Papo Literário: Marcelo Amaral











  Na entrevista de hoje conheceremos um pouco mais sobre Marcelo Amaral um escritor e designer gráfico apaixonado por ilustração, quadrinhos e literatura. Marcelo nos fala um pouco sobre seus gostos e inspirações, e conta com um pouco sobre o processo de escrita de seu primeiro livro, Palladinum. Confiram:

Nos conte um pouco quem é Marcelo Amaral.
Olá, a todos que acompanham o Magia Literária! Fico muito feliz em poder falar para vocês um pouquinho sobre mim e sobre Palladinum.
Nasci em 1976, sou um designer gráfico apaixonado por ilustração, livros e quadrinhos. O meu sonho de me tornar um escritor nasceu de minhas tentativas de fazer histórias em quadrinhos quando garoto e também pela minha paixão por tudo ligado ao universo fantástico: HQs, livros, desenhos, jogos, filmes, séries… Minha infância nos anos 80 me permitiu viver talvez a produção cinematográfica, televisiva e literária mais fantástica de todas as gerações. Sou suspeito para julgar, é claro, mas sei que muitos da mesma idade que eu irão concordar. Quando eu escrevo tento colocar um pouco dessa nostalgia no texto.

De onde surgiu a ideia de escrever um livro? Demorou muito tempo desde o rascunho de Palladinum até seu momento de publicação? Foi difícil encontrar uma editora?
Palladinum nasceu de sonhos que tive, e até de alguns pesadelos. Não sonhei a trama em si, mas sempre ficava imaginando como seria se existisse esse outro mundo onde tudo fosse possível; um universo no qual entidades poderosas disputassem as mentes humanas para nos fazer o bem ou o mal através de nossos sonhos e pesadelos.
Levei 5 anos escrevendo e revisando o livro. Não demorei muito a encontrar uma editora interessada em publicá-lo, a Vermelho Marinho, que é focada em lançar autores nacionais. Fechado o contrato, foi mais 1 ano de trabalho entre revisão, capa e diagramação. Aproveitei esse tempo para produzir algumas ilustrações para o livro também.

Quando começou o processo de escrita de Palladinum você já tinha todos os personagens e a história montada, ou tudo foi surgindo com o tempo?
Apenas dois personagens existiam antes da história “surgir”: Piolho, o garoto engraçado que não gosta de tomar banho, e Pastilha, a menina determinada que vive doente. Eu os havia criado para um livro bem infantil, mas depois percebi que tinham potencial para algo maior, uma grande aventura.
Quando defini melhor a sinopse senti a necessidade de criar um grupo de personagens nos moldes daquelas turmas de jovens aventureiros criadas para livros, desenhos e filmes das décadas de 80 e 90 que eu adorava ler / assistir quando moleque. Foi assim que nasceram os demais integrantes da turma da Página Pirata: Pastilha, Piolho, Paçoca, Pimenta, Pinguim, Princesa e Peteca.
Os demais personagens surgiram já na sinopse: o diretor da escola, o professor legal, a professora chata, os pais dos jovens, os muitos personagens do mundo fantástico (aliados e inimigos). Porém a personalidade de cada um foi melhor definida durante a escrita.

Conheça o Grupo Editorial Autêntica


  Com 15 anos de existência, a Autêntica conta com mais de 600 publicações em seu catálogo. Durante esse período, a Editora tornou-se reconhecida por seu trabalho com o público acadêmico e por suas obras destinadas às áreas das Ciências Humanas. Nos últimos anos, a Editora passou a publicar livros com temas mais abrangentes e diversificados, como Diários de Llansol, da portuguesa Maria Gabriela llansol, e Mrs Dalloway, de Virginia Woolf, em edições luxuosas. O catálogo contempla também obras de Antropologia, Cultura Negra, Sociologia, Historiografia, Comunicação, Cinema e Teatro, Literatura Brasileira e Estrangeira, Biblioteca Escolar, Lingüística, Educação, entre outros. A editora também assumiu o desafio de trazer para a língua portuguesa obras de Filosofia fundamentais para seus leitores. Exemplos dessa empreitada são a tradução bilíngue (latim-português) de Ética, de Spinoza, oVocabulário de Foucault – Um percurso pelos seus temas, conceitos e autores, do argentino Edgardo Castro e recentemente lançou a Coleção Filô, com autores clássicos e contemporâneos da Filosofia, que vão de Platão e Walter Benjamin, a Giorgio Agamben e Slavoj Žižek. Além disso, publicações importantes em áreas mais específicas da Educação, como Pedagogia/Formação de Professores, Filosofia da Educação, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Matemática, Ensino da Escrita e da Leitura, História da Educação, entre outras, integram seu catálogo.

Conheça Samanta Holtz, a nova autora parceira do blog


Olá leitores! Hoje venho apresentar a nossa nova escritora parceira: Samanta Holtz.

Nascida no Dia Mundial do Livro, a publicitária e escritora Samanta Holtz parecia destinada a trilhar o caminho da literatura. Aprendeu a ler sozinha aos cinco anos, tamanha era sua vontade de entender as histórias que sua mãe lia para ela. Aos nove, ganhou um prêmio municipal de redação em sua cidade, Porto Feliz, interior de São Paulo. Aos quatorze, começou a escrever seu primeiro romance, “Renascer de um Outono”, seguido por “Corpo & Alma”, “O Pássaro” (com publicação em janeiro de 2012 pela editora Novo Século) e, finalmente,"Quero Ser Beth Levitt".
Com histórias românticas e cheias de surpresas, Samanta guia seus leitores por uma deliciosa viagem, levando-os das lágrimas ao riso em questão de capítulos. 


Conheça suas obras:

[Resenha] Apaixonada Por Palavras | Paula Pimenta

“Odeio cantadas. Flores não me seduzem. Chocolates então, nem pensar. O que me comove são palavras." - Crônica Apaixonada Por Palavras, pág. 30

  Paula Pimenta  é uma escritora que me ganhou pela sua carisma. Li muitas resenhas sobre sua série Fazendo Meu Filme - todas positivas - mas mesmo assim não me interessei em ler. Na verdade, até existia um interesse, mas nada que chegasse ao ponto de dizer "Eu preciso ler esse livro!" ou "Eu preciso comprar esse livro!" e como não conhecia ninguém que pudesse me emprestar os livros, fui deixando para lá. Acabei adicionando Paula no Facebook e sempre via como ela dava atenção aos leitores,  até o dia que resolvi falar com ela a respeito do lançamento de Apaixonada Por Palavras, que aconteceria aqui no Rio de Janeiro e ela foi extremamente simpática desde o "Oi Mari". Acabei comprando Apaixonada Por Palavras só para poder conhecer ela e ter a oportunidade de conversar um pouco pessoalmente.

  Ao chegar no evento ela já foi tirando foto com as fãs e eu estava em um cantinho só olhando como ela era ainda mais simpática pessoalmente. O bate-papo começou, fiquei bem na frente, e logo depois foi o momento dos autógrafos. Quando cheguei para Paula e falei que meu nome era Mariana e que tinha falado com ela no Facebook ela na mesma hora me surpreendeu ao perguntar: "Ah, você pôde faltar a aula de jazz? Que bom!". Conversei um pouquinho com ela, ela autografou meu livro e ainda gravou um vídeo com uma mensagem para vocês aqui do blog (confiram no final do post) e me deixou super feliz por me mostrar que mesmo sendo super conhecida, recebendo milhares de e-mails e mensagens ela lembra e valoriza cada leitor, e é essa atenção aos leitores que falta em muita gente.

"É indescritível a sensação de ler um texto e me identificar totalmente com as palavras do escritor. É como se ele tivesse roubado a ideia que eu ainda não havia tido mas que já existia em mim." - Crônica Apaixonada Por Palavras, pág. 31
  Neste livro a escritora nos apresenta à adolescente, à mulher, à pessoa Paula. Ela nos apresenta aos seus pensamentos, seus gostos, seus amores... Paula conseguiu me transmitir o mesmo sentimento que ela cita na crônica-título do livro: ''Apaixonada Por Palavras". Ela fala sobre a indescritível sensação de ler um texto e se identificar totalmente com as palavras do escritor, e foi exatamente essa sensação que se senti ao ler não só esta, como a maioria das crônicas de Paula.

Novo Conceito publicará romance de estreia de Laura Nowlin

A Editora Novo Conceito comprou os direitos de publicação do primeiro romance de Laura Nowlin. O livro ainda não foi lançado nem nos Estados Unidos e sua preisão é para 1º de abril.

  O livro conta a história de uma garota, seu melhor amigo de infância e um acidente de carro. A sinopse completa ainda não foi divulgada.

Clique na capa e veja em tamanho real.

[Resenha] O Rosto que Precede o Sonho | Maurício Gomyde


''Não existe a palavra “tarde” quando algo tem de acontecer. Se for pra acontecer, pode acreditar que vai.''
  Devo começar essa resenha dizendo que quando Maurício Gomyde, autor parceiro do blog, anunciou que publicaria mais um livro, fiquei totalmente ansiosa. Seus dois primeiros livros (O Mundo de Vidro e Ainda Não te Disse Nada) me encantaram e eu mal poderia esperar para ler seu mais novo romance. As primeiras resenhas foram saindo e eu decidi não ler nenhuma. Por que? Porque só de ver os comentários nas redes sociais e na página do Facebook dele vi como os primeiros blogueiros a lerem acharam o livro emocionante e então decidi me surpreender também. Resultado: esse, sem dúvidas, é um livro que entrou para o "top 5" de melhores leituras de 2012.

  Tomas Ventura é  um músico que vive  em Brasília. Tomas é um homem bem sucedido, já que compôs músicas para cinema, porém faz um tempo que decidiu parar de trabalhar neste meio. A namorada de Tomas acaba de terminar o namoro com ele e o pior: ele foi traído durante dois meses. Desiludo, ele vai para o sebo de seu amigo BJ onde se depara com uma "menina dos olhos cor de mel" que o surpreende não só pela beleza, mas pelo seu comportamento. Ela o deixa ainda mais surpreso por não lhe dizer seu nome, o que a transforma em uma incógnita e o faz pensar nela durante dias.
 "Sabe, eu queria achar alguém diferente. Tive boas namoradas, mas acho que nenhuma que eu dissesse 'É ela'."
  O destino acaba fazendo com que os dois se reencontrem e comecem a se conhecer melhor. Tomas fica cada vez mais encantado com Aurora e como ela o faz se sentir bem e lhe dar liberdade para ser simplesmente ele mesmo. Tomas e Aurora começam a viver um amor inesquecível, único e capaz de mostrar que tudo tem seu motivo, tudo tem seu significado, e que mostra a Tomas que sua pergunta hoje tem resposta. Somos predestinados para alguém
 "Hoje, sou muito o leão e o homem de lata: tornei-me corajoso demais ao te conhecer e você me mostrou o amor que sempre imaginei viver. Só não pude ser o espantalho: precisava de um novo cérebro, mas isto ninguém poderia me dar."

Batom Vermelho, de Vanessa de Cássia, será publicado pela Editora Literata

Sinopse: O que mais a alma feminina clama?
Chama para pertinho...
Beleza. Amor. Obsessão. Desejos. Sedução. E uma coleção de batons vermelhos...
A beleza feminina está além de nossa vontade, está estampado em nós.
Batom Vermelho vem em uma história intrigante, apaixonante, delirante...
Que mudará alguns conceitos femininos. Ele busca ao fundo a alma feminina.
Do que uma mulher mais precisa? Do que sempre estamos em busca no nosso dia a dia?
Descubra esses segredos íntimos. O jeito de uma mulher fatal. A obsessão na arte de seduzir, e os lábios ardentes envolvidos em “Batom Vermelho”
Descubra quanto poderosa pode ser essa arma: Batom Vermelho...


Vanessa de Cássia publicou recentemente que seu terceiro livro, intitulado Batom Vermelho, será publicado em breve pela Editora Literata. Quem aí já está ansioso?

A Vanessa já fez uma entrevista em vídeo aqui para o blog, que vocês podem conferir clicando aqui.

[Resenha] Adeus à Humanidade | Márcia Rubim

  "Se Deus ainda me permitisse conceder um único desejo, pediria que ele não tirasse meu ar."  

  Stephanie é uma carioca de 23 anos que tinha uma vida monótona: sempre envolvida com seus cursos, ficava praticamente fora de casa, quando chegava ficava horas conversando com sua amiga Anne e tinha uma relação muito difícil com sua mãe, Rachel. Ela se identificava muito mais com seu pai, Allan, que morava em Miami com sua atual companheira e era um hematologista, um dos melhores da área. Sua mãe havia refeito sua vida com um homem chamado Otávio, e dessa relação, nasceu o meio irmão de Stephanie, Júnior. Stephanie passa em um concurso de fotografia e vai para Miami, onde passa a viver com o pai e a ciumenta Janet.

  Seu pai precisa fazer uma viagem à trabalho e promete voltar em três dias, mas não é o que acontece. Stephanie se vê preocupada com o sumiço de seu pai e é surpreendida com uma ligação de sua mãe, dizendo que seu padrasto havia sido morto em um assalto. Stephanie se vê voltando ao Rio para consolar sua mãe ao mesmo tempo que quer ficar em Miami para saber sobre seu pai, mas é aí que sua vida muda quando ela precisa arranjar um emprego pois tem que se responsabilizar pelas despesas da casa.

  Stephanie viaja para São Paulo e começa a trabalhar em um hospital como auxiliar de enfermagem. Ela tem que fazer muitas economias, mora em uma pensão, conhece muitas enfermeiras e médicos que a tratam muito bem e a ajudam, mas há alguém que só a trata mau e quer lhe humilhar: Richard.
 "Mesmo com tudo que havia conhecido, precisava admitir: algo nele me deixava balançada, estava plenamente certa de que não era decorrente da sua beleza rara." 
  Por que ele a trata mau sem nem ao menos ter conhecido ela direito? O que esse homem tem no olhar? Por que seu coração acelera toda vez que seus olhos se encontram? Stephanie se vê apaixonada por um homem quem não conhece, que não conversa e que nem a trata com educação, mas ela não sabe que o destino está lhe reservando muitas surpresas.
 "Não posso estar apaixonado porque a paixão é um sentimento que pode acabar, já o meu amor, esse sim não tem fim. É imutável." 

Leonardo Barros, o novo autor parceiro do blog


Hoje venho apresentar para vocês o novo autor parceiro do blog: Leonardo Barros.
Leornado é médico formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. É autor do romance erótico “Amor de Yoni” (publicado em 2008); do suspense policial “O Maníaco do Circo – e o menino que tinha medo de palhaços” (publicado na XIV Bienal do Livro Rio, em 2009); da comédia “Saúde, Beleza, Prosperidade e Riqueza” (publicação independente, 2010) e da comédia “Solteiro Em Trinta Dias - Receitas de sucesso de um ex-otário” (publicado em 2011). “Presságio – O assassinato da Freira Nua” é sua quinta ficção e seu segundo suspense policial.


Stephenie Meyer deixar recado para os fãs brasileiros

Stephenie Meyer, autora da série de livros que deu origem a Saga Crepúsculo deixou um recado para os fãs do Brasil:

Eu quero agradecer, especialmente ao Brasil, meu filme é um furacão! Mais de 3,3 milhões de espectadores!! Eu te amo Brasil!!!


Logo depois de dar RT aos fãs do Brasil que agradeceram as palavras de Stephenie, ela deixou mais duas mensagens:

Eu planejei o rumo da história para mais dois livros. Existem mais personagens que eu queria que tivessem mais voz ativa nas estórias...
... Talvez algum dia eu venha a escrever isso só para mim. Vamos ver.

[Resenha] O Sonho de Eva | Chico Anes


 ''Será que não trazemos para nossas vidas os ecos de nossos sonhos?"  

 Ana é uma mulher que trabalha em um projeto que pesquisa um meio de levar o jogo para os sonhos. Em uma noite que poderia ser como outra qualquer, Ana começou a ter sonhos com coisas confusas, imagens que  em sua cabeça sem que ela pudesse ter certeza de nada. Em um momento do sonho, Ana sai para o terraço de seu prédio, sobe no parapeito e acaba se jogando, levando-a então, à morte.

  Eva Abellar é uma especialista de sonhos lúcidos. Ela é mãe de Joachin, um menino autista e irmã de Ana. Ao receber a notícia da morte de sua irmã, Eva fica desesperada, sem entender o que fez sua irmã se jogar da cobertura e preocupada com seu filho, que ela havia deixado sobre os cuidados de sua irmã. Um dos detetives que foi lhe informar sobre a morte da irmã diz que deve haver algum engano, já que nenhuma criança foi encontrada no apartamento.

  Em meio a muitos questionamentos, Eva recebe uma proposta de emprego de Adhya, que trabalha na empresa Yume e faz parte do projeto DreamGame, que seria um jogo onde o jogador passa a agir como sonâmbulo: a pessoa pode sonhar com qualquer coisa (uma luta, uma conversa, uma morte...), mas estará dormindo e quando acorda, aquilo realmente aconteceu.

  Eva aceita a proposta e acaba viajando para Pequim, rumo à Kumo, onde fica a sede da Yume. Lá ela conhece Lee e Chiang, funcionários da Yume. Os dois a recepcionam em Pequim e em meio a conversa, Chiang, misturando inglês e mandarim, diz que o V11, o mais moderno centro de pesquisa sobre sonhos do planeta, não é tão maravilhoso como Lee diz para Eva. Eva não os conta que entendeu a conversa, mas começa a desconfiar das pessoas com quem ia trabalhar. 

  ''-Os sonhos são o novo mundo! [...] Um mundo onde se pode ser o que quiser! E vou lhes dizer uma coisa: num mundo onde poderíamos ser Deus, a maioria de nós vai preferir ser o Diabo!" 

 Eva começa a trabalhar na Yume, mas não são só eles que escondem segredos. O verdadeiro motivo de Eva ter aceitado a proposta de emprego, é porque ela encontrou o diário de sua irmã, onde na última página estava escrito "O livro velho. É nele que está o segredo. Eles querem roubar nossos sonhos; querem roubar Joachim". Qual o mistério por trás da morte de sua irmã? Por que seu filho foi sequestrado, ou melhor, por que seu filho é necessário nessa investigação?

Primeiro evento do Ciranda de Escritores

 O Ciranda de Escritores é um projeto idealizado pelo Tribo do Livro, com a participação dos blogs Apaixonadas por Livros, Doces Letras, Daily Books of Milla, Fulana Leitora, Meus Livros, Meu Mundo e Prazer, me chamo Livro.
 No primeiro evento do grupo, as donas dos blogs que organizaram o projeto se apresentaram e em seguida foi a vez dos autores se apresentarem.

Chaiene Barboza, autor de Os Filhos do Tempo, apresentou sua obra seguido de Cris Motta, autora de Baroak - A Estrela; Maurício Gomyde, autor de O Mundo de Vidro, Ainda Não Te Disse Nada e O Rosto que Precede o Sonho; Roxane Norris, autora de Imortales; Thayane Gaspar, autora de Princesa de Gelo e Uoli da Silva, autor de Sua Última Flor.

Nova parceria: autora Érica Bombardi


 Boa tarde galera! A novidade de hoje é a parceria com a autora Érica Bombardi.
  Érica nasceu em Jaú, Interior de São Paulo, morou em Pederneiras, e foi para Campinas.

 Seu primeiro livro, Além do Despertar, foi recentemente resenhado no Jornal Rascunho: http://rascunho.gazetadopovo.com.br/a-luz-da-fantasia/ , descrito como " um romance juvenil que aborda temas essenciais da história humana. A riqueza do enredo e das imagens resulta num texto denso, através do qual o leitor viaja encantado."

 Além do deserto
é um livro de ficção fantasia para jovens. A produção do livro contou com o apoio do PROAC, Projeto realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Estado da Cultura – Programa de Ação Cultural – 2011. O livro tem blog e tem ainda um projeto de leitura para ser aplicado em sala de aula: http://ericabombardi.wordpress.com/fatum/projeto-de-leitura/ . Ele conta a história de Mikail e Thera, e de um planeta destruído pelo ataque de sombras que chegam com a noite. 
 Abaixo vocês podem conferir uma apresentação da autora, seguida (no mesmo vídeo) do book-trailer de seu livro:

Resultado: promoção 500 seguidores

  Hoje venho anunciar o ganhador da promoção de 500 seguidores do blog! Fico muito feliz em poder presentear alguém com dois livros autografados por duas autoras super queridas!
  A promoção foi ao ar no dia 25 de setembro e ontem o blog atingiu os 500 seguidores, então como prometido, vamos ao ganhador:

[Resenha] A Culpa é das Estrelas | John Green

“_Vai chegar um dia – eu disse – em que todos vamos estar mortos. Todos nós. Vai chegar um dia em que não vai sobrar nenhum ser humano sequer para lembrar que alguém já existiu ou que nossa espécie fez qualquer coisa nesse mundo. Não vai sobrar ninguém para se lembrar de Aristóteles ou de Cleópatra, quanto mais de você. Tudo o que fizemos, construímos, escrevemos, pensamos e descobrimos vai ser esquecido e tudo isso aqui – fiz um gesto abrangente – vai ter sido inútil. Pode ser que esse dia chegue logo e pode ser que demore milhões de anos, mas, mesmo que o mundo sobreviva a uma explosão do Sol, não vamos viver para sempre. (…) Se a inevitabilidade do esquecimento humano preocupa você, sugiro que deixe esse assunto para lá.”

Quando A Culpa é das Estrelas foi publicado, logo começaram a sair inúmeras resenhas e críticas à respeito e além de ter achado a capa linda, fiquei super curiosa para ler aquele livro com o qual todos estavam se emocionando e chorando junto. Agora adivinhem? Não é que eu chorei? E a verdade é que não sei como vou escrever essa resenha e tentar passar um terço da emoção que senti ao conhecer a estória de Hazel e Agustus, que me fez repensar várias coisas na minha vida e me fez sentir um pouco ''órfã'' de Hazel ao terminar a leitura.

  Gostei da forma com que John nos mostra o outro lado do câncer. Estamos acostumados a ver a luta das pessoas para sobreviver, para ter uma vida melhor e John nos apresenta a Hazel Grace, que é uma  garota que tem câncer desde os 13 anos de idade e que frequenta um grupo de apoio ao câncer. Hazel apenas vive sua vida sem nem reclamar do câncer e é no grupo de apoio que ela conhece os amigos Isaac, que está prestes a ficar cego; e Augustus Waters, um garoto que tem uma prótese de perna devido ao seu osteosarcoma e o garoto que vai mudar a vida dela para sempre.

''- E como está se sentindo? - O Patrick perguntou.
  - Ah, maravilha - Augustus Waters deu um sorrisinho - Estou numa montanha-russa que só vai pra cima, amigão"

  Isaac acaba de perder a namorada, o que, na mina opinião, foi um modo de o autor nos mostrar como é a realidade: a namorada só larga ele quando ele fica cego, e isso mostra como as pessoas podem nos surpreender ao nos deixar de lado no momento no qual mais precisamos e também que podemos superar as perdas, já que mesmo depois de toda a dificuldade  Isaac continua sendo o mesmo brincalhão se sempre. Hazel começa a conhecer melhor o garoto charmoso e filosófico chamado Augustus. Adorei o jeito encantador dele e como ele usa as metáforas mais imprevisíveis, além de ser super divertido e de falar a verdade independente de hora ou local. 

''Eu estou apaixonado por você e não quero me negar ao simples prazer de compartilhar algo verdadeiro."

Das páginas para as telas: Amanhecer - Parte 2

ATENÇÃO: contém spoiler. 

 Em 2008, quando o livro Crepúsculo foi lançado, um vizinho me disse o quão maravilhosa a estória era. Logo o segundo livro foi lançado e além de virar febre no mundo todo, começou a ser comparado com outras sagas como  Harry Potter. Quem acompanha o blog sabe como sou contra modinhas e odeio comparações independente do livro ou da série que for, então adiei ao máximo ver/ler Crepúsculo.
  Minha melhor amiga chegou na minha casa com o DVD do filme algum tempo depois e fiquei 3 dias com ele parado na estante, me recusando a ver (pessoa orgulhosa é fogo -rs) mas acabei me rendendo. Resultado: adorei o filme, comprei o livro (tive que pedir desculpas à minha mãe já que meses antes ela queria comprar os dois primeiros livros para mim e eu disse que nunca, isso mesmo, NUNCA ia ler esses livros) e gostei ainda mais.
  E quem diria... quem diria que eu estaria aqui, agora, sem palavras para descrever um filme da Saga Crepúsculo. Ri, fiquei com o coração quase saindo pela boca, chorei e saí do cinema emocionada. Acredito que todos que leram o livro e acompanharam a série desde o inicio sairão do cinema tão emocionados quanto eu, e chorando ao ver os nomes e as imagens de todos os atores que participaram da série desde o primeiro livro. Mas vamos ao que interessa se não começo a ficar emocionada de novo.

[Resenha] Sonhos | Alyson Nöel


 ''Esta cidade guarda segredos que você nem imagina. É cheia de coiotes, e o Coiote é um malandro que você tem que aprender a superar."  

  Daire Santos é uma garota de dezessete anos que vive em Hollywood com sua mãe. Não exatamente em Hollywood, já que sua mãe, como maquiadora profissional, vive viajando com artistas e produtores de filmes. Daire nunca teve um relacionamento sério com ninguém. Sempre saiu para um local escondido com um ator ou outro, mas nunca namorou e nem gostou de alguém seriamente. De uns tempos pra cá ela vem tendo visões onde vê vários corvos que começam a atacá-la em seus sonhos. Preocupada, a mãe de Daire, Jennika, procura ajuda médica e eles pensam que ela tem um surto psicótico e dizem que a solução é interná-la em uma clínica. Os ''surtos'' de Daire começam a ficar piores, e em um deles ela acaba machucando o astro do cinema com quem ela estava saindo.

 Então está resolvido. Não há espaço para discussão. Viverei com alguma velha bruxa médica, que tem um veterinário assustador, velho, pervertido, assassino em série, entre seus amigos. Ótimo… 

  Paloma, sua avó paterna, aparece depois de dezesseis anos com o intuito de ajudar a neta. Ela é uma curandeira, que vive numa cidadezinha chamada Encantamento no Novo México. Avó e neta ainda não se conhecem, mas sem escolha, Daire vai morar com sua avó para não se internada, e é com a avó que ela vai descobrir o porquê de tantas visões.

  Daire descobre que é uma Buscadora de Sonhos, que vem de uma linhagem de xamãs muito poderosa e que tem uma missão. Daire agora tem que conhecer seu interior, ganhar a confiança do corvo (sua alma animal) e saber em quem deve ou não, confiar  naquela cidade. Paloma matricula sua nieta (neta em espanhol, como a chama carinhosamente) em um colégio e é lá que Daire conhece dois personagens essenciais para e desenrolar da estória: os gêmeos Richter. Cade, o gêmeo mal; e Dace, o gêmeo bom.

  ''Sou eu contra ele. 

   Santos contra Richter." 
   Buscador contra El Coyote" 

   Conheci Alyson Nöel graças a uma amiga em 2010. Ela estava lendo Para Sempre, primeiro livro da série Os Imortais (publicado pela Intrínseca) e me indicou o livro. Li toda a série (todos os livros já foram resenhados aqui no blog), me apaixonei me escrita de Alyson e me tornei fã dela. Na Bienal 2011 passei 7 horas - com a mesma amiga que me indicou a série - sem comer, só esperando o momento de conhecer-la. Ela é extremamente simpática e quando falei que  mencionei ela no twitter pela manhã ela disse que lembrava. No momento achei fofo ela dizer que lembrava mesmo achando meio impossível, já que ela tem milhões de seguidores, mas quando cheguei em casa me deparei com um tweet dela dizendo "Obrigada pelas 7horas na fila. Foi ótimo conhecer você, sua mãe e sua amiga. Espero que já tenha se alimentado". Quase um ano depois, dias antes da Bienal de SP, escrevi para Alyson no Twitter dizendo que sentia falta do dia no qual a conheci, e esse ano uma amiga levaria meu exemplar de Fated (ainda não consigo chama-lo de Sonhos) para que ela autografasse e ela mais uma vez foi extremamente fofa dizendo que sentiria minha falta e me esperaria em 2013. Vocês já podem perceber o quanto a admiro, como escritora e pessoa, e como aguardo a Bienal 2013!

Intrínseca divulga nova capa de ''Amanhecer''


  Com o lançamento do último filme da Saga Crespúsculo, a Editora Intrínseca divulgou a nova capa do livro Amanhecer.

 Todos os outros livros também possuem duas capas, e amanhã o o último livro já estará nas livrarias também com a capa inspirada no cartaz do filme. E para deixar os fãs ainda mais felizes, o livro virá encartado com um pôster 42x59,4cm impresso em frente e verso. 

Burn For Burn, novo livro de Siobhan Vivian e Jenny Han


  Siobhan Vivian, autora de Não Sou Este Tipo de Garota e Conselhos de Amiga (os dois publicados pela Novo Conceito aqui no Brasil) resolveu escrever um novo livro, na verdade uma trilogia, com sua melhor amiga Jenny Han, autora de Um Verão que Mudou Minha Vida (publicado pela Galera Record).
  O livro, intitulado Burn For Burn, nos conta a história de três garotas muito diferentes, que formam uma aliança secreta para se vingar das pessoas que as prejudicaram por muito tempo. O livro foi lançado no dia 18 de setembro nos Estados Unidos e ainda não sabemos se será lançado em breve no Brasil, mas eu já fiquei curiosa para lê-lo.

  Siobhan já nos concedeu uma entrevista para o blog e em breve a entrevista com ela e Jenny Han será publicada, então fiquem de olho ;D

Novo pôster de ''A Hospedeira"


Hoje foi divulgado o novo pôster de A Hospedeira, baseado no livro de Stephenie Meyer, autora da Saga Crepúsculo
O filme, dirigido por Andrew Niccol, com Saoirse Ronan, Jake Abel e Max Irons no elenco, tem estreia marcada para 29 de março de 2013. Na trama, a Terra é ocupada por alienígenas que parasitam os humanos, tomando o lugar de suas almas. Melanie é uma hospedeira que resiste, bombardeando Peregrina, a sua alma coabitante, com memórias e desejos, recusando-se a esquecer de seu passado e de seu grande amor, Jared, o que dá início a um inusitado triângulo amoroso.


Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

Emily Giffin confirma presença na Bienal 2013


 A Bienal 2013, que acontecerá do dia 29 de agosto de 2013 à 8 de novembro de 2013, já tem alguns autores confirmados, e agora, a Novo Conceito confirmou a presença da autora Emilly Giffin, que tem 6 livros publicados, sendo 4 publicados também no Brasil.


  Emily esteve no Brasil na Bienal 2011 no Rio de Janeiro, e tive a oportunidade de conhecê-la e conversar um pouco mais com ela já que fui a última da fila -rs.

  Quem aí está tão ansioso quanto eu para a Bienal? \o
  

Nova capa de ''A Fada'', de Carolina Munhóz

O primeiro livro publicado de Carolinha Munhoz será relançado, desda vez pela Fantasy - Casa da Palavra. 
Essa edição apresenta o conto “Outra vez na escuridão” inspirado nas Leanan Sídhes, fadas que encantaram milhares de leitores no livro O Inverno das Fadas (que em breve será resenhado aqui no blog).
Abaixo vocês conferem a sinopse e as duas capas anteriores:

Uma fusão do misticismo de Paulo Coelho com a magia de Harry Potter. – O Globo

Jovens costumam ganhar presentes caros, viagens ou festas surpresas em aniversários de 18 anos. Melanie Aine ganhou o falecimento do pai, o abandono da mãe, uma estranha tatuagem e a descoberta de que não era humana.
Como se tudo isso não bastasse, Melanie descobriu que faz parte de um mundo onde seres mágicos existem e que sua vida comum na enevoada Londres estava com os dias contados.
Agora ela terá que remexer no passado de sua família para descobrir que tem uma missão que lhe foi designada, encontrando um legado com segredos inimagináveis.
A única parte recompensadora dessa história parece vir do encontro com um bonito homem misterioso, oriundo de uma família de bruxos poderosos. No entanto, a relação dos dois caminha em uma linha tênue entre afeto e fúria.
Um afeto que pode levá-la à transcendência e à vida eterna.
Uma fúria que pode conduzi-la à morte e ao esquecimento.
Dentre muitos feitiços, lutas, criaturas mágicas e eventos sobrenaturais, A fada é uma história de descobertas e superações, sobre como o amor pode fazer várias pessoas redescobrirem a vida e sua magia.

Capa de ''A última Nota'', livro de Lu Piras e Felipe Colbert

 Faz um tempo que Lu Piraz e Felipe Colbert resolveram escrever um livro juntos. Desde que eles anunciaram essa parceria fiquei super curiosa para saber como seria o livro, agora, já temos capa, título e sinopse. 
O intitulado "A Última Nota" será publicado em breve pela Novo Século e abaixo vocês podem conferir a sinopse:

Sinopse: Quando Alícia Mastropoulos se apresenta pela primeira vez como a principal violinista na Orquestra de sua Universidade, ela não tem ideia dos acontecimentos que este fato desencadeará. Decidida a tocar uma composição inédita deixada por seu falecido avô em vez da música programada, ela se emociona e erra a última nota, mas ninguém parece perceber. No dia seguinte, recebe a notícia que um jovem desconhecido é encontrado no coreto próximo ao local da apresentação e levado para um hospital. Quando acorda, ele não se lembra de nada, apenas chama pelo nome dela. Ele, o belo e misterioso rapaz de olhos azuis, é exatamente o que Alícia precisa evitar. Porém, a aproximação entre os dois se torna inevitável quando ela descobre que sua avó, Cecília, tomando conhecimento do caso, hospedou-o e ainda lhe deu o nome de Sebastian. Preocupada, Alícia pede que sua avó o afaste de casa, antes que a situação traga problemas para sua família e para o seu namoro com Theo. Percebendo a relutância da avó e incomodada com a proximidade cada vez maior de Sebastian, Alícia decide apressar o noivado com Theo, para a satisfação de seus pais, que veem com bons olhos um casamento entre duas famílias tradicionais gregas. Só que, aos poucos, ela começa a descobrir uma intensa atração pelo rapaz desconhecido, que a levará a entender, enfim, o mistério que o envolve, a resgatar histórias do passado e a tomar importantes decisões para o futuro.

[Resenha] Psíquico | Edson Gomes

  ''Só seremos pessoas completas, materialmente e espiritualmente,  quando nossa alma e mente se dedicarem ao próximo sem retorno."  

  Conheci Edson Gomes no evento do Grupo Entre Linhas e Letras, no dia 23 de Junho. Nos vimos em outros eventos, conversamos, tiramos fotos e até então eu não sabia que ele era escritor. Quando adicionei ele no Facebook vi que ele lançaria um livro pela Dracaena, e só vim a saber mais, no evento do Grupo Fantastiverso (do qual ele faz parte) onde ele nos contou um pouco sobre o livro e me deixou totalmente curiosa. Minha mãe, que estava ao meu lado, logo falou "Mariana, temos que comprar esse livro!". Edson nos fez ficar maravilhados com a estória de Rafael, o que me fez chegar em casa e correr, literalmente, para comprar Psíquico. 

  ''As respostas estão onde Deus está. Seu coração é o elo direto com o criador. Se todos parassem para ouvi-lo, com certeza não teríamos tantos questionamentos e sim soluções."  

  Rafael Duarte é um homem bom e especial espiritualmente. Trabalha em um escritório de contabilidade no Centro da Cidade do  Rio de Janeiro, junto à Carla Vicente, uma linda afro brasileira e sua melhor amiga. Carla tem uma beleza natural. Além de ser muito bonita, chama muita atenção por onde passa.  Ela e Rafael são inseparáveis. Ele sempre a leva para casa após o trabalho, e em uma dessas noites, em meio a um temporal, ele avistou uma senhora sozinha no ponto de ônibus. Na mesma hora, ele para o carro para dar uma carona à essa senhora, e após essa atitude sua vida muda para sempre.

  Rafael deixou a senhora, que aparentava ter 40 anos e se chamava Sônia, em sua casa, e depois percebeu que a mulher havia deixado um terço em seu carro. No dia seguinte, ele retorna à casa da mulher para devolver o terço e ao chegar lá, uma surpresa: onde estava a casa? Onde estava a senhora? A casa estava em ruínas. Um homem idoso aparece e pergunta se Rafael precisa de ajuda. É nesse momento que ele descobre a verdade sobre aquele local: A casa foi destruída fazem 30 anos, após uma tempestade com raios e trovões que atingiram somente a casa de D. Sônia e nenhuma outra da vizinhança. O corpo da mulher não foi encontrado, e o senhor pôde assegurar que ela estava dentro de casa, pois na mesma noite ele a havia deixado na porta de casa, já que ele era seu namorado .

  ''Você sabe, nós não podemos forçar ninguém a fazer algo que não queria fazer. Lembra? Livre arbítrio?"  

  Como aquela mulher poderia ter morrido fazem 30 anos, se ele mesmo a havia deixado na porta de casa em meio a chuva, esperado ela entrar e acender as luzes? Vários questionamentos passam pela cabeça de Rafael e ele não sabe no que acreditar, até que ele decide compartilhar a história com sua amiga Carla, que diz que ele deve conversar com sua mãe, que poderia lhe explicar mais sobre o assunto. Quando Rafael vai conversar com Dona Joana, ela esclarece o acontecido: Rafael é um médium, "e dos bons".

  Quando Rafael pensa que suas perguntas serão todas respondidas, mais perguntas aparecem. Rafael agora tem uma missão, mas quem realmente é aquela mulher? Por que ela apareceu somente para ele? E o principal, que missão é essa que só ele tem que cumprir?

  ''Os escolhidos assumem compromissos, porque a certeza do sucesso é absoluta."

[Resenha] Diário de Uma Paixão | Nicholas Sparks

  “Eu não sou nada especial; disso eu tenho certeza. Eu sou um homem comum, com pensamentos comuns, e eu levo uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e meu nome logo será esquecido, mas eu amei alguém com todo meu coração e com toda minha alma, e para mim, isso sempre foi o bastante.”  

  Diário de Uma Paixão foi o primeiro livro publicado - em 1996 - por Nicholas Sparks. Só vim a ter interesse em lê-lo depois que sua sequência (intitulado O Casamento) veio a ser publicado no Brasil pela Editora Arqueiro. Mesmo que em muitas resenhas as pessoas tenham dito que não era necessário ler o primeiro livro para ler o segundo, decidi que iria ler o Diário de Uma Paixão primeiro, e só essa semana tive a oportunidade de fazê-lo.

  "Você é a resposta para todas as minhas orações. Você é uma canção, um sonho, um murmúrio, e não sei como consegui viver sem você durante tanto tempo. Eu amo você, Allie, mais do que você é capaz de imaginar. Sempre te amei e sempre vou te amar."  

  Neste livro conhecemos Noah Calhoun, um jovem apaixonado por poesia, pobre e trabalhador; e Allison - Allie - Nelson, uma jovem de família rica que adora pintar. Os dois são apresentados por amigos que tinham em comum e acabam se apaixonando e passando o resto do verão juntos. Os dois acabam descobrindo sentimentos, gostos e infinitas coisas juntas, até que a mãe de Allie descobre a diferença entre a classe social de sua filha e de Noah, ela resolve impedi-la de ver o namorado e a leva para longe.

''E embora possam me chamar de sonhador, louco ou qualquer outra coisa, acredito que tudo é possível.''  

  Noah passa a escrever uma carta por dia para Allie durante um ano. Foram 365 cartas escritas sem nenhuma resposta. 14 anos sem passam sem que Noah receba uma notícia se quer de Allie, até que um artigo chega às mãos dela e muda o rumo da história dos dois. Allie, que agora é uma mulher noiva, se vê voltando para Nova Berna para ver Noah.

  Allie chega à casa de Noah surpreendendo-o completamente, e apesar de estar comprometida com um advogado bem sucedido que a ama, o sentimento que começou na adolescência ressurge fazendo com que ela e Noah voltem a se amar como antigamente.

  Narrado em primeira pessoa, esse é mais um livro que nos faz sonhar com um amor como os descritos nos livro de Nicholas Sparks. Ele é mestre em nos fazer - pelo menos, me fazer - ficar com raiva da mocinha e amar completamente o personagem principal. Sei que, dessa vez, a culpa do afastamento não foi de Allie, e que no final ela faz a escolha certa, mas ainda assim fiquei com um pouquinho de raiva dela em relação a algumas coisas (mas ninguém ultrapassa a raiva que sinto pela Savannah, de Querido John-rs).

Depois dos Quinze, próximo lançamento da Gutenberg

  Conheci a Bruna Vieira faz mais ou menos 1 anos por causa de seu blog, intitulado Depois dos Quinze, depois que uma amiga havia me indicado a página. Recentemente, Bruna anunciou sua coluna na Revista Capricho e o lançamento de seu primeiro livro: "Depois dos Quinze - Quando Tudo Começou a Mudar".


  Assim como faz em seu blog, Bruna nos conta segredos e desabafos através de suas crônicas, que com certeza, vai fazer você se identificar.



  O livro já pode ser adquirido pelo site da Saraiva clicando aqui, e a querida da Bruna já anunciou data de eventos de lançamento:



RJ – 1/12, sábado, às 17h – Cultura Fashion Mall
LEOPOLDINA (MG) - 12/12, qua, às 19h30 - Casa de Leitura 
SP - 29/11, às 19h - Shopping Pátio Paulista


  Quem aí gostou da dica? Eu espero poder ler o livro em breve, e quem sabe conhecer a Bruna pessoalmente no evento do Rio!  :D

Resultado: Promoção Mal Intencionados

  Olá pessoal! Hoje venho anunciar o ganhador da promoção do livro MAL INTENCIONADOS!
  Foram mais de 1000 entradas no formulário da promo e pude acompanhar as participações no Twitter - que não foram poucas. Fico muito feliz em poder presentear alguém com um livro tão bom, de uma autora tão querida por mim.
  Então vamos ao que interessa! E o ganhador de um exemplar do livro autografado é:

Promoção Natal Literário!

  O ano está acabando, o Natal está chegando e não queremos deixar você sem presentes! É isso mesmo, você não leu errado! O Magia Literária e mais 10 blogs organizaram uma super promoção de Natal, onde serão 12 livros distribuídos em 4 kits e 4 ganhadores. O primeiro sorteado escolherá seu kit e assim por diante. Quer saber como participar? Vamos lá:

Turnê Fantasy - Casa da Palavra

 A Fantasy - Casa da Palavra está começando mais uma turnê pelo Brasil. Estarão presentes os autores Raphael Draccon, Eduardo Spohr, Leonel Caldela, e a nossa parceira Carolina Munhóz.
Abaixo você pode conferir as datas, horários e locais dos eventos. 


03/11 - Feira do Livro de Pelotas
Horário: 20hs
Quem: Carolina Munhóz e Raphael Draccon

04/11 - Feira do Livro de Porto Alegre
Horário: 19hs
Quem: Carolina Munhóz, Raphael Draccon, Leonel Caldela e Eduardo Spohr.

08/11 - Feira do Livro de São Miguel
Horário: 15hs - 17hs
Quem: Carolina Munhóz e Raphael Draccon

11/11 - FLUPP - Morro dos Prazeres - RJ
Horário: 11hs
Quem: Raphael Draccon.

Papo literário: Babi Dewet



  O Papo Literário de hoje é com a autora Babi Dewet, autora de Sábado à Noite.
   Babi tem quase26 anos e segundo ela mesma, ela é uma garota que não se leva muito a sério e só tem quatro anos para arrumar um casamento, ''socorro!", gosta de trabalhar, é super ansiosa, faz mil coisas ao mesmo tempo e adora procrastinar assistindo a séries de TV coreanas. É formada em Cinema, mas trabalha em seu curso onde dá aulas em um projeto de reeducação de adolescentes. Lançou seu primeiro livro esse ano pela Editora Évora, depois de ter passado por uma época como independente!
 Já fiz uma mini entrevista vídeo com a Babi (que vocês podem conferir no final do post) e agora vocês podem saber mais sobre SAN e sobre seus próximos projetos. Confiram:

Como foi a criação dos personagens de Sábado à Noite? Você se inspirou em pessoas de seu convívio para criar cada personalidade e cada nome?
Como era uma fanfic, me inspirei nos garotos do McFLY. Ao transformar pra livro, adequei os personagens aos meus amigos e modifiquei o que podia para que ficasse mais como eles - sem perder a essência. Acho que todo mundo à volta me inspira! 

SAN era uma fanfic. Em que momento você decidiu que poderia virar um livro?
Quando, em 2009, lia os comentários dos leitores e eles diziam que costumavam imprimir a história para ler fora do computador. Dai pensei que poderia dar um livro!

Você tinha um pouco da personalidade de Amanda na sua adolescência?
Acho que toda adolescente tem, por mais que não admita. A gente passa por fases complicadas, por indecisões, faz burrices e nem sempre conta tudo pras amigas.