[Resenha] Paperboy | Pete Dexter

Autor: Pete Dexter
Titulo: Paperboy 
Título original: The Paperboy
ISBN: 9788581632308
Editora: Novo Conceito 
Área Principal: Ficção
Assuntos: Drama
Sinopse: Hillary Van Wetter foi preso pelo homicídio de um xerife sem escrúpulos e está, agora, aguardando no corredor da morte. Enquanto espera pelasentença final, Van Wetter recebe cartas da atraente Charlotte Bless, que está determinada a libertá-lo para que eles possam se casar.
Bless tentará provar a inocência de Wetter conquistando o apoio de dois repórteres investigativos de um jornal de Miami: o ambicioso Yardley
Acheman e o ingênuo e obsessivo Ward James.
As provas contra Wetter são inconsistentes e os escritores estão confiantes de que, se conseguirem expor Wetter como vítima de uma justiça caipira e racista, sua história será aclamada no mundo jornalístico. No entanto, histórias mal contadas e fatos falsificados levarão Jack James, o irmão mais novo de Ward, a fazer uma investigação por conta própria. Uma investigação que dará conta de um mundo que se sustenta sobre mentiras e segredos torpes.
Paperboy é um romance gótico sobre a vida aparentemente sossegada das cidades do interior. Um thriller tenso até a última linha, que fala de corrupção e violência, mas que, ao mesmo tempo, promove uma lição de ética.

 Quando vi que Paperboy seria publicado pela Novo Conceito logo fiquei animada. O filme, estrelado por Zac Efron e Nicole Kidman, foi lançado no ano passado nos Estados Unidos e estava com previsão de lançamento aqui no Brasil para o final desse ano. Eu não havia lido a sinopse do filme, mas depois que o livro teve sua previsão de lançamento, procurei ler críticas do filme, que infelizmente, me deixaram com um pé atrás. O livro chegou, comecei a leitura e, infelizmente, não me impressionou de forma positiva.

 Comecei a leitura esperando muita investigação, mas infelizmente, esse não é o foco do livro. Nele, Pete Dexter nos apresenta Jack, um cara que foi expulso da faculdade por atos de vandalismo e volta para sua casa e passa a trabalhar como motorista de caminhão, entregando jornais. Seu irmão, Ward, é jornalista e está de volta para a cidade com seu parceiro no Miami Times, Yardley Acheman. No meio disso tudo temos Charlotte Bless, uma mulher - que ao meu ver - é louca, pois se corresponde com presidiários e resolve amá-los sem nem ter os visto pessoalmente. Sim, eu não estou brincando. Acontece que Charlotte agora está noiva - sem nem ter o visto pessoalmente - de Hillary Van Wetter, um cara que está no corredor da morte, condenado, mesmo sem muitas provas, por matar o xerife da cidade. Charlotte vai contar com a ajuda dos dois jornalistas e de Jack, para desvendar esse mistério que é mais complexo do que eles imaginam.
"Para perceber certas coisas, é preciso estar deitado de costas, com lágrimas nos olhos e uma batata escaldante na boca.
É bem capaz, eu acho, que você tenha que estar ferido para perceber qualquer coisa." - Pág. 177
 Quem narra o livro é Jack, e ele é um narrador que, digamos, não expressa opinião e guarda qualquer pensamento sobre determinada coisa e não se abre com o leitor. Ao mesmo tempo que eu sentia falta de um pensamento, achei que isso acaba despertando curiosidade.

 Achei que o autor falou as qualidades e - principalmente - os defeitos de cada personagem, e tudo bem que se trata de uma ficção, mas não consegui "engolir" a Charlotte. Na verdade, ela é até uma incógnita. No inicio, a mocinha apaixonada; no meio, a desequilibrada; no final, uma vítima. Algo que também fica como mistério, mas isso é até um ponto positivo, é a relação de Yardley e Ward. Ward é um homossexual assumido, mas a relação dele com Yardley fica nas entrelinhas.

 Algo que senti falta foram os capítulos. O livro simplesmente não é dividido em partes, nem possui capítulos. Isso meu deu uma aflição. Nunca havia reparado, mas tive a certeza que livros com capítulos - principalmente curtos - ajudam muito mais na evolução do livro. Eu costumo a dar uma pausa na leitura somente quando termino algum capítulo, mas dessa vez parecia que a história não teria fim.

 Pela sinopse, esperava muito mais do livro, e mesmo com os comentários negativos sobre o filme ainda quero assistir. E também não deixo de recomendar o livro. A proposta do livro é boa sim, e da mesma forma que eu não gostei dele por completo, você pode amá-lo.




Hangout com Marina Carvalho

 Hoje, às 16h, teve inicio o segundo Hangout em parceria da Novo Conceito com o Google Plus do qual participei. O primeiro foi com Debbie Macomber (confira aqui) e agora, tive o prazer de conversar novamente com o pessoal da NC e com a Marina Carvalho, autora de Simplesmente Ana e Ela é Uma Fera.
 Falamos sobre os livros da Marina, blogs literários, Bienal e muito mais. Confira o Hangout completo logo abaixo:

[Resenha] O Livro da Loucura e das Curas | Regina O'Melveny

"Nada acontece como se espera, nada é como parece ser."
Autora: Regina O´Melveny
Titulo: O Livro da Loucura e das Curas
ISBN: 9788581630427
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 352
Área Principal: Ficção
Assuntos: Drama
Sinopse: Após o desaparecimento repentino de seu pai, Gabriella Mondini enfrenta uma crise: sem o seu aconselhamento, ela não pode mais praticar a medicina. Então, junto de seus dois fiéis servos, Olmina e Lorenzo, ela explora toda a Europa para descobrir para onde — e por que — ele se foi. Seguindo pistas das ocasionais e enigmáticas cartas do pai, ela vasculha as capitais europeias expandindo os horizontes de seu mundo e acrescentando conhecimentos ao imenso livro das curas que está escrevendo. No entanto, ela não conhecerá apenas os limites físicos do continente, mas, também, os mistérios do amor, da perda e da mortalidade. Mistérios que estão no coração de cada alma viajante, especialmente na alma de seu pai.

[Resenha] Aconteceu em Paris | Molly Hopkins


Autora: Molly Hopkins
Titulo: Aconteceu em Paris
Título original: It Happened in Paris
ISBN: 9788581632599
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 480
Área Principal: Ficção
Assuntos: Romance
Sinopse: Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda Paris. Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos... E seu tutor, Rob, é bonito demais!
O primeiro romance de Molly Hopkins é um livro que todo mundo gostaria de ler. É verdade que você pode se incomodar com o comportamento de Evie quando ela descobre que Rob é muito rico, e pode até ser que você ache que Rob é exageradamente controlador. Mas nada é maior que as gargalhadas que você dará quanto mais conhecer a garota descomedida, apaixonada e com um imenso coração que é Evie. Uma moça como muitas que conhecemos.

Tag "11" + Meme: "10 Books"


Olá pessoal! Me desculpem o sumiço nos últimos dois dias.
Ganhei uma Tag e um Meme por esses dias. A Tag "11" da Malu do Love P!NK, consiste em escrever 11 curiosidades sobre seu blog, responder as 11 perguntas da pessoa que te indicou e fazer 11 perguntas para os blogs que você indicar. O Meme "10 Books" ganhei da Miriam do Livros, Bobagens e Guloseimas e consiste em escolher 10 livros preferidos. Não tenho livros favoritos, mas vou citar 10 livros que leria várias vezes caso tivesse mais tempo.

[Promoção] As Violetas de Março


 Preparados para uma ótima promoção? Dessa vez, você pode ganhar o livro "As Violetas de Março" mais um kit exclusivo! O kit contém um exemplar do livro, um marcador personalizado, sementes de violeta, um vasinho para plantar e uma bolsa. Para participar basta:

[Papo Literário] Sarah Jio fala sobre a vida de blogueira, mãe, jornalista e escritora

 
 Quando peço que Sarah se defina ela diz que é "uma autora de livros, escritora de revista, mãe, esposa e apaixonada pela vida". Sarah Jio é autora de 4 livros já publicados ( um deles também publicado no Brasil) e está prestes a lançar seu mais novo livro, intitulado "Morning Glory"  nos Estados Unidos.
  Em entrevista ao Magia Literária, Sarah fala sobre "Violetas de Março", seus novos projetos, como ela arranja tempo para escrever tendo 3 filhos pequenos e como administra a vida de blogueira, jornalista e escritora.
:: Entrevista feita por: Mariana Mortani
:: Traduzido por: Mariana Mortani

Magia Literária: Em "Violetas de Março" você nos mostra que o destino pode mudar a vida de qualquer pessoa quando menos se espera. Você acredita mesmo que o destino interfere e modifica nossas vidas?
Sarah Jio: Definitivamente modifica, e para melhor! Eu acho que o destino desempenha um grande papel em nossas vidas, claro, mas muito de tudo - desde a amizade até o amor - tudo se resume a nossas escolhas, algumas pequenas, outras grandes e algumas um pouco aleatórias.

ML: Você sabe exatamente como nos envolver em sua história. Quando você teve a ideia do livro, já sabia e queria mexer com nossos sentimentos?
SJ: Com certeza! Adoro a ideia de fazer os leitores sentirem de certa forma, e colocarem suas emoções para fora como uma montanha-russa do romance.

ML: Traição, angústia e arrependimento são três ingredientes que deixam a história ainda melhor. Você vivenciou esses sentimentos?
SJ: Alguns, sim, embora essa história não seja tão verdadeira - em relação a minha vida. Mas eu realmente cresci com meus personagens enquanto escrevia o romance e sentia como se estivesse com eles. Nesse aspecto, espero que as emoções tragam verdade.

ML: Você foi blogueira e jornalista, e agora é escritora. Ter um blog requer muita responsabilidade, e ser jornalista e escritora, mais ainda. Como você administra tudo?
SJ: É necessário muita disciplina diariamente. Como jornalista e blogueira, eu sempre tive (e ainda tenho) prazos rigorosos.  Programar cada coisa sempre me ajudou quando me tornei romancista, e como eu já sabia me programar, me prendi aos mesmos padrões. Eu escrevo muito durante a noite e aos finais de semana desde que eu tive três pequenos meninos. Às vezes é difícil, fico muito cansada, mas isso funciona para mim (de alguma maneira). Eu também bebo muito café expresso. 

[Resenha] Feérica | Carolina Munhóz

 "-[...] Mamãe nos criou para sermos seres evoluídos de controle de natalidades espirituais, mestras de cerimônias sagradas ou fadas influentes na sociedade mágica.
 - Devo mesmo decepcionar muito a mamãe." - Pág. 22
Título: Feérica
Autora: Carolina Munhóz
Editora: Fantasy - Casa da Palavra
ISBN: 9788577343744
Páginas: 352
Sinopse: E se uma fada se revelasse em um reality show? Violet Lashian tem apenas um objetivo: ser famosa em seu mundo. Mas quem nunca se seduziu por esse pensamento? Ignorada pelas fadas de uma sociedade que preza a padronização, a jovem de cabelos roxos decide abandonar seu sofrimento em busca de um lugar entre as estrelas de Hollywood. Bastidores de reality shows. Festas badaladas. Encontros amorosos com jovens milionários. Entrevistas em rede mundial. Fama instantânea, dinheiro e poder. De repente, a feérica se vê cercada pela realidade com que sempre sonhou. Mas será que Violet é capaz de manter a pureza de sua raça mágica em um mundo corrompido pelo deslumbre material? E quais seriam as reais consequências de sua revelação para a existência oculta de seu povo? Você descobrirá tudo isso e muito mais nos próximos capítulos deste livro.

[Christine M.] Projeto Inspiração

Imagem: WeHeartIt

 Não importa o quão certo você esteja sobre o caminho que escolheu ou sobre as decisões que tomou, em algum momento, você vai vacilar. Durante um solavanco ou um movimento leve da vida você vai se questionar sobre algum passo que te trouxe até este exato momento. Vai imaginar se não estaria melhor trabalhando em uma floricultura ou morando em Aruba... Tanto faz... O fato é que você jamais saberá, pois a única certeza da viagem é que não adianta desanimar, querer desistir ou ter medo, o maquinista não vai parar só porque você está cansado ou porque decidiu usar todo seu fôlego para gritar. Eu e você sabemos que a única certeza que se pode ter quando se entra em uma montanha russa – e na vida – é que vai ser rápido, cheio de reviravoltas, vai dar medo, às vezes até náusea e, mesmo assim, você vai amar. Porque a gente se acostuma com a expectativa da subida, com a adrenalina da queda e com o recomeço que se esconde em cada curva. A gente aprende a apreciar o vento no rosto, o medo que nos faz pressionar os lábios e o alívio da chegada, porque, no fundo, a gente sabe que é melhor uma chegada atribulada do que nunca ter partido para lugar nenhum.

Paulo Rocco comprou direitos de novo livro de J.K. Rowling sem saber


Bem que Paulo Rocco, diretor da editora que leva seu sobrenome, achou estranhas as exigências do contrato daquele escritor estreante. Robert Galbraith, autor de “The cuckoo’s calling”, era representado na negociação pelo inglês Neil Blair, o mesmo agente literário de J. K. Rowling. E o agente, diz Rocco, era minucioso demais com as cláusulas sobre os royalties das vendas. O editor ironizou a situação com a equipe:
Estão tratando esse livro como se fosse da J. K. Rowling!

E era. A revelação veio no domingo passado: Robert Galbraith, na verdade, é o pseudônimo que a autora inglesa usou para publicar o romance policial comprado pela editora carioca. Rocco soube por um amigo, e lembrou que o livro já era seu. Na segunda-feira, pediu para a equipe guardar segredo, mesmo diante dos boatos que já circulavam no mercado. A revelação oficial só veio na sexta-feira. Como se a notícia não pudesse ficar melhor, ele foi informado pelo agente que “The cuckoo’s calling”, ainda sem título em português, é o primeiro de uma série, cujo segundo volume deve sair já no ano que vem. O primeiro, promete o editor, sai por aqui em novembro, com tradução de Ryta Vinagre, a mesma tradutora de “Crepúsculo”.

— Foi engraçado. Comprei o livro porque achei a história boa, ia lançá-lo só em 2014. Não nos disseram quantos livros a série vai ter — diz o editor carioca.

A negociação começou em janeiro, por e-mail. A Blair Partnership, agência de Neil Blair, escreveu aos editores brasileiros, pedindo que eles fizessem ofertas pela obra até às 18h do dia 26 de fevereiro. Rocco diz que fez uma oferta cara para um autor estreante. Mas o preço acabou saindo “muito barato” para uma autora do porte de J. K. Rowling, diz o editor, sem revelar cifras.

— Só posso dizer que fizemos uma oferta bem significativa para um autor desconhecido — diz Rocco.

[Promoção] Marina Carvalho na Bienal 2013

 Hoje, como prometido, entra no ar a primeira promoção ligada à Bienal do Livro 2013, que acontecerá aqui no Rio de Janeiro. Como a ideia de criar o Magia Literária surgiu na Bienal 2011, nada melhor do que presentear os que não poderão estar aqui este ano.

