[Resenha] Não Faz Sentido | Felipe Neto



Título: Não Faz Sentido
Subtítulo: Por Trás da Câmera
Autor: Felipe Neto
Editora: Casa da Palavra
ISBN: 9788577343935
Páginas: 272
Sinopse: Você já conhece o Não faz sentido. Agora vai conhecer tudo sobre seu criador, o maior vlogger do Brasil. Criado por Felipe Neto em 2010 sem maiores pretensões, o Não Faz Sentido tornou-se um fenômeno da internet brasileira e o primeiro canal de vídeos em língua portuguesa a ultrapassar a marca de 1 milhão de inscritos. Confundido muitas vezes com seu personagem reclamão, Felipe Neto expõe nesta obra sua outra face, sem óculos escuros, muito diferente da que se vê em seus vídeos mais famosos. Do garoto que se levantou da falência para a exposição meteórica (que o acabou levando à depressão); dos bastidores envolvendo o vídeo contra a série Crepúsculo ao desentendimento com celebridades; acompanhamos, com muita sinceridade, uma história de sucesso por trás dos panos. Você conhece o Não Faz Sentido. Agora vai conhecer a história, através de uma linguagem bem-humorada e sem nunca se levar muito a sério, pela lente de quem está por trás da câmera. E comprovar que, apesar do nome, este livro nos apresenta a história de um projeto cujo sucesso possuiu não apenas toda lógica, como também todos os motivos para se comunicar com uma geração altamente conectada, disposta a revolucionar a maneira como lidaremos com a produção e o conteúdo do entretenimento mundial.
"Eu não soy gay, exceto por um detalhe: só gosto de mulheres." - Pág. 18
 Quando o Orkut ainda era usado até pela minha vizinha de 60 anos (eu ainda lembro dessa época), eu via vários amigos compartilhando vídeos de um cara chamado Felipe Neto. Todo mundo falava dele. Nas redes sociais, no curso de inglês, no colégio e até no meio da Educação Física. Era tanta gente falando "o cara é o máximo", "ele é um sucesso" ou "ai, o Felipe é lindo", que eu cheguei a considerar uma modinha, mesmo que diferente das outras com as quais já estava acostumada. Eu não tinha mais de 13 anos na época, e já estava cansada de ver minhas amigas falando de Restart, Cine e Fiuk, que eu achava que o Felipe Neto era mais um deles. E eu julguei errado. Totalmente errado. Até o dia em que uma mesma garota que falava "ai, o Felipe é lindo" chegou dizendo que o Felipe era escroto porque estava falando mal do Fiuk. Na mesma hora pensei: "Agora que eu vou conhecer ele". Assisti não só ao vídeo "Fiukar", como a vários outros que haviam sido postados anteriormente.

 Depois daquele dia, só voltei a ver um vídeo do Felipe quando ví uma amiga, também blogueira literária, compartilhando comigo o "50 Tons de Cinza - Não Faz Sentido". Eu acho que eu nunca ri tanto na minha vida. Eu cheguei a chorar de rir. Eu conversava com o Felipe do vídeo. E o melhor: eu concordava com absolutamente tudo o que ele falava, pois ele estava praticamente repetindo a conversa que eu havia tido a pouco tempo com a mesma blogueira. Vocês tem noção disso? Eu, que nunca havia sequer elogiado um vídeo do Felipe (pois concordava com 98% das coisas que haviam neles e os 2% que restavam era a dúvida do porquê de ele escolher falar mal de outras pessoas e das atitudes de outras pessoas em seus vídeos), me vi compartilhando o vídeo no Facebook, no Twitter e falando sobre ele no colégio, com meus amigos que nem se quer sabiam que E. L. James era o nome de uma mulher. Eu precisei que ele fizesse um vídeo falando de algo que havia despertado a mesma raiva em mim dias antes, para finalmente falar: eu quero conhecer esse cara pessoalmente.
"O importante é que uma ideia jamais pode ser adiada. Quando ela vem, você precisa executá-la, esse é meu lema. Aliás, foi exatamente assim que comecei este livro." - Pág. 22

 A verdade é que o Felipe não "escolheu falar mal dos outros". E hoje eu tenho certeza disso por três acontecimentos:
1) Ao ver mais vídeos dele depois de assistir ao vídeo sobre 50 Tons, percebi, finalmente(!) que ele falava mal sim, mas ele sabia do que ele estava falando. Ele não chegava e gravava qualquer porcaria que vinha na cabeça dele. Ele avaliava antes de julgar e colocar na internet. Vai de cada um concordar, ou não com a opinião dele.
2) Ao conhecer o Felipe Neto de verdade, e não o personagem dos vídeos, vi que fiz o que eu mais odiava em alguém: julgar sem conhecer.
3) Agora, ao ler o livro, vi tudo o que o Felipe passou por ter sido julgado por tantos outros que assim como eu, chegaram a acreditar mesmo que por um momento, que ele era o Felipe dos vídeos.
"Quando você vive de produzir conteúdo, seja esse conteúdo escrito, narrado ou interpretado, existe uma coisa fundamental: referência." - Pág. 27
  Neste livro, começamos a leitura com um texto de Flávio Augusto da Silva, intitulado "Felipe, por que você não arruma um emprego decente?", e depois um Prefácio escrito por Rafinha Bastos. No livro, Felipe  não fala sobre sua vida pessoal, mas sobre o surgimento e crescimento do Não Faz Sentido, e tudo o que envolveu o canal até então. Como sua vida mudou de uma hora para outra, como as pessoas o tratavam e o julgavam por aí e como ele se sentia. Foi muito bom saber mais do canal e consequentemente dele mesmo. Saber que ele é realmente aquele  cara do Twitter que sempre tem algo de interessante para falar e o mesmo cara que foi tão atencioso comigo das duas vezes que o vi pessoalmente.

 Também preciso ressaltar que senti como se estivesse conversando com ele durante toda a leitura. Não senti o tempo passar e só parava para rever os vídeos que ele citava em cada momento (sim, revi todos). Ele conseguiu me fazer rir diversas vezes, mesmo que esse não seja o objetivo do livro, e fazer minha mãe rir de mim, pois a cada frase engraçada eu soltava uma gargalhada tão espontânea, corria para onde minha mãe estivesse, contava para ela e ficávamos rindo juntas. Nossa gargalhada é alta e idêntica. Atenção, vizinhos, reclamem com o Felipe!

 Por que eu fiz vocês lerem e saberem isso tudo? Para poder dizer, principalmente para o Felipe, que hoje afirmo sim que sou fã do Felipe Neto do canal do Youtube, sou fã do Felipe Neto autor do livro e sou fã, simplesmente, do Felipe Neto.

 Leiam o livro. Conhecendo ou não o trabalho dele. Ele não é um autoajuda, mas com certeza vocês sentirão que aprenderam algo durante a leitura e saberão que existe muita coisa rolando por trás de uma câmera.

"Quem sabe ainda irei terminar participando de reality show e no final de tudo, quando não sobrarem alternativas, fazendo filme pornô? Vai saber... Só prometo que travesti, não." - Pág. 47


 Quer ter a oportunidade de ler o livro? Clique aqui e concorra a um exemplar de "Não Faz Sentido". 

Comentários

  1. Oi Mari

    Vc acabou comprando o livro?
    Que legal

    Beijos
    Raffa Fustagno
    http://www.livrosminhaterapia.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari, ótima postagem já assisti alguns vídeos dele e é missão impossível não rir.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Mariana,
    fiquei muito curiosa. Nunca tinha escutado o nome dele antes, nunca vi esses vídeos. Agora vou ter que ver, ainda mais depois do comentário da Luiza falando que não tem como não rir. Para o assunto do livro, achei que a sua resenha ficou muito boa.
    Beijos.
    Cila- Leitora Voraz
    http://www.cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que resenha legal de ler, flor. Foi como ler uma opinião totalmente contrária à minha, mas sentir admiração pela maneira com que a expressou. :) Bem, não sou fã, mas não odeio o Felipe Neto. Simplesmente não tenho vontade nenhuma de assistir aos seus vídeos. Já vi alguns, mas há alguns anos (exatamente nessa época do Orkut). Agora não acompanho o trabalho dele e não me interesso por isso (rs). Mas, desejo sucesso a ele e desejo que continue proporcionando entretenimento para os seus fãs, porque é pelo carinho de pessoas como você que tudo vale a pena ;)
    Beijos, flor.

    ResponderExcluir
  5. Francine,

    Seu comentário foi um pouco pseudo-intelectual, hein? Típico "não quero ver, é muito moda, eu leio poesia enquanto cago".

    Sugestão? Dê uma reavaliada, assista a alguns vídeos do Felipe, de preferência os mais recentes, e em seguida leia o livro. Se você não gostar, o que eu duvido, aí sim poderá fazer uma crítica embasada, mais verdadeira e menos blasée.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Amei a resenha, mas nunca havia visto falar no escritor.
    Beijos
    http://cantinhodaleituraedosleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Mari!
    beeem interessante sua resenha, como vc faz a apresentação e coloca sua opinião a respeito do Felipe, dos vídeos e do livro.
    Confesso que não conheço o autor nem vi os vídeos.
    Vou procurar saber mais a respeito especialmente por ele fazer crítica com propriedade e que dá pra rir mtoo =D
    bjss

    ResponderExcluir
  8. Não tenho hábito de acompanhar vlogs ou canais no youtube.
    Resenha bem empolgada, percebe-se p quanto gostou do livro.

    Bj!

    ResponderExcluir
  9. Adoro os vídeos que ele posta, mas não sei se quero ler o livro, preciso ler para decidir. :p (momento incoerência).

    Vou participar da promo, quem sabe eu ganho, né??

    ;)
    http://pseudonimoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Gosto dos vídeos dele mas não me interessei pelo livro acho um pouco forçado ele ter escrito um livro... ele so e um cara q posta vídeos falando mal dos outros... o q ele tem a acrescentar? Nada....

    ResponderExcluir
  11. Deve ser um ótimo livro quero comprar 😘😘😘😎

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas