[Resenha] Teu silêncio, Minha resposta | Fábio Abreu


  Quando conheci Fábio Abreu não sabia que ele era escritor. Desde o primeiro momento ele se mostrou uma pessoa muito simpática, e minutos depois de o ter conhecido, já estava rindo horrores com ele na fila de um evento. A amizade foi crescendo, cada encontro rende sempre boas conversas (e risadas) e no último dia de Bienal (cansados e sem voz) resolvemos sentar e colocar o papo em dia. Fábio me falou um pouco mais sobre seus projetos futuros e me falou sobre um conto. Conto este, que li antes de ontem e não poderia deixar de compartilhar minhas impressões com vocês. Eu nunca havia resenhado um conto até então. Mas nenhum conto me deixou com tanta vontade de que ele fosse um livro.

 Nele, Fábio nos apresenta a um sentimento presente na vida de todos nós: o medo. Mayara é uma personagem que se deixa levar pelos pensamentos dos pais e acaba deixando seus sonhos para trás por conta do controle de seus pais. Ela chega a deixar de seguir a carreira profissional que ela realmente gostaria de seguir, para fazer o que eles querem. Cristian tenta, da sua maneira, ajudá-la a enfrentar seus pais e viver seus sonhos. Mas é o destino que vai dizer quais atitudes foram, e são, certas ou erradas.

 Fábio não poderia escolher um título melhor para o conto. “Teu silêncio, minha resposta” foi intitulado de maneira perfeita e faz jus a todo o enredo. Mayara e Cristian são dois jovens que, como todos nós, tem medo de errar e ao mesmo tempo, tem medo de acertar. Quem nunca julgou algo como a coisa mais certa que poderia fazer, mas teve medo de que , na verdade, essa fosse a decisão errada? Sempre temos nossos momentos de dúvida e para saber a resposta, só há uma saída: se arriscar.

 A história de Mayara e Cristian merece ser lida por cada um de vocês, por isso não darei muitos detalhes, mas posso dizer que o conto de Fábio nos traz muita emoção. As palavras dele nos tocam de uma maneira tão única, que você termina de ler o conto (ainda meio chocada como destino do casal) e precisa ir até a cozinha pegar um copo de água. Fábio sabe como usar as palavras certas para te fazer pensar em suas próprias atitudes e em como você está aí, perdendo tempo em meio a muitas dúvidas que podem mudar seu destino. O medo é nosso maior inimigo, e independente de nossa decisão, tudo tem um preço. Seja ele positivo ou não.

 Hoje já posso dizer que Fábio, além de ótima pessoa, é um ótimo escritor. Ofereço uma calorosa salva de palmas para esse meu amigo que hoje, tenho certeza, vai muito longe! Sucesso, Fábio!