[Resenha] O Livro da Loucura e das Curas | Regina O'Melveny

"Nada acontece como se espera, nada é como parece ser."
Autora: Regina O´Melveny
Titulo: O Livro da Loucura e das Curas
ISBN: 9788581630427
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 352
Área Principal: Ficção
Assuntos: Drama
Sinopse: Após o desaparecimento repentino de seu pai, Gabriella Mondini enfrenta uma crise: sem o seu aconselhamento, ela não pode mais praticar a medicina. Então, junto de seus dois fiéis servos, Olmina e Lorenzo, ela explora toda a Europa para descobrir para onde — e por que — ele se foi. Seguindo pistas das ocasionais e enigmáticas cartas do pai, ela vasculha as capitais europeias expandindo os horizontes de seu mundo e acrescentando conhecimentos ao imenso livro das curas que está escrevendo. No entanto, ela não conhecerá apenas os limites físicos do continente, mas, também, os mistérios do amor, da perda e da mortalidade. Mistérios que estão no coração de cada alma viajante, especialmente na alma de seu pai.


 Estamos em 1590, na Venezuela. A Doutora Gabriella Silvana Mondini tem 20 anos e é filha de Alessandra e Ernesto Bartolomeu Mondini, um médico que sempre deixou sua filha lhe acompanhar durante suas consultas. Gabriella não tinha uma boa relação com sua mãe, que a rejeitava desde seu nascimento, mas Olmina, a mulher que lhe deu seu leite quando ainda era um bebê, tinha carinho e dedicação de sobra e estava sempre ao seu lado. 
"Ele era meu pequeno telescópio, minha lente de aumento, gentil, instrutor e médico austero” - Pág. 32
Quando seu pai decidiu ir embora Gabriella não aceitou essa decisão pois queria ir com ele, já que os dois estavam trabalhando no livro das doenças e fazendo pesquisas para incluir algumas enfermidades negligenciadas pelos médicos, porém ele não permitiu e sempre enviava cartas a ela de todos os locais que havia passado, ou pelo menos quase todos. Mais já haviam se passado 10 anos e ele não voltava. Ela seguiu a profissão de seu pai, a Medicina, e sabia que precisava do seu maior idealizador. Com o objetivo de concluir o livro das doenças, com o incentivo e companhia de Olmina e seu marido Lorenzo, Gabriella carrega as cartas de seu pai e sai em busca dele.

 Gabriella é uma ruiva determinada, focada nos seus objetivos e muito além de seu tempo. Ela pratica a cura das pessoas, e sente que para encontrar a si mesma, ela precisa encontrar seu pai primeiramente. Ela enfrenta uma batalha para encontrar seu pai e nesse caminho ela conhece médicos e grandes conhecedores da Medicina, que não lhe dão esperanças em reencontrar seu pai e até insinuam que ele não estava lúcido nos últimos tempos, mas Gabriella confiava em seu pai e estava certa dos procedimentos dele.
"Ele era a história que não havia lido por completo, o livro que mantinha com segredo” - Pág. 266
O livro começa com um mapa mostrando a viagem de Gabriella. Tudo durante o caminho de Gabriella é retratado com muitos detalhes. Cada vila, campo, floresta... Achei que a leitura acabou ficando um pouco lenta, mas não só pelos detalhes, como pela quantidade de personagens que entram no enredo e logo saem, o que deixa pistas confusas e diálogos que prolongam o porquê dos acontecimentos.
Achei Gabriella uma personagem destemida sem receio de cometer erros. A narrativa em primeira pessoa nos transmite a uma época onde a mulher não tinha opinião, muito menos profissão, e ela diferente de sua mãe. que se casou aos 15, só pensava na Medicina e a sabedoria que ela tinha vinha de seu pai e sem ele não havia objetivo de continuar. 

Admito que quando li a sinopse e vi livro eu esperava mais dele. Muito mais. Achei algumas coisas mal resolvidas ao longo da leitura. Gostei muito como a autora descreve as características dos locais, mesmo que sentisse exagero em alguns momentos, mas a pesquisa bem feita da autora ficou bem clara ao explicar sobre as doenças daquela época e como cura-las. O tão esperado desfecho poderia ser outro, ao meu ver, porém me deixou um tanto surpresa. 

Por fim, "O livro das Loucuras e das Curas" é um livro onde a protagonista é uma heroína se aventurando e amadurecendo com seus próprios limites, porém é um livro que também sentimos falta de um ritmo mais rápido na leitura. De qualquer forma leiam, e venham me falar em que pontos concordam ou não comigo.