Projeto Beletristas: Valorização da Literatura Nacional

Projeto Beletristas: A literatura nacional tem sido pauta para muitos debates atualmente. Diversos movimentos visam valorizar o que a literatura nacional tem de melhor e mostrar que o preconceito está muito mais na mente das pessoas do que baseado na realidade. O que você pensa sobre esses movimentos? Qual deles você apoia?

  Desde o ano passado tenho estado em contato com muitos autores nacionais, e nesse meio passei a ver não só o talento dos nossos autores, como o preconceito que existe com nossa literatura. Já vi pessoas dizerem "autores nacionais não são bons" ou até "nunca compraria um livro nacional". Para mim, escutar isso, foi quase um pecado.

  Meu amor pela leitura começou quando eu tinha 9 anos, e até meus 14 eu não havia lido um livro nacional (não por não querer, apenas por não conhecer ainda). Li alguns textos e trechos de livros de Clarice Lispector (♥), Martha Medeiros, Caio Fernando Abreu e Paulo Coelho nessa idade, e no mesmo ano tive o desejo de criar um blog uma semana antes da Bienal do Livro. Foi aí, pesquisando, que conheci o blog das Gêmeas e vi que elas estariam publicando um livro na Bienal. Elas foram as primeiras autoras nacionais que conheci, e Sete Vidas foi o primeiro livro nacional que li por completo. No meu segundo dia de Bienal conheci outros autores nacionais, comprei livros nacionais e agora eles são praticamente maioria na minha estante (e olha que ela é beeem grande).

  Sabemos que no Brasil nossa literatura ainda não é totalmente valorizada. Não é por falta de autores, nem por falta de leitores, que mesmo sendo poucos comparado a quantidade de pessoas que vivem no nosso Brasil, são uma bela quantidade. É falta de atenção e de incentivo. Primeiramente de Editoras, que não fazem um marketing tão grande para livros nacionais quanto fazem para todos os internacionais, e depois, de leitores, que por conta da falta de suporte das Editoras, acabam por não conhecer bem nossos autores e livros publicados.

  Já li muitos livros nacionais muito melhores que livros internacionais e por mais que tenha gente que fale que é "puxa-saquismo" gosto de divulgar mais e mais a nossa literatura. É isso que falta também. Blogueiros e leitores que levem nossa literatura para frente, estejam em contato com as Editoras (hoje em dia qualquer um pode mandar um simples e-mail) e mostrar que nós queremos ser valorizados, que nós queremos ler mais, que nós queremos entrar em uma livraria e ver um livro de um autor que conhecemos até pessoalmente esteja lá. Acredito que não sou a única, mas já entrei em uma livraria, vi um livro nacional e fiquei toda boba como se o livro fosse meu. É como se eu ouvisse uma voz no meu ouvido falando "estamos chegando lá...". E Sim. Aos poucos vamos chegando lá.

#EuLeioBrasil