[Resenha] Sonhe Mais | Jai Pausch

"Quando um sonho se despedaça devemo recolher os cacos e criar um novo."
Autora: Jai Pausch
Titulo: Sonhe Mais
Título original: 
ISBN: 9788581630557 
Ano: 2013 
Número de páginas: 256 
Área Principal: NÃO-FICÇÃO
Assunto: AUTOAJUDA 
Sinopse: Jai Pausch passou por um trauma: a perda do marido para um câncer de pâncreas. A enfermidade de Randy Pausch também destruiu as verdades e as certezas em que Jai acreditava.Pega de surpresa pela doença, que avançou rapidamente, Jai Pausch precisou inverter suas prioridades. Acostumada a cuidar da família, percebeu que aquele era, também, o momento de cuidar de si mesma, porque, do contrário — caso fraquejasse —, sua família não sobreviveria. E, apesar de todas as alterações pelas quais passou, foi capaz de registrar a maior parte de suas experiências, dúvidas e medos.

Este registro acabou se constituindo num relato vigoroso sobre como a morte muda o relacionamento entre as pessoas e sobre como é possível sobreviver, passo a passo, a essas mudanças.
Sonhe Mais é referência para todos os que estão vivendo uma fase de transição e é leitura obrigatória para aqueles que passaram, ou estão passando, por um momento de dor
Poderia definir esse livro como superação e mesmo expressando a minha opinião não chegarei nem perto do que se refere, pois é uma grande lição de vida, algo grandioso, comovente, impressionante que emociona a cada página e que nos amadurece em cada cena contada. Um amor que não abandona;acolhe. Um amor que não se afasta; aconchega.Que enfrenta barreiras mas que jamais perde a essência e sua intensidade. Ate que a morte os separe. Esse sim é o amor de Jai e Randy Pausch.


 Jai Pausch é esposa de Randy Pausch, o autor de "Lição Final". Neste livro, Jai resolve contar a história de  seu marido e sua família. Randy era um Phd em Ciência de Computação na Universidade Carnegie Mellon, em Pittsburgh quando se conheceram. Ele fazia pesquisas de computação gráfica no mesmo local que Jai trabalhava enquanto fazia doutorado em Literatura Comparada. Randy era tranquilo e ao mesmo tempo brincalhão, o que deixou Jai tão a vontade que ela sentiu que se apaixonou por ele a primeira vista.
 Jai já havia tido uma experiência negativa vinda seu primeiro casamento, então desde a separação não confiava em encontrar um amor verdadeiro, porém com Randy era diferente. Eles combinavam em tudo. Ele a fazia se sentir especial. Os dois acabaram casando em maio de 2000 e em 2001 nasce o primeiro filho Dylan e logo depois Logan e Chloe. A magia do relacionamento continua a mesma com o nascimento dos filhos e tudo parecia um sonho. Os dois dividiam as tarefas de casa, a atenção aos filhos, Jai assumia as responsabilidades de casa e Randy as finanças. Tudo parecia um sonho até que uma ligação muda a vida, a rotina e os próximos ano de vida do casal e de sua família. Randy, estava com câncer no pâncreas.
"Quando a vida parece um mar de rosas, é difícil imaginar o chão tremendo e depois engolindo você por inteiro." - Pág.19
 Jai Pausch faz com que Sonhe Mais se transforme em um diário pessoal, onde vemos a reviravolta da vida dela e de sua família. O amor inabalável que existia entre ela e seu marido é posta em prova de uma hora para outra, e eles tem que aprender a conviver com essa luta incansável de usar as coisas ruins da vida, fazer a diferença e cicatrizar as feridas. Ao invés de se amargurar, Randy enfrentou a doença de frente, escreveu um livro (publicado em 2008, e intitulado Lição Final), onde fala de seu dia a dia com a doença, enquanto Jai resolveu dar um tipo de continuação a obra e ao trabalho do marido escrevendo Sonhe Mais e nos comovendo a cada palavra.
"Mas a vida não espera e eu tinha de encarar quaisquer desafio que surgisse no caminho." - Pág. 196
 A verdade é que a morte não espera, e nem quer negociar, ela estraçalha os sonhos. É como uma dor que não some. Mas a mensagem que Jai passa é que a vida continua, e a forma de se salvar é lutando para que o coração não se endureça e receba o amor daqueles que ficaram. Terminei a leitura do livro chorando, e me emociono também ao escrever essa resenha. Esse é um livro que recomendo para aqueles que precisam de um incentivo a continuar seguindo em frente, e que precisam ver que mesmo com uma doença terminal, é possível aproveitar seus momentos com sua família e as pessoas que te amam.

Comentários

  1. Que história mais linda e emocionante. Acho que no momento gostaria de ler algo inspirador e e motivador, algo que dê esperança mesmo para as situações mais difíceis. E alguma coisa que te lembre que no meio da dor, existem pessoas que te amam e que podem te apoiar e tornar o sofrimento menos "pesado".
    Adorei a resenha e quero ainda mais o livro!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Pela sinopse parece ser um livro sensacional!
    E com a sua bela resenha não vejo a hora de ler este livro. Obrigada pela recomendação.

    ResponderExcluir
  3. Tinha visto esse livro no circuito e entre os lançamentos da novo conceito foi o que mais me chamou atenção, realmente nem a vida nem a morte são justas, como você disse esse livro tem uma mensagem importante, para aqueles que estão sofrendo com a perda, me emocionei só de ler a resenha, achei os quotes lindos também, agora tenho certeza de que irei comprar.

    ResponderExcluir
  4. Confesso que não ia ler porque tem câncer, como perdi meu pai para essa doença não consigo ler livros assim sem ficar triste.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não gostei muito do tema do livro, mas tenho certeza q outras pessoas vão gostar.
    Acho q vou ficar triste demais lendo o livro.

    ResponderExcluir
  6. Ganhei esse livro e tô adorando! História super emocionante! Adorei a resenha *-*
    https://411dreams.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas