[Resenha] Amigas Para Sempre | Kristin Hannah

 
Título: Amigas Para Sempre
Título Original: Friends Forever
Autora: Kristin Hannah
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 448
ISBN: 858041251X
Gênero: Drama
Sinopse: Tully Hart tinha 14 anos, era linda, alegre, popular e invejada por todos. O que ninguém poderia imaginar era o sofrimento que ela vivia dentro de casa: nunca conhecera o pai, e a mãe, viciada em drogas costumava desaparecer por longos períodos, deixando a menina aos cuidados da avó. Mas a vida de Tully se transformou quando ela se mudou para a alameda dos Vaga-lumes e conheceu a garota mais legal do mundo. Kate Mularkey era inteligente, compreensiva e tão amorosa que logo fez Tully sentir-se parte de sua família. Ao longo de mais de trinta anos de amizade, uma se tornou o porto seguro da outra. Tully ajudou Kate a descobrir a própria beleza e a encorajou a enfrentar seus medos. Kate, por sua vez, a ensinou a enxergar além das aparências e a fez entender que certos riscos não valem a pena. As duas juraram que seriam amigas para sempre. Essa promessa resistiu ao frenesi dos anos 1970, às reviravoltas políticas das décadas de 1980 e 1990 e às promessas do novo milênio. Até que algo acontece para abalar a confiança entre elas. Será possível perdoar uma traição de sua melhor amiga? Neste livro, Kristin Hannah nos conta uma linda história sobre duas pessoas que sabem tudo a respeito uma da outra - e que por isso mesmo podem tanto ferir quanto salvar.
"Às vezes, ser uma boa amiga significa não dizer nada."

 Existe um elo mágico, que poucos possuem. Uma cumplicidade, um laço inabalável. Algo forte e lindo. É graças a esse elo que entendemos a relação das duas amigas e é assim que nos emocionamos ao conhecer toda a história de Tully Hart e Kate Mularkey. Uma história inspiradora que promete grandes emoções.

 Tully morava com seus avós e tinha uma vida tranquila rodeada do carinho e atenção, principalmente, da avó. Mas, foi em um dia que deveria ser comum, o barulho da porta da frente guardava grandes mudanças. Dorothy, a mãe de Tully, que a muito tempo não a via, voltou decidida a levá-la embora da casa da avó. Tully, no fundo, ainda tinha esperança de ter o amor de sua mãe, já que nem pai ela tinha, então resolveu acompanhá-la. Essa esperança dura muito pouco pois a decepção chega rapidamente. Os anos passam, Tully volta para a casa da avó, e para se libertar desse fardo, ela lidava com a ausência da mãe falando que a mesma havia morrido em um acidente de barco. Graças à decepção, a menina tão carente se tornou determinada e enquanto se ocupava, não tinha tempo de se lembrar do que a entristecia.

 A vida a surpreendeu quando Tully, após a morte dos avós, teve que se mudar e viver com Dorothy. Talvez essa convivência fosse muito difícil, mas foi devido a essa mudança que sua vida mudaria de vez. Viver com a mãe drogada e cheia de alucinações, era seu maior problema, mas a mudança traria um presente para o resto da vida: uma amiga para sempre.

 Kate morava com seus pais,  tinha um irmão e muitos conflitos com sua mãe. Esses conflitos eram banais, só que incomodavam muito Kate. Acontece que sua mãe achava que ela deveria ter vários amigos e lhe cobrava isso como se fosse culpa dela. No fundo Kate sentia falta de ter uma amiga de verdade, mas como ela mesmo acreditava que não chamava atenção de ninguém, acabava sozinha. Quando uma garota descolada, que chama atenção e que tem atitudes rebeldes para ser notada passa a observá-la diariamente no colégio, ela, de tão tímida, não consegue nem puxar assunto. A menina nova é sua vizinha e, assim como ela, também precisa de uma amiga.
"A amizade das duas era mais importante do que qualquer relacionamento. Namorados vão e vem, amigas são para sempre."
 Kristin Hannah nos apresenta a uma história admirável! A cumplicidade e a sinceridade das duas é única e no decorrer da história acompanhamos o crescimento da amizade de Tully e Kate, enquanto as duas dividem sonhos, momentos e segredos. Quando lemos a sinopse, podemos pensar que se trata de uma história onde a amizade das duas personagens principais é a única coisa abordada no livro, mas não é. A autora consegue, de uma forma surpreendente, escrever sobre situações dolorosas e situações incríveis com a mesma emoção. Ela mostra como as duas personagens são parecidas e totalmente diferentes ao mesmo tempo: uma acaba se realizando na profissão, porém não realiza o desejo de ter uma família; a outra realiza o desejo de ter uma família, mas não tinha se realizado profissionalmente. Uma era o oposto da outra. E as duas se completavam.
"Você tem muito medo do amor, mas muito amor para dar." 
 Um erro, ou talvez a tentativa de acertar essa amizade, acaba abalando a relação das duas e é nesse momento que percebemos como a autora sempre se supera. A narrativa em terceira pessoa é envolvente e, sem dúvidas, é o que mais transmite as emoções das duas personagens. A história é bem construída, temos momentos de sorrisos e momentos de lágrimas (é inevitável terminar a leitura em meio a elas) e personagens muito marcantes.

 Uma das coisas que me agradou no livro é que Kate e Tully se tornam jornalistas. Além de Kate mencionar o livro "O Hobbit" (no livro, ela conta que este se tornou o livro da sua vida quando ela tinha apenas 13 anos), Tully menciona datas memoráveis como a morte da princesa Dyana, o ataque às Torres Gêmeas e vários outros. Além de, ao longo da leitura, a autora montar uma playlist da amizade de tantos anos das duas. Escutei cada uma das músicas e com certeza irei ouvi-las sempre.

No fim, Kristin Hannah nos mostra que o mais importante é mesmo mudar e reorganizar nossas vidas, pois acima de tudo, o que deve ser para sempre são as nossas amizades. "Amigas Para Sempre" traz uma história incrivelmente maravilhosa que deixará todos os leitores com o coração apertado no final da leitura. Quem já leu algo de Hannah sabe que ela é conhecida pelos momentos marcantes em seus livros e depois dessa leitura ela é, definitivamente, uma das minhas autoras favoritas,


 "Amigas Para Sempre" faz parte de uma duologia, que é seguida do livro "Por Toda a Eternidade", que foi lançado pela Editora Novo Conceito este mês. Em breve teremos resenha no blog, fiquem de olho!