 A primeira promoção é em parceria com a Editora Novo Conceito e a autora Marina Carvalho. Nós vamos presentear um de vocês com um exemplar + marcador de Simplesmente Ana autografados pela autora. Confira como participar:

[Dicas para novos escritores] Lidando com a publicação


No post anterior você descobriu algumas diferenças na publicação em uma editora comercial e em uma prestadora de serviços, certo?

Vamos supor que você, autor, conseguiu uma publicação. Oba! Que felicidade! Mas não se empolgue, caro autor, a “pior” parte está por vir. Digo “pior” parte, porque o seu trabalho não acabou quando você consegue um contrato de publicação, mas é o que muitos autores pensam. A maioria dos novos autores, quando conseguem ser publicados acham que a partir daquele momento tudo está nas mãos da editora. Em partes, sim, mas sem você, autor, seu livro será apenas mais uma publicação para nós, editores.

Vejo muitos autores (nacionais, claro) reclamando de editoras que não valorizam o trabalho do livro nacional, ou que seu livro não está tendo a devida atenção, que a editora não se preocupa em investir melhor no marketing do seu livro, etc, etc, etc. Mas o que você, como autor, tem feito para chamar atenção para seu livro?

Resultado das promoções de Junho



Resultado: Promoções de Junho


Feliz dia do amigo, pessoal \o

 No mês de Junho tivemos 4 promoções que terminaram ontem. Na promoção do dia da Amizade tivemos 1716 participações através do Rafflecopter, na promo de "Bruxas e Bruxas" tivemos 152 e na de "Escola de Um Destino" tivemos 64 através do Facebook, e na resenha de "A Máquina Anti-Bullying" tivemos 4 comentários válidos.. Agradeço a todos que participaram, vocês são demais!

 Vamos aos resultados:

[Editora Novo Conceito] Lançamentos de Agosto/2013

 Quando a gente acha que a Novo Conceito não pode nos surpreender, ela aparece com lançamentos mais incríveis ainda. No mês de Agosto, mês de inicio de Bienal(!), temos mais um livro de Emily Giffin - que estará presente mais uma vez no stand da NC -, o novo livro da brasileira Tammy Luciano, o livro que foi escrito a quatro mãos por Jenny Han e a mais nova mamãe, Siobhan Vivian, entre vários outros lançamentos. O único por qual não me interessei é "Se Você Fosse Minha", de Belle Andre, pois não sou fã da autora, mas os outros.... quero todos! Confira abaixo todas as sinopses e capas e me digam quais deles vocês querem ler também.

Uma Prova de Amor
"Uma Prova de Amor" - Emily Giffin
Primeiro vem o amor, depois vem o casamento e depois… os filhos. Não é assim?
Não para Claudia Parr. A bem-sucedida editora de Nova York não pretende ser mãe, e até desistiu de encontrar alguém que aceite esta sua escolha, mas, então, ela conhece Ben.
O amor dos dois parece ideal. Ben é o marido perfeito: amoroso, companheiro e — assim como Claudia — também não quer crianças. No entanto, o inesperado acontece: um dos dois muda de ideia a respeito dos filhos. E, agora, o que será do casamento dos sonhos?
Uma Prova de Amor é um livro divertido e honesto sobre o que acontece ao casal perfeito quando, de repente, os compromissos assumidos já não servem mais. Contudo, é também uma história sobre como as coisas mudam, sobre o que é mais importante, sobre decisões e, especialmente, sobre até onde se pode ir por amor.

Claro que Te Amo - Tammy Luciano




"Claro Que Te Amo" - Tammy Luciano
Piera tem certeza: está cometendo a maior loucura da sua vida ao assistir, escondida, ao casamento de seu ex-noivo. Depois de seis anos de relacionamento, entrar de penetra na comemoração foi tudo que André deixou para ela. E olhar a cena não a faz feliz, mas encerra uma fase de sua vida. Hora de recomeçar.
Mas como recomeçar se seu coração está cheio de dor? Envolver-se com a história de Piera é como descobrir que sempre há um lado muito bom a ser revelado… Mesmo que tudo pareça tão difícil.




Novo Conceito lança releitura de A megera domada, de Shakespeare

A parceria entre Editora Novo Conceito e a nossa autora parceira, Marina Carvalho, faz parte de um projeto de incentivo à leitura. "Ela é uma fera!" estará disponível apenas em e-book, a um preço simbólico de R$ 1,40, a partir de hoje em todos os principais canais de compra do segmento.

A Megera Domada é uma peça de William Shakespeare, escrita em 1596. É uma de suas comédias mais conhecidas e já passou por diversas adaptações. Trata-se da história de Batista, rico fidalgo de Pádua, Itália, e de suas filhas, Catarina e Bianca. 

Enquanto a caçula Bianca é uma doce e meiga menina, Catarina é dona de um gênio difícil, irascível, sendo considerada uma verdadeira megera. Com sua língua ferina, afasta todos os pretendentes, deixando Bianca desesperada, a qual precisa esperar a irmã se casar para poder também escolher um pretendente. 

Até que surge Petrucchio, um grosseirão disposto a tudo para conquistar o dote de Catarina. Cheia de reviravoltas, a peça discute amor e casamento, tornando a obra atual até hoje.

“Nesta releitura, Catarina se torna Carolina, uma estudante de Comunicação Social da Universidade Federal de São João Del Rei. Embora a época seja outra, o gênio da menina continua tão terrível quanto o da protagonista da peça original”, conta a autora Marina Carvalho. 

[Resenha] O Inverno das Fadas | Carolina Munhóz


Título: O Inverso das Fadas
Autora: Carolina Munhóz
Editora: Fantasy - Casa da Palavra
ISBN: 9788577342679
Número de Paginas: 304
Categoria: Literatura Juvenil
Sinopse: A ATRAÇÃO PODE SER FATAL, MAS A FANTASIA FAZ PARTE DO ENCANTAMENTO. Sophia Coldheart não é uma fada comum. Ela é uma Leanan Sídhe, uma espécie de fada que serve de musa para humanos talentosos alcançarem o sucesso. Uma fada-amante. Mas isso tem um preço. Ao mesmo tempo em que os leva ao estrelato, se alimenta de suas energias, levando-os à loucura. E à morte. Uma vida intensa e extraordinária com um fim trágico.
Mas o que aconteceria se um humano resistisse à sua sedução e fizesse a própria Sophia sentir-se fascinada por ele? A autora Carolina Munhoz nos conta essa história com primazia, mostrando que o mundo da fantasia para jovens ainda pode render sucessos e obras que vão muito além do simples passar de tempo.

[Resenha] Uma Curva na Estrada | Nicholas Sparks

“Uma coisa ela havia aprendido: a vida raramente segue nossos planos.”
Título: Uma curva na estrada
Autor: Nicholas Sparks.
ISBN: 9788580411157.
Páginas: 304.
Editora: Arqueiro.
Sinopse: A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre.

[Resenha Premiada] A Máquina Anti-Bullying | Marcelo Amaral


Título: A Máquina Anti-Bullying
Autor: Marcelo Amaral
Editora: Vermelho Marinho
ISBN: 9788582650073
Páginas: 168
Sinopse: A Página Pirata é um jornalzinho de enorme sucesso no colégio São João. Mas nem mesmo toda essa popularidade é capaz de livrar seus criadores de sofrerem nas mãos dos valentões da escola: a terrível gangue do Mário, liderada por um jovem mandão. Cansado de tanta perseguição, Paçoca resolve criar uma máquina capaz de dar o troco em quem curte maltratar os outros. Mas e se aquilo que parece ser a solução de tudo se revelar, na verdade, um novo problema? Será que o jovem inventor vai descobrir que é muito mais difícil lidar com essa questão do que parece? Embarque nessa aventura divertida e emocionante que nos leva a refletir sobre a questão do bullying, a importância da família e o valor das verdadeiras amizades.

[Por Dentro dos Eventos] Lançamento de Feérica no RJ

 Andando pelos corredores da Bienal 2011 encontrei uma menina loira caracterizada de Ariane Narin, personagem do livro Dragões de Éter. Eu sabia do que se tratava a história, ainda não conhecia o autor ainda  e muito menos aquela loira que foi tão simpática ao tirar fotos comigo. Meses depois vi que a Fantasy - Casa da Palavra estaria lançado O Inverno das Fadas e fui procurar saber da autora. Sabe aquela sensação de "conheço essa pessoa de algum lugar?". Descobri que a Carol era a menina com quem eu havia tirado foto e que ela era ainda mais simpática. Em dezembro de 2012 entrevistei Alyson Noël e ela não deixou de mencionar Carol e Raphael Draccon na entrevista. Ontem, finalmente, tive o prazer de rever a Carol e conhecer o Draccon pessoalmente.

J.K. Rowling publicou livro com pseudônimo.


Por essa NINGUÉM esperava! Navegando pelo Facebook me deparei com esta notícia e não sei se fiquei mais em choque ou feliz. Nossa querida J.K. Rowling contou ao Telegraph que no mês de abril ela lançou um romance policial chamado The Cuckoo’s Calling (que seria algo como O Chamo do Cuco), com cerca de 450 páginas sob o pseudônimo Robert Galbraith.

J.K. disse: “Eu tinha a esperança de manter este segredo um pouco mais, pois ser Robert Galbraith foi uma experiência libertadora. Tem sido maravilhoso publicar sem hype ou expectativa e ter o puro prazer de ter um retorno com um nome diferente”

O livro foi descrito como “um emocionate mistério elegante mergulhado na atmosfera de Londres– das ruas abafadas de Mayfrair para os bares clandestinos do East End para a agitação de Soho” e se encontra na Amazon sendo vendido por pouco menos de 20 dólares, adquira clicando aqui.

As capas já publicadas são:

[Resenha] O Livro das Princesas | Meg Cabot, Paula Pimenta, Lauren Kate e Patrícia Barboza


Título: O Livro das Princesas
Editora: Galera Record
Autoras: Meg Cabot, Paula Pimenta, Lauren Kate e Patrícia Barboza
Páginas: 288 
ISBN: 978-85-01-40325-4
Sinopse: Era uma vez... Em uma terra ensolarada, quatro princesas das letras se reuniram. E, com a ajuda da fada madrinha do talento, deram seu toque mágico a histórias muito amadas. E viveram felizes, para sempre! Era uma vez... Em uma terra ensolarada, quatro princesas das letras se reuniram. E, com a ajuda da fada madrinha do talento, deram seu toque mágico a histórias muito amadas. E viveram felizes, para sempre!

[Papo Literário] Debbie Macomber, autora de "A Pousada Rose Harbor"


Para quem não sabe, no último dia 27 participei de um Hangout da Editora Novo Conceito com a autora Debbie Macomber. Nele pude fazer algumas perguntas para a autora, mas além das oito perguntas que fiz, ainda havia selecionado mais cinco. Acabei tendo outro contato com a autora, e como ela é infinitamente atenciosa, hoje me concedeu alguns minutos para responder as perguntas que me restavam:

:: Entrevista feita por: Mariana Mortani
:: Traduzido por: Mariana Mortani

Magia Literária: Quando você começa a escrever um livro, você já tem o inicio, o meio e o fim em mente?
Debbie Macomber: Na verdade sim. Eu traço o livro inteiro, inclusive cena por cena, e  depois escrevo uma sinopse, que é o esqueleto nu da novela. Outros autores escrevem diferente. Eles tem uma ideia e simplesmente começam a escrever, deixando sua imaginação levá-los até onde quiser. Me sinto mais confortável tendo um "roteiro" traçado com antecedência.

ML: O que é pior: começar a escrever uma história ou terminá-la?
DM: Para mim, terminar uma história é sempre mais difícil porque isso significa que direi adeus para aqueles personagens que se tornaram valiosos e os apresentei para o mundo.

Book trailer de Sábado à Noite 2

 E finalmente o booktrailer de Sábado à Noite 2 foi liberado \o

 Na última semana resenhei o primeiro volume da trilogia aqui no blog, e vocês viram que mal posso esperar para ler o próximo. Confiram:

[Por Dentro dos Eventos] Lançamento de "O Livro das Princesas" no RJ


 Ontem, 6 de Julho, aconteceu o lançamento de "O Livro das Princesas", que é um livro que reúne quatro releituras de contos de fadas. O livro reúne  a escrita das brasileiras Patrícia Barboza e Paula Pimenta; e das americanas Meg Cabot e Lauren Kate, que ficaram responsáveis pelas princesas Rapunzel, Cinderela, Bela (e a Fera) e Bela Adormecida respectivamente.

 A sessão de autógrafos começaria às 16h, porém a Editora Record anunciou que as senhas seriam distribuídas duas horas antes. Como eu sabia que o evento poderia estar bem cheio, cheguei duas horas antes e fiquei surpresa com o tamanho da fila que já havia se formado. Sem brincadeira, acho que já haviam umas 40 meninas na minha frente.

[Resenha] Jardim de Inverno | Kristin Hannah

"Um dia por vez; era assim que se fazia." - Pág. 115
Autores: Kristin Hannah
Titulo: Jardim de Inverno
ISBN: 9788581630359
Editora: Novo Conceito 
Ano: 2013
Número de páginas: 416
Área Principal: Ficção
Assuntos: Drama
Sinopse: Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas. 
A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história. 
Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família... E mudará tudo o que elas pensam que são.
A história que sua mãe conta é como nenhuma outra já ouvida por elas antes — uma história de amor cativante e misteriosa que dura mais de sessenta anos e parte da Leningrad congelada e devastada pela guerra até o Alasca, nos dias atuais. A obessão de Nina por esconder a verdade as levará a uma inesperada jornada ao passado de sua mãe, onde descobrirão um segredo tão chocante, que abala a estrutura da família e muda quem elas acreditam ser.

[Resenha] Um Morto Em Minha Cama | Gilmar Duarte Rocha

Autor: Gilmar Duarte
Título: Um Morto Em Minha Cama
Editora: Livrus
ISBN: 8564855690
Ano: 2013
Páginas: 224
Sinopse: 'Um Morto na Minha Cama', de Gilmar Duarte Rocha, resgata a essência da farsa, gênero literário onde predomina o tom cômico e satírico, e que recorre, via de regra, ao absurdo, aos equívocos, ao quid pro quo, à caricatura, às situações ridículas. A farsa visa ainda a subversão de valores da ordem institucional estabelecida, fazendo com que este gênero tenha grande atratividade junto às classes populares. O caráter cinematográfico, que permeia toda a história e que não é novidade em obras desse estilo, é reforçado por pitadas de elementos modernistas e o uso abundante de personagens de diferentes naipes. Ao navegar pelas páginas de 'Um Morto na Minha Cama', o leitor, desprendido de petulância literária e amante de uma boa história, certamente prenderá a respiração e terá a avidez para conhecer a consecução de todo o enredo.

[Grupo Editorial Pensamento] Lançamentos de Junho



Resultado do Top Comentaristas de Junho + Top Comentaristas de Julho



 E aqui estou para mais um resultado e um novo Top Comentaristas \o
 Este mês tivemos um total de 24 postagens, sem contar com posts de promoções e resultados de promoções. O post sorteado foi:


 E o ganhador foi: