[Resenha] Uma Questão de Confiança | Louise Millar

















"É possível haver um fim para algo que não teve começo?"
Título: Uma Questão de Confiança
Título orginal: The Playdate
Autora: Louise Millar
Editora: Novo Conceito
Páginas: 384
ISBN: 9788581631936
Ano: 2013
Área Principal: Ficção
Assuntos: Thriller
Sinopse: Em um subúrbio tranquilo de Londres, algumas mães se ajudam através de amizade, favores e fofocas. No entanto, algumas delas não parecem confiáveis e outras têm segredos obscuros. Quando Callie se mudou para seu novo bairro, pensou que seria fácil adaptar-se. Contudo, os outros pais e mães têm sido estranhamente hostis com ela e com sua filha, Rae, que também descobriu como é difícil fazer novas amizades.
Suzy, seu marido rico e seus três filhos parecem ser a única família disposta a fazer amigos, mas, recentemente, a amizade com Suzy anda tensa. Ainda mais com a atmosfera pesada que pairou sobre o bairro após a chegada da polícia e o relato de um possível suspeito morando no bairro.
O que Callie e sua pequena Rae podem esperar? Em quem confiar? E, sobretudo, como imaginar que certas atitudes rotineiras podem colocar em risco a vida de sua pequena filha? Verdades e mentiras parecem se esconder nestas pequenas casas.



  Quando peguei o livro em mãos e li a sinopse pela segunda vez pensei: "Preciso começar a ler este livro agora" e foi exatamente o que fiz. Me vi às duas horas da manhã de uma quinta-feira conhecendo Callie, uma mulher separada que vive sozinha com a filha de 8 anos que possui problemas cardíacos; Suzy, uma mulher bonita, mãe de três filhos e esposa de um homem que lhe dá tudo, mas que praticamente não para em casa; e Debs, uma professora que é um tanto misteriosa, casada e que carrega um tormento em sua vida. As três vivem em Hampstead, Londres, e se conhecem por causa da vila na qual moram. Callie se sente solitária por ser ignorada pela vizinhança e só ter Suzy como amiga. Quando Debs chega em sua rua ela vê a possibilidade de uma nova amizade surgir, mas Suzy começa a pensar que ela esconde algo muito sério e que não merece a confiança das duas quando, na verdade, não é só Debs que possui um segredo e que não é tão confiável como parece ser.

  Ao ler a sinopse você começa a imaginar milhões de possibilidades para o rumo da história. Eu, por exemplo, parei várias vezes a leitura para reler a sinopse e pensar em uma nova possibilidade. A leitura começa calma, você começa a pensar que o livro não é tudo aquilo que você imaginava, mas Louise Millar te surpreende e a partir de certo momento você não consegue largar o livro até conseguir terminar de lê-lo. 

  A confiança é a peça chave. Terminei a leitura pensando na mensagem que Louise nos deixa: podemos dizer que conhecemos uma pessoa 100% e ainda assim não saberemos tudo sobre ela. Isso é realmente verdade. Todo mundo tem algo que nunca contou para seu vizinho, seu colega de turma e até mesmo o seu melhor amigo, e a pergunta é: por que ele não faria o mesmo?

 Gostaria de falar de cada um dos personagens, mas acho que a leitura será muito mais interessante se vocês forem conhecendo cada um e sua personalidade de cada vez. Cada um tem seu segredo e acaba te surpreendendo de certa forma. Os personagens foram bem construídos e o enredo mais ainda. Por mais que eu ache que tenha demorado um pouco para que toda a ''confusão'' começasse a acontecer, adorei a forma como cada acontecimento foi retratado.

  Um diferencial do livro é a narrativa. Cada capítulo é separado por uma personagem e tem os dias da semana (como um diário) no inicio. Quando o capítulo é de Callie o livro é narrado em primeira pessoa já que ela é a personagem principal, mas quando o capítulo é de Suzy ou Debs a narrativa é em terceira pessoa. Gostei disso, mesmo tendo achado no inicio que não daria certo e que a narrativa se tornaria confusa, porém no final isso se torna ainda mais motivador para continuar a desvendar o mistério.

   Esse, sem dúvidas, é um livro onde a autora nos incentiva a continuar a leitura de uma forma arrebatadora, querendo saber mais, querendo ler mais e querendo fazer parte da história. Aconselho que iniciem a leitura prestando atenção no mínimos detalhes e mesmo assim, uma coisa eu garanto:  vocês irão se surpreender.