[Resenha] The Transfer - A Divergent Story | Veronica Roth


Título: The Transfer
Subtítulo: A Divergen Story
Autora: Veronica Roth
Editora: Katherine Tegen Books
ASIN: B00DG261BG
Número de páginas: 30 páginas
Gênero: Ficção, Distopia
Sinopse: More Four! Fans of the Divergent series by #1 New York Times bestselling author Veronica Roth will be thrilled by ‘The Transfer’, the first of four new short stories told from Four’s perspective.
Each brief story explores the world of the Divergent series through the eyes of the mysterious but charismatic Tobias Eaton, revealing previously unknown facets of his personality, backstory and relationships.
Sinopse (tradução livre): Mais de Quatro! Os fãs da série Divergente da autora #1 no The New York Times Veronica Roth vão fica agitados com "A Transferência", o primeiro de quatro novos contos narrados na perspectiva de Quatro. Cada conto explora o mundo de Divergente pelo ponto de vista do misterioso e carismático Tobias Eaton, revelando fatos previamente desconhecidos de sua personalidade, história e relações.
"I recognize the voice of Andrew Prior's. He's one of my father's closet friends at work, which means nothing, because no one really knows my father. Not even me."
"Eu reconheço a voz de Andrew Prior. Ele é um dos amigos próximos de meu pai no trabalho, o que não significa nada, porque ninguém realmente conhece o meu pai. Nem mesmo eu."

"The Transfer" é o primeiro de quatro contos preparados por Veronica Roth para os leitores e fãs da trilogia "Divergente". Em "Convergente a história é narrada pelo ponto de vista de Tobias e Tris, então, depois daquele final... surpreendente(!), Veronica achou que nos devia algo mais do nosso amado Quatro (okay, isso não é exatamente verdade, mas na minha visão de leitora inconformada com aquele final, vou acreditar nisso). 
"'You're not a bad runner,' Tori says as she sidles up to me on the platform. 'At least for an Abnegation kid."
"'Você não é um mal fugitivo,' Tori diz se insinuando para mim na plataforma. 'Ao menos para uma criança da Abnegação."
 Tobias Eaton é um garoto totalmente sozinho: sem amigos, sem o amor da mãe e somente com a presença de um pai que não está nem ligando para ele, além de agredi-lo com a desculpa de que o está educando, ele só pensa em ser livre. Tobias tem 16 anos e está pronto para fazer seu teste de aptidão, esperando que o mesmo lhe mostre, finalmente, que ele não pertence à abnegação e está livre de seu pai.

 O dia do teste chega e deixa Tobias ainda mais decepcionado: sua aptidão é mesmo Abnegação. Quando chega em casa seu pai, preocupado com ele pela primeira vez, o pergunta sobre o teste, insinuando que poderia ter ocorrido algo errado em seu teste. Ele não sabe, mas quem leu "nsurgente" sim: Marcus é Divergente e esperava que o filho fosse também. Confuso e indignado, Tobias só pensa em como poderá fugir de seu pai e se ver livre para viver e agir da forma que quiser, então, só há uma alternativa: a Audácia.
"'My name is Four.' I say. 'Call me Stiff again and you and I will have a problem.'"
"'Meu nome é Quatro.' Eu digo. 'Me chame de Careta novamente e eu e você teremos um problema.'"
 Todos os que leram a série sabem o motivo de Tobias ser chamado de Quatro e quem o apelidou dessa maneira, certo? Recapitulando: Amah (o nome foi adaptado para que ele não se chamasse Amar aqui no Brasil), que foi um de seus instrutores e viu sua paisagem de medo, o apelidou dessa maneira por causa do record de Tobias: ele possui apenas quatro medos. Eu achei incrível conhecer mais de Amah (ainda mais depois de uma certa revelação no último livro da trilogia) e da relação dele com Quatro. Gostei de ver os primeiros passos dela na Audácia e como ele foi realmente corajoso ao escolher uma facção pela qual ele não tinha aptidão. Ver Eric como um verdadeiro covarde (e olha que nesse livro nem aparece a primeira luta dele com o Quatro) é gratificante, e fiquei um pouco surpresa (e um tanto quanto orgulhosa) de ver como, antes de ser chamado de Quatro, ele preferia até ser chamado de Careta (apelido que é dado para todos os da Abnegação), ao ser associado a figura de seu pai. Quatro sempre foi forte. Ele apenas não sabia.
"Amar gave me more than a name. He gave me power."
"Amah me deu mais que um nome. Ele me deu poder."
"The Transfer" é, sem dúvidas, um conto que vale a pena ler. Veronica nos mostra o verdadeiro Quatro e o verdadeiro Tobias. É impagável a sensação de estar na mente dele, sabendo mais sobre sua família e sobre sua transferência para a Audácia.

Todos os outros contos estão disponiveis na pré-venda da Amazon: “The Initiate” ("O Iniciado"), "The Son" ("O Filho") e "The Traitor" ("O Traidor"). Todos eles serão lançados no dia 8 de Julho deste ano, mas haverá também uma versão impressa do livro (capa abaixo) com todos os contos e que, Veronica não tem certeza se será lançado em outros países. A Rocco, que é a responsável pela publicação da série no Brasil, anunciou que todos os contos estarão disponíveis até Setembro de 2014, e o livro impresso será lançado no segundo semestre!

Sinopse: Dois anos antes de Beatrice Prior fazer sua escolha, aos dezesseis anos de idade, o filho do líder da facção Abnegação fez o mesmo. A transferência de Tobias para a Audácia é uma chance de começar de novo. Aqui, ele não será chamado pelo nome que seus pais lhe deram. Aqui, ele não vai deixar que o medo o transforme em uma criança covarde.
Recém batizado de “Quatro”, ele descobre durante a iniciação que ele terá sucesso na Audácia. A iniciação é apenas o começo, embora, Quatro deva reivindicar seu lugar na hierarquia da Audácia. Suas decisões afetarão iniciados futuros, bem como desvendar segredos que poderão ameaçar o seu próprio futuro e o futuro de todo o sistema de facções.
Dois anos mais tarde, Quatro está pronto para agir, mas o curso ainda é incerto. O primeiro iniciado que salta para dentro da rede pode mudar tudo. Com ela, o caminho para corrigir o seu mundo pode se tornar claro. Com ela, pode ser possível se tornar Tobias mais uma vez.
Então, existem algumas coisas que você não pode esperar. Três cenas excluídas de The Traitor, cenas que escrevi durante