[Resenha] Uma Carta de Amor | Nicholas Sparks



Autor: Nicholas Sparks
Título: Uma Carta de Amor
Título Original: Message in a Bottle
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412475
Páginas: 288
Gênero: Romance
Sinopse: Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém.
Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. 
Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: "Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos." 
Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas "Garrett". Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. 
Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. 
Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre. 
"Ela não sabia onde Garrett estava, mas ele existia de verdade, e uma das coisas que ela aprendera bem cedo na vida fora que, quando uma pessoa encontra algo que mexe com ela, é melhor tentar descobrir mais sobre essa coisa. Se ela ignorar os próprios sentimentos, jamais descobrirá o que poderia acontecer, e por vários motivos isso é pior do que constatar que estava errada desde o início. Porque, ainda que esteja equivocada, ela será capaz de seguir sua vida sem olhar para trás e sem ficar imaginando o que poderia ter acontecido."

 Nicholas Sparks é, sem dúvidas, meu romancista favorito. Não importa quantos personagens morram em seus livros e quantas vezes ele me faça soluçar de tanto chorar, suas palavras, histórias e personagens sempre me comovem de uma maneira única, que me fazem amar cada vez mais o autor. "Uma Carta de Amor"  foi o terceiro livro publicado de Nicholas Sparks. No Brasil, ele foi publicado pela primeira vez pela Editora Objetiva, porém neste ano a Editora Arqueiro relança o livro em uma edição incrível. 

 Theresa está aproveitando ou, pelo menos, tentando aproveitar as férias. Seu filho, Kevin, está passando as férias na Califórnia com o pai e a nova família dele, quando ela não para de pensar no filho. Em uma de suas caminhadas na praia de Cape Cod ela encontra um objeto que foi arrastado pelo mar para a areia. Curiosa, ela vê uma garrafa com um papel dentro e logo a abre para saber o que tem nele. A folha, datada de três semanas atrás, continha uma carta emocionante e cheia e amor assinada por Garret, um homem que ela nem imaginava quem podia ser, porém que a fez acreditar, depois de três anos, no verdadeiro amor através de uma carta.

 Eu estava super ansiosa para ler "Uma Carta de Amor". Até hoje não vi o filme que é uma adaptação deste livro, mas meus conhecidos que leram a primeira edição do livro ou assistiram ao filme sempre me falaram que era emocionante. Já no Prólogo o autor no deixa curiosos para saber o que há por trás do mistério que é a garrafa e a mensagem de Garret e, quando Theresa lê a carta, toda a emoção contida na mesma passa de Theresa para todos os leitores. Dessa vez, Sparks quis começar a nos fazer chorar logo no início.

 Garret é um homem doce, sensível, que toca não só o coração de Theresa como o nosso também.Theresa, por sua vez, decide tentar conhecer esse homem que não tem medo de demonstrar seus sentimentos através de cartas para sua amada Catherine. É impressionante a forma como Sparks consegue nos deixar - pelo menos as mulheres - apaixonadas por seus personagens que, sempre, tem atitudes admiráveis em relação ao amor. O relacionamento de Garret e Theresa é algo tão inspirado que, mesmo com vários obstáculos, será impossível não querer viver um amor intenso como esse.

 A escrita de Nicholas é sempre fluída, com os detalhes na medida certa e envolvente como tem que ser. Ficaria impossível colocar todos os quotes que amei do livro, mas já adianto: ele está cheio de scrapbooks! Nicholas não escreve um romance meloso, com finais sempre felizes e é isso que mais agrada no autor. Por mais que seja difícil encontrar amores - quase - impossíveis como nos livros dele, toda a trajetória das personagens mostra como eles podem ser reais e como o "felizes para sempre", sem nenhum defeito, está difícil nos dias de hoje.

 A diagramação do livro é simples, o tamanho das fontes e as mesmas são ótimas para que a leitura seja fluída e a capa, para mim, é a mais bonita publicada pela Arqueiro. Ela segue a linha do "Uma Longa Jornada", publicado ano passado pela Editora e, sem dúvidas, é bem mais bonitas do que as capas publicadas nos EUA. Eu encontrei várias capas americanas, mas essa ao lado foi a "melhorzinha" (risos).

 Mais uma vez Nicholas Sparks nos emociona com sua sensibilidade e o realismo de suas palavras que nos envolvem, nos emocionam, nos deixam feliz e tristes ao mesmo tempo. "Uma Carta de Amor" entrou para o meu Top 5 do autor, ficando atrás apenas de "Querido John" (que é o meu livro favorito ever!) e agora só posso dizer: onde eu consigo assistir ao filme????