[Resenha] Jardim de Inverno | Kristin Hannah

"Um dia por vez; era assim que se fazia." - Pág. 115
Autores: Kristin Hannah
Titulo: Jardim de Inverno
ISBN: 9788581630359
Editora: Novo Conceito 
Ano: 2013
Número de páginas: 416
Área Principal: Ficção
Assuntos: Drama
Sinopse: Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas. 
A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história. 
Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família... E mudará tudo o que elas pensam que são.
A história que sua mãe conta é como nenhuma outra já ouvida por elas antes — uma história de amor cativante e misteriosa que dura mais de sessenta anos e parte da Leningrad congelada e devastada pela guerra até o Alasca, nos dias atuais. A obessão de Nina por esconder a verdade as levará a uma inesperada jornada ao passado de sua mãe, onde descobrirão um segredo tão chocante, que abala a estrutura da família e muda quem elas acreditam ser.

 Meredith e Nina tem o hábito de ouvir as histórias encantadas de sua mãe. Meredith com 12, e Nina com 9, sempre ficaram fascinadas com os contos de fadas contados por sua mãe, Anya, com tanta intensidade, mesmo que a relação delas fossem distante. Seu pai, Evan, ao contrário de sua mãe, era amoroso, atencioso e sempre dava um jeito de contornar a relação de sua esposa com as filhas. Anya sempre tão amarga rejeitando suas filhas, terminava de contar uma história e logo se afastava delas. Isso incomodava principalmente Meredith, já que para ela, seu pai agia como se não enxergasse o comportamento estranho de sua mãe. Depois de um certo acontecimento em que Meredith e sua irmã passam vergonha graças a sua mãe, ela promete a si mesma que nunca mais deixará isso acontecer.

 Vinte e oito anos se passam e agora Meredith está mais madura, cuida dos negócios de seu pai, tem duas filhas e dá o seu melhor para não ser o que sua mãe foi para ela. Mesmo passando por um momento difícil em seu casamento ela conta com a ajuda  do pai. Sua mãe, mesmo com 81 anos, parece cada vez mais distante e continua calada, sem demonstrar nenhum carinho.Sua irmã Nina trabalha em Nova Iorque e é uma fotojornalista renomada. Ela não tem paradeiro, segue o roteiro do seu trabalho e tem uma relação aberta com Danny, que trabalha com ela.

 Evan fica doente e seu coração está cada vez mais fraco. Mesmo vendo seu marido falecer Anya permanece fria, porém antes de morrer Evan pediu que sua filha Nina insista para que sua mãe termine de contar uma de suas histórias, pois só assim elas poderiam compreender o comportamento e o jeito de sua mãe.
"Cada escolha mudava a estrada pela qual se seguia e era fácil demais terminar indo na direção errada." - Pág. 273
 Jardim de Inverno é, sem dúvidas, um dos livros mais emocionantes que vi. Quando li a sinopse me interessei por mencionar a Segunda Guerra (gosto de livros que mencionam Holocausto, Segunda Guerra e coisas do gênero), porém quando comecei a ler o livro me esqueci um pouco disso e fui totalmente surpreendida. O livro meio que nos apresenta à história de forma calma, de repente você está envolvida e sente a raiva de Meredith e Nina pelo comportamento da mãe, e depois se vê chorando por saber a verdade e tem vontade de encontrar Anya e pedir perdão por ter pensado tão mal dela.
"Às vezes, um nome é tudo que resta"  - Pág. .374
 Viajamos para a congelada e sofrida Leningrad e vamos até o Alasca presos pela intensidade inexplicável de Jardim de Inverno. No inicio da leitura achei muito detalhada, mas mesmo assim percebia que cada detalhe não deveria ser dispensado.

 Acredito que todos irão se emocionar tanto quanto eu ao ler essa história magnífica. A alegria, a tristeza, os bons e os maus momentos levaram Anya a ser o que ela se tornou, mas todo mundo muda a todo momento, e como para tudo existe um "porquê" o motivo que levou ela a mudar, fará com que ela volte a ser a mulher que era antes.

Comentários

  1. olá! que resenha linda! ainda não tinha lido nenhuma sobre o livro, simplesmente quando vi o lançamento pensei: tenho que ler!!! tenho que ter!conhecendo melhor a história percebo que ela tem todos os elementos que prometem me fazer chorar e me cativar! estou doida pra ler!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Thaila :D
      Se você já estava querendo comprar, compre-o! Ou melhor, espere um pouquinho que teremos promo esse mês aqui no blog haha
      Beijão,
      e volte sempre :)

      Excluir
  2. Mari

    Esse livro estava na promo na Amazon no formato digital e quase o comprei, agora tenho que esperar meu cartão virar de novo porque depois dessa sua resenhas preciso mais ainda dele~rs

    Beijos imensos
    Raffa Fustagno
    http://www.livrosminhaterapia.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cooooorre Raffa! hahaha
      Quando vi eu esperava algo bom, mas não TÃO bom. Depois me diz o que achou!
      Beijão

      Excluir
  3. Eu estou dando uma pausa em livros emocionantes hahaha ando lendo mais fantasia, ficção e tal =P Mas esse parece ser bem legal =D

    www.resenhasealgomais.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é sempre bom né Thaís?
      Eu também tinha dado uma pausa dos emocionantes, até ler Jardim de Inverno sem saber que era tão emocionante assim haha Indico, sem dúvidas!

      Excluir
  4. Oi Mari!
    Essa é a primeira resenha que li do livro e fiquei encantada.
    Qd vi a sinopse e a capa pensei: que livro maravilhoso deve ser e sua resenha, os quotes escolhidos, a ideia de ser surpreendida por uma história intensa me faz pensar: preciso ler! rsrs

    bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Luna!
      Quando vi a capa achei realmente muito linda!
      A história ainda traz mais surpresas. Espero que possa ler logo. Teremos promo ainda esse mê ;)

      Excluir
  5. Adoro livros que tenham como cenário a Segunda Guerra Mundial ou algum fato histórico, por isso adorei A menina que roubava livros.
    Achei a sinopse bastante interessante e fiquei curiosa para saber o que aconteceu com a mãe de Meredith e Nina.
    Adorei a capa, é um pouco misteriosa e acho que combina com a trama.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, Pamela!
      Combina perfeitamente, pois história de surpreende a capa momento.
      Obrigada por seu comentário,
      volte sempre :)

      Excluir
  6. Esse livro não é meu tipo de leitura. Mesmo sendo emocionante, não é o que eu estou procurando no momento, acho que seria bacana para quem gosta do gênero, mas essa pessoa não sou eu.
    Eu realmente não consigo imaginar uma história que envolve holocausto sendo calma... Esse livro deve ser bem diferente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando digo que a história é apresentada de forma calma, é porque a autora nos apresenta aos mistérios e dúvidas calmamente, para depois "vir com tudo" rs
      É um livro realmente diferente, porque justamente por essa característica você não esperava tudo que acontecerá no final.
      Se ler, volte para me contar o que achou!
      E volte sempre :)

      Excluir
  7. Realmente, eu me apaixonei pela capa.
    E depois da resenha estou pensando seriamente em colocar o livro na minha lista de leitura.

    Beijooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito linda, né Nathalia?
      Espero que goste!
      Beijão

      Excluir
  8. Eu amo essa capa!!
    Fiquei encantada com a resenha e espero ler o livro em breve, a história dessa família parece linda!!!

    ResponderExcluir
  9. Até eu me interessei agora em saber o por quê da Anya ser assim, acho a capa linda apesar de não ler muitos livros emocionantes

    ResponderExcluir
  10. Nossa, pela sua resenha e pelo book trailer (apesar da voz parecer mais um comercial hahaah) essa história realmente parece ser emocionante, nunca havia lido nenhuma resenha sobre esse livro, já havia visto porém a capa e amado, mas tinha totalmente me esquecido dele, amei a resenha, me deixou totalmente curiosa pra saber qual é o mistério por trás da mãe das meninas, finalmente entrou pra minha lista haha bjão

    http://psicosedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Desde a época do lançamento tenho interesse nessa trama.
    Parece bem emocionante. Daqueles de nos prender às páginas do livro.

    Bj!

    ResponderExcluir
  12. Heey :) Adorei, linda de mais a resenha! Quando vi a capa do livre tive uma paixão a primeira vista!!! Estou doida pra ler!

    ResponderExcluir
  13. Olá, Parabéns pelos artigos, eles tornaram o Blog excelente!!!
    nosso site e confira os Tipos de Grama que trabalhamos:
    Grama Esmeralda
    Grama Bermudas
    Grama São Carlos
    Grama Batatais
    Grama Santo Agostinho
    Grama Coreana

    Fornecemos para todo o Brasil, solicite-nos um orçamento para sua cidade e obtenha o melhor Preço de Grama do mercado, entre tantos municípios distribuímos:
    Grama em São Paulo SP
    Grama em Campinas SP
    Grama em Guarulhos SP
    Grama em Ribeirão Preto SP
    Grama em Belo Horizonte MG
    Grama em Rio de Janeiro RJ
    Confira !!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas