[Resenha] A Ideia | Lucas Chagas




"O que esquecemos é que o destino pode ser ardiloso e nos guarda surpresas." - Pág. 117
Título: A Ideia
Autor: Lucas Chagas
Editora: Novo Século
ISBN: 9788576797661
Ano: 2012
Páginas: 424
Sinopse: Um homem, no limite do sofrimento, decide compartilhar sua jornada e escreve a mais sincera declaração de amor. Dessa forma, ele leva até você, leitor, a trajetória vívida de uma paixão que, sem imaginar, mudaria sua forma de ver a vida. Beatrice Dumont, 23 anos, estava habituada à mesmice da sua vida, mas percebe, durante uma noite de forte chuva, que aproveitava pouco sua juventude. E tudo parece piorar quando ela se apaixona por Benjamim. Porém, ela nem imagina o que a espera... Sem achar uma luz no fim do túnel, sente a necessidade de dar um passo em direção à mudança de vida. Mas o que ela parecia ter esquecido é que a felicidade, muitas vezes, pode trazer consigo perdas irreparáveis, principalmente quando os laços afetivos com as pessoas que amamos são muito fortes. A Ideia não é uma história de um amor perfeito, no qual o universo conspira a favor. É uma história de luta pelo amor, quando tudo parece estar contra. Fala da vida em sua brevidade, sem deixar de lado os instantes que fazem dela algo eterno.

  Beatrice Dumont é estudante de Letras, tem 23 anos e está sempre muito envolvida com seus estudo. Beatrice vivia sempre lamentando sua vida, pois nada acontecia da forma como ela queria ou imaginava, e após enfrentar a perda de seu pai e sua mãe, foi criada por Vera, sua tia com quem tinha uma relação difícil, mesmo que ela demonstrasse cuidado. Mesmo com todos os problemas que tinha, Beatrice seguia em frente, cercada de amigos que não a deixavam sozinha. A verdade, é que Beatrice buscava a felicidade, mas não a felicidade momentânea, porém o destino lhe guardava surpresas, surpresas essas que a levarão a reencontrar Benjamin, um universitário de 24 anos que estava cursando medicina e vinha de uma família tradicional. Basta um encontro para que a vida dos dois mude. Benjamin e Beatrice se apaixonam e começam um relacionamento, que vai durar até que o destino resolva lhes surpreender mais uma vez. Só que dessa vez, não será por algo bom.
 "Se o amor é vida, então me sentia imortal." - Pág. 394
  Embalada por trechos de músicas inesquecíveis e poemas tocantes, a narrativa nos envolve de uma forma especial, que nos faz pensar que estamos lendo os pensamentos de Benjamin, que é quem narra a história dele e principalmente a de sua amada. Acho que as únicas coisas que me incomodaram um pouco no livro foi a extensa rotina dos personagens -o que me deixou um pouco desanimada no inicio por começar a leitura cheia de expectativas - e a baixa estima de Beatrice, mas o autor acaba mostrando para o que veio e acabei sendo surpreendida com o desfecho do livro. Fiquei apreensiva, ansiosa, chocada, triste... o autor soube como criar momentos reflexivos e até filosóficos, muitas vezes.

  O autor criou muito bem seus personagens e a narrativa em primeira pessoa. Já vi muitos autores dizerem que escrever um livro em primeira pessoa não é fácil, agora, escrever um livro em primeira pessoa, onde um personagem praticamente conta a história de outro, é algo novo para mim. Gostei bastante da ideia do autor e como isso tornou a história ainda mais interessante, já que ele nos passa toda a sensibilidade de Benjamin.
 "[...] acredito que quem conhece a história de alguém pode conhecer também seu coração" - Pág. 14

 Algo que me atraiu muito na leitura são as citações de poemas de Mário Quintana, músicas de Renato Russo, Djavan, Rita Lee, Cazuza, Tracy Chapman, Cássia Eller. As lindas declarações e reflexões embalam a leitura de surpresas e muito amor. Agora, algo que me encantou desde o inicio foi a capa. A capa completa (imagem ao lado) é muito, muito bonita. Logo quando a vi fiquei imaginando milhões de coisas sobre a história. Sem dúvidas, nota 10 para a capa e o trabalho gráfico da Editora Novo Século.

"Minha vida não foi feita para se longa, e a vida não precisa ser longa para ser bem vivida. Eu fiz-me minha história." - Pág, 330
A Ideia é um romance tocante, que traz a trajetória de um amor que se mostra forte, e sobrevive intensamente. O livro nos deixa uma lição, que deve ser refletida. Basta o inesperado, aquilo que foge do nosso controle, acontecer, para que fiquemos sem reação ou sem chão. Não fazemos ideia que as vezes a vida não segue o que planejamos, porém ela é perfeita como tem que ser. Nada é por acaso. E é por isso que eles viveram uma grande história. Recomendo!

E deixo aqui meu agradecimento ao autor por enviar um exemplar para resenha! Obrigada pela oportunidade, Lucas! Em breve tem promoção aqui pessoa, fiquem de olho ;D

Confiram o Book Trailer:

Comentários

  1. nossa, não conhecia esse livro, e sl, adorei sua resenha >.< fiquei com vontade de ler o livro hihi
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Realmente a capa é diferente é bem interessante. Ter um livro com citações de poemas e músicas é tudo de bom! Não conhecia o livro, agora lendo sua resenha fiquei curiosa em ler.

    ResponderExcluir
  3. Estou lendo, estou perto do fim. Entro em devaneio após cada página lida.

    ResponderExcluir
  4. Conhece o autor em um evento literário que fui e já fiquei curiosa,vou ler com certeza e ainda mais ele é da minha terra :Recife.


    ótima resenha!


    abraços,

    day.

    ResponderExcluir
  5. Oi Mariana,
    parabéns pelo blog, muito bonito!
    E que mais ideias legais surjam esse ano!

    Um abraço!
    lucas_cpm89@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Gosto muito de romance e esse me chamou a atenção. Beatrice parece ser uma boa protagonista e estou querendo ler um romance tocante, principalmente com pessoas humanas!!!pela capa não imaginaria essa história!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas