autografado e Maurício me avisou: "Esse livro é uma comédia romântica bem sofrida, acho que se você começar a ler hoje ainda, termina no máximo 1 hora da manhã. Acho que vai gostar". Cheguei em casa ansiosa para começar a ler e chegando na metade do livro o sono me venceu e mesmo querendo continuar fui dormir, mas no dia seguinte, assim que acordei comecei a ler e terminei o livro em prantos.

  Maurício escreveu um romance que, sem dúvidas, merece a atenção de cada um de vocês. Não quis falar muito da estória no inicio da resenha pois quero que vocês se surpreendam tanto quanto eu a cada página dessa linda estória. O livro me fez pensar em tantas coisas da minha vida... me identifiquei imensamente com Tomas. Posso dizer que entendo o desespero dele ao receber sinais sobre sua vida e fiquei tão aflita quanto ele para poder achar uma resposta para tudo. O final do livro, surpreendente, nos deixa com gostinho de quero mais, ao mesmo tempo que sabemos que o livro não teria tanto impacto positivo se tivesse um final diferente.

  Já contei aqui no blog que tenho mania de ler a última frase do livro antes mesmo de começar a lê-lo, mas dessa vez, só dessa vez, foi diferente. A verdade é que não me lembrei de fazê-lo e não faço a menor ideia do porquê, mas acho que isso também foi um sinal, já que a última frase do livro foi algo que vim esperando desde alguns capítulos anteriores e é essa frase que muda tudo.

  Gosto mais de livros em terceira pessoa do que em primeira, e isso foi a primeira coisa que me agradou no livro. Acho que se fosse diferente a narrativa não seria tão envolvente. A capa é linda e eu a adoro ainda mais pois quando Maurício lançou a enquete para a escolha da capa em seu site eu votei nessa! Fiquei super feliz ao saber que a capa que eu votei foi a escolhida.

  Acho que o diferencial do livro é não só o romance como as surpresas. A cada página você descobre uma nova coisa e o olho possui um mistério. Maurício está a altura de muitos autores best-sellers por aí e veio para mostrar que o autor nacional pode sim ser melhor que um autor internacional.  Passei a semana inteira falando dele pra todo mundo e até meu professor de redação foi minha vítima. E acreditem, é até um pecado ouvir alguém que diga que não gosta de livros nacionais depois de ler este romance.

  O Rosto que Precede o Sonho entrou para o Top 5 de melhores leituras de 2012 por ser um livro cativante que nos apresenta um amor inexplicavelmente inesquecível e possui uma leitura leve, rápida, envolvente e prazerosa. Esse, sem dúvidas, é o livro nacional que sempre vou indicar para alguém que goste ou não de um romance, pois ele merece a atenção de todos e se eu pudesse, sairia por aí fazendo a propaganda dele para todos que aparecessem em minha frente. Só não se esqueçam de NÃO ler a última frase do livro, para que embarquem nessa estória tão imprevisível e se surpreendam até a última página.

---

E deixo aqui  a vídeo-entrevista com o Maurício e as resenhas de seus outros dois livros:


E para os que querem garantir seu exemplar autografado, basta clicar aqui.