[Resenha] O Livro das Princesas | Meg Cabot, Paula Pimenta, Lauren Kate e Patrícia Barboza


Título: O Livro das Princesas
Editora: Galera Record
Autoras: Meg Cabot, Paula Pimenta, Lauren Kate e Patrícia Barboza
Páginas: 288 
ISBN: 978-85-01-40325-4
Sinopse: Era uma vez... Em uma terra ensolarada, quatro princesas das letras se reuniram. E, com a ajuda da fada madrinha do talento, deram seu toque mágico a histórias muito amadas. E viveram felizes, para sempre! Era uma vez... Em uma terra ensolarada, quatro princesas das letras se reuniram. E, com a ajuda da fada madrinha do talento, deram seu toque mágico a histórias muito amadas. E viveram felizes, para sempre!

 Quando eu soube que Patrícia Barboza e Paula Pimenta escreveriam um livro com Meg Cabot e Lauren Kate não pude deixar de ficar feliz. Mesmo sabendo que cada uma escreveria seu conto, a Pat é uma pessoa/escritora de quem gosto muito, a Paula me ganhou com sua simpatia e eu vi que nossa literatura nacional está crescendo cada vez mais. Não pude deixar de ir no lançamento que aconteceu no último dia 6 aqui no Rio. O livro é composto por quatro contos, cada um escrito por uma escritora, onde elas fazem uma releitura da história de quatro princesas para os nossos dias atuais.
"Uma coisa é fantasiar, Belle [...] recusarse a enfrentar a realidade porque tem esperança de algo que jamais existirá é outra inteiramente diferente. Na psiquiatria, chamamos de delírio" - Pág. 11 - "A Modelo e o Monstro"
 O conto de Meg é o primeiro do livro. Ela escolheu minha princesa favorita, a Bela, de A Bela e a Fera. No conto conhecemos Belle Morris, uma modelo muito famosa que irá se surpreender bastante em um cruzeiro que vai de Miami à São Paulo. Gostei bastante do conto de Meg, mas ainda senti falta de algo que pudesse me ganhar por completo. Acho que Meg deixou as coisas acontecerem rápido demais. Na verdade, acho que o conto acabou rápido demais. Meg podia ter escrito mais algumas páginas e nos apresentar um desfecho, digamos, mais trabalhado. 
"Eu sempre faço essa parte do show mais para o final, mas acho que hoje vou ter que adiantar. Porque a garota com quem eu gostaria de dançar tem uma estranha tendência a desaparecer de repente..." - Pág. 182 - "Princesa Pop"
 Depois conhecemos Cintia, a Cinderela Pop da Paula Pimenta. Que conto maravilhoso é esse? Eu simplesmente não consegui largar até que terminasse. Minha mãe chegou a vir me dar a janta e eu arranjei uma forma de apoiar o livro aberto na mesa para poder comer e ler ao mesmo tempo. A Paula conseguiu fazer uma releitura completa. A Cinderela, o príncipe, a madrasta, as irmãs, a Fada Madrinha... Cada detalhe foi muito bem utilizado pela Paula e ela não deixa nenhum furo. Aliás, o conto dela me deixou com uma vontade imensa de assistir ao filme "A Nova Cinderela", com a Hilary Duff. A única semelhança é que as duas protagonistas usam All Star, mas eu realmente fiquei com vontade de assistir ao filme - e é o que estou fazendo neste exato momento - haha.
"Era uma sensação muito estranha subir a escada de um palácio escuro  e cheio de correnter de ar, cavalgando um unicórnio" - Pág. 230 - "Eclipse do Unicórnio"
 O conto de Lauren Kate é o terceiro e, infelizmente, o que menos gostei do livro. Lauren escolheu a Bela Adormecida e mesmo que sua escrita seja impecável, sua releitura não me envolveu. Em seu conto temos uma princesa sim, mas ela não me pareceu a personagem principal. Temos Percy, um garoto apaixonado pela ex-namorada, que vai para Paris e acaba vendo que contos de fada podem existir. O final do conto também não me agradou muito, e talvez seja porque ela foi a que menos trouxe sua princesa para "nossa realidade". 
"Aí você vai se lembrar de que, quando era criança, leu sobre uma garota que havia sido presa pela bruxa no alto da torre e que tinha longos cabelos. 'Rapunzel, jogue-me as suas tranças!' Sim, sou eu mesma, muito prazer" - Pág. 242 - "Do Alto da Torre"
 E por último, mas não menos importante, Patrícia Barboza nos apresenta a Camila, uma menina linda de que foi gentilmente apelidada pelos colegas de "Rapunzel" por ter longos cabelos loiros, mas pretende cortá-los em breve. Algo que percebi ao ler o conto, é que havia me esquecido por completo do conto original. Dentre os quatro neste livro, ele é o que me parece mais difícil de ser adaptado, mas Pat soube como fazê-lo direitinho. Acho que nenhuma das outras escritoras teria criado uma Rapunzel atual melhor do que a Pat fez. Ela criou uma personagem tão carismática quanto ela, e como não poderia faltar, temos música em seu conto! A Camila é apaixonada pela Katy Perry e agora sempre que escutar "Wide Awake" irei me lembrar da Pat. Vocês terão que ler para saber o porquê (risos). 

882474_10151363721017713_354189235_o64133_10151361166022713_2039560683_n884341_10151363680122713_147131161_o581903_10151361190532713_2084055905_n
Ilustrações de "A Modelo e o Monstro", "Princesa Pop", "Eclipse do Unicórnio" e "Do Alto da Torre" respectivamente.


 A capa do livro é simplesmente LINDA! No dia do evento eu havia feito as unhas inspiradas na capa, mas na hora acabei esquecendo de mostrar para a Patrícia e para a Paula. Como a Pat ficou curiosa, ontem mesmo, assim que acabei de ler o livro, corri para pintar as unhas. As do dia do evento estavam mais bonitinhas, porque não foram feitas na correria, mas dá para matar a curiosidade - haha.

 Apesar de não ter gostado de um conto, o livro vai sim ganhar minhas 5 estrelas. Os contos da nossas brasileiras foram meus preferidos, e acredito que serão os de muitas outras leitoras. Deixo aqui meu parabéns pelos belíssimos contos e um agradecimento a Galera Record por juntar essas  autoras que amamos ♥