[Resenha] A Agenda | João Varella


Autor: João Varella
Título: A Agenda
ISBN: 9788581632926
Editora: Novo Conceto
Selo: Novas Páginas
Número de páginas: 240
Área Principal: Ficção
Assuntos: Literatura Nacional; Romance
Sinopse: Sandra Macedo é uma alta executiva de marketing. Obstinada e competente, sua eficiência é reconhecida pelos funcionários e pela diretoria da holding onde trabalha.
Exemplo de mulher bem-sucedida, Sandra vive atolada entre as obrigações profissionais e uma filha que não lhe dá muita atenção. Em meio a essa correria, fica difícil dedicar um tempo ao lado afetivo. Assim, ela acaba se envolvendo com pessoas que podem comprometer sua carreira e sua saúde emocional. A não ser que ela deixe de ser a menininha que, no fundo, continua sendo...
“Poucas coisas me causam tanta náusea quanto a redenção através da fofura”
 A primeira impressão que tive do livro era que seria uma leitura totalmente surpreendente, ainda mais depois de ler o prefácio, escrito pro Gustavo Piqueira. Neste livro João Varella nos conduz ao cotidiano de Sandra Macedo, uma diretora de marketing da empresa Germano Thomas. Aos 40 anos, ela é uma mulher super organizada, e que tem uma vida profissional ótima, ao contrário de sua vida amorosa, que anda um fiasco. Ela, obcecada por anotar todos os acontecimentos e compromissos de sua vida em uma agenda, se vê perdida quando perde a tal agenda em um táxi.

 O sumiço até que dura pouco, já que a agenda é entregue a Sandra em um curto espaço de tempo, porém a agenda já não é mas a mesma. Além de amassada, ela está repleta de poemas sem sentido, mas que poderiam até estar relacionados a sua vida. Quem escreveu esses poemas? Quem poderia saber tanto sobre ela? Sandra tentará descobrir, mas ela só não esperava que isso seria um caminho negativo.

 O quote com a qual iniciei a resenha é de Gustavo Piqueira, auto do prefácio do livro, que por sinal, é uma ótima forma de se iniciar a leitura de "A Agenda". Admito que no inicio da leitura, enquanto estava conhecendo ainda a personagem, fiquei um pouco decepcionada, já que demorei um pouco para achar a história interessante. Um pouco antes da metade do livro, a leitura se tornou não só interessante, como surpreendente. Sandra é uma personagem solitária, que depois de viver muitos amores errados, acaba se envolvendo com um que vai lhe custar sua carreira.

 A narrativa de João Varella se torna fluente, agradável e rápida ao longo da leitura. Os capítulos são curtos, o ritmo é calmo e interessante, e o autor faz com que nos sintamos parte da história. Quando chegamos no final, ficamos tão impressionados com a forma inusitada como tudo ocorreu, que parece que não lemos aquilo na realidade. Eu mesma tive que voltar, e ler novamente para ter certeza que aquele era realmente o final.
 Eu sou do tipo de leitor que compra sim o livro apenas pela capa, mas se fosse o caso deste livro, acho que eu iria buscar opiniões antes. Acho que todo esse enredo ótimo e impressionante merecia uma capa ainda melhor, mas a diagramação está impecável. Gostei da forma como cada capítulo se inicia, e achei brilhante a ideia do autor de às vezes "juntar" dois capítulos (como vocês podem ver na imagem).

 João Varella nos apresenta a um enredo surpreendente, que nos mostra tudo de forma inusitada. O desfecho que esperamos é totalmente ao contrário do real, e terminamos o livro rindo, sem acreditar que o autor nos conduziu a tal acontecimento. "A Agenda" é um livro escrito de forma realista, e traz a mensagem de que por trás de muita bondade, pode existir muita mentira.