[Resenha] Esc@ndalo | Therese Fowler



Título: Esc@ndalo
Título original: Exposure
Autora: Therese Fowler
ISBN: 9788581633176
Selo: Novo Conceito
Número de páginas: 384
Área Principal: Ficção
Assuntos: Drama
Sinopse: Amelia Wilkes tem um pai rigoroso que não permite que ela namore, mas isso não a impede de viver um romance secreto com o cativante Anthony Winter. Desesperadamente apaixonados, os dois sonham uma vida juntos e planejam contar tudo sobre seu amor aos pais de Amelia...
Mas só depois que ela completar dezoito anos — e for legalmente reconhecida como adulta. No entanto, a paixão do casal é exposta mais cedo do que o previsto...
Eles são jovens, andam grudados aos seus celulares e postam todo tipo de informação — inclusive aquelas informações mais particulares, que só deveriam dizer respeito a eles mesmos — até que o pai de Amelia encontra fotos de Anthony, nu, no computador de sua filha. Poucas horas depois, Anthony é preso.
Apesar dos protestos de Amelia, seu pai usa de todo o poder e influência entre os policiais, e entre os meios de comunicação, para transformar Anthony em um pervertido que caçava sua inocente filha.
De mãos atadas, cabe aos dois apaixonados arriscar uma última saída, ousada e perigosa, e apagar a acusação de sexting que Anthony recebeu.
"Juntos, representavam um discreta, mas poderosa força da natureza. O amor faz essas coisas com as pessoas às vezes. " - Pág. 10

Amelia Wilkes é uma menina "ingenuamente romântica e sentimental", como dizia seu pai. Filha de um mandachuva de comercialização de automóveis importados, Amelia mal podia esperar para completar 18 anos para realizar seus sonhos: se mudar para Nova York, frequentar a New York University, estudar Teatro e seguir carreira na Broadway. E tudo isso, ao lado de seu amado Anthony.
"Mal se olharam, logo se amaram." - Pág. 11 (Citação - Shakespeare)
 Anthony era o tipo de garoto que não fazia parte de um grupo certo no colégio. Ele e a mãe, Kim Winter, se mudaram para NY e ela era professora no colégio em que seu filho frequentava. Kim foi abandonada antes no nascimento de seu filho. Seu ex-marido dizia ter se enganado sobre o matrimônio e a paternidade e simplesmente os deixou. Por sorte, Kim teve força suficiente para seguir em frente e mostrar a seu filho que o abandono do pai serviu para torná-lo alguém forte.
"- [...] Nesse caso, trate-o de acordo - aconselhou Rose Ellen - Pare de se preocupar com a posição dele acima de você e comece a pensar em tê-lo em cima de você." - Pág. 41 
 Harlan Wilkes, pai de Amelia, era totalmente contra o jeito de Sra. Winter. Ele achava que uma mulher de sua idade não deveria andar por aí sem aliança e deveria ter vergonha de admitir ser solteira. Amelia pensava totalmente o contrário. Admirava a personalidade de sua professora favorita e era totalmente contra os pensamentos do pai em relação a casamento. Seu pai, no entanto, era totalmente orgulhoso de sua filha e se sentia honrado por ela ser dedicada. Ele só não sabia que não a conhecia completamente.

 Vocês sabem que quando inicio uma resenha sempre apresento a história a vocês e falo minha impressões sobre a mesma, e sobre seus personagens. Dessa vez não falarei muito da história em si, pois se lerem a resenha verão que nela já temos muitos detalhes sobre a história de Amelia e Anthony.

 Quando recebi o convite da Novo Conceito para ser leitora-beta de "Esc@ndalo" fiquei animada e receosa ao mesmo tempo. Eu sabia que teria que dar minha mais sincera opinião sobre a obra para a editora, mas por sorte, eu tinha expectativas positivas em relação ao livro e elas foram superadas de forma totalmente positiva.

 A narrativa de Therese Fowler é incrível. As primeiras 100 páginas do livro são mais como uma apresentação, tanto dos personagens e suas vidas, como da própria história, e pode até ser um pouco cansativo para alguns, mas adoro quando a narração é em terceira pessoa, e Therese sabe como fazer você não querer desgrudar do livro. As descrições, os pensamentos e as opiniões dos personagens são apresentadas ao leitor de forma clara e sem exageros, fazendo com que o desejo de avançar a leitura só aumente.

 Gostei muito como a autora nos apresenta cada personagem. Ela, além de falar sobre cada um deles, mostra o que um pensa sobre o outro. Não acontece com todos, mas os principais sim. É como se soubéssemos dos pensamentos e opiniões dos personagens, sem que a narrativa seja em primeira pessoa. Amelia é doce e determinada, Anthony, corajoso e amável; Kim, autêntica e um verdadeiro exemplo; Harlan, cabeça dura e em alguns momentos insuportável; Sheri, a mãe de Amelia, me pareceu um tanto submissa apesar de tudo; e os outros personagens que aparecem ao longo da leitura também conseguem nos cativar, cada um à sua maneira.

 Ao terminarmos a leitura nos deparamos com uma carta da autora aos leitores. Ela explica que a história foi baseada em algo que aconteceu com seu filho: em 2009, aos 19 anos, ele foi preso. Therese explica, também, que o livro é realmente uma ficção, porém "os acontecimentos que inspiraram esta história e as emoções que a colorem - as reações, os medos e as possibilidades - são reais".

 Therese Fowler nos apresenta a um romance original, que nos faz pensar em nossos atos e em como a tecnologia pode ser ruim em alguns casos. Drama familiar, atualidade, honestidade, lealdade e, principalmente, amor, são os elementos que fazem com que não larguemos o livro até o final e ansiemos por mais ao terminar a leitura. Sem dúvidas será um sucesso entre os leitores.



 Obrigada mais uma vez ao Grupo Editorial Novo Conceito por convidar-me a ser beta-reader. Sem dúvidas foi um prazer imenso!

Comentários

  1. Oi Mariana,
    tudo bem?
    Primeiro gostaria de lhe dar os parabéns!!! Fico feliz por ter sido escolhida para ser leitora beta. Concordo que é muita responsabilidade e ao mesmo tempo uma honra!!
    Você me deixou curiosa e o fato da história ter sido baseada em um fato real, chamou minha atenção. Já estou até imaginando o possível motivo do escândalo e o motivo da prisão do filho da autora. Espero que não seja uma história com um final triste.
    E o comentário de ser um romance original, me conquistou.
    beijos.
    Cila- Leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Tenho o costume de visitar muitos blogs literários e não conhecia esse livro em particular, então essa é a primeira resenha que leio sobre. Pelo título, é facilmente perceptível que se trata de algo relacionado a internet que, por sua vez, é um tema muito atual. Muitas pessoas deixam escapar informações importantes nas redes e acabam tendo sérios problemas. Falta de informação ou ignorância? De qualquer forma, é interessante abordar esse tema, porque de certa forma é um conteúdo informativo.
    Achei interessante que a história tenha sido inspirada em um acontecimento da autora. Acredito que a autora tenha descrito as situações de forma que o leitor entendesse o que a pessoa que passa por situação igual ou semelhante, realmente sente.

    ResponderExcluir
  3. Oi Mari! Parabéns pela resenha!
    O livro não tinha me interessado mto mas dp de ler sua resenha achei que se a sinopse não me atraiu, a trama em si é bem interessante. Atual e original. Além da construção cuidadosa dos personagens na apresentação dos mesmos, uma narrativa envolvente. E baseado em fatos reais. Um romance diferente do que imaginei a princípio e que agora conquistou minha atenção.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Não sabia o quê esperar dessa trama, mas fiquei curiosa com a sua resenha.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oii Mari!
    Você não tem noção o quão eu fiquei feliz por você quando a sua mãe me contou que você havia sido a beta-reader! É uma honra muito grande, e como você disse, muita responsabilidade também! Mas eu fiquei super contente por você!
    Confesso que estou um pouco receosa com o livro. Parece ser daqueles que a nossa reação o livro inteirinho é: chorar!
    Mas suas palavras são inspiradoras, e acho que vale a pena lê-lo.
    Beijinhos e parabéns novamente! ♥

    ResponderExcluir
  7. Gostei demais da sua resenha! Conseguiu me envolver na história. Confesso que pela capa e título não me interessaria em abrir o livro, rsrs. É um grande serviço que o blog presta aos seus leitores: divulgar uma experiência literária que vale a pena.
    Fiquei mais curiosa ainda pelo fato da autora ter vivido algo semelhante com seu filho. O tema é forte mesmo e acho que esse drama - adoro! - vai me fazer ficar coladinha no livro até o final!

    ResponderExcluir
  8. Que legal você ser convidada para ser uma das primeira leitoras!! Eu estou com muita vontade de ler esse livro desde o lançamento dele. Esses pensamentos e ações do pai de Amelia só me faz querer ler mais rápido. Espero gostar da leitura e escrita da autora, já que não li nada dela ainda.

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha! E a história do livro mais ainda. daria com certeza para a minha filha ler por ser uma adolescente que gosta de histórias que tenham personagens com a mesma idade dela!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, um carta no final do livro que diz que foi baseado em fatos reais e ainda com o filho dela ?! Se eu já estava querendo muito ler esse livro, agora é que eu quero mais e mais!
    Preciso conhecer a narrativa da Therese Fowler *--*

    ResponderExcluir
  11. Olá, Mari! Desde que vi esse livro entre os lançamentos, fiquei interessada por ele. A única coisa que não me agradou foi a capa e o título com o "@", mas, faz parte; sou tão chata com esse tipo de coisa que é super normal eu não ficar satisfeita. Hahaha. Em relação a história, ela aparenta ser um romance bem envolvente! Além do mais, é ótimo saber que nem tudo que está ali transcrito é ficção; saber que a autora colocou seu coração e alma nos trechos, faz minha curiosidade aumentar! Beijocas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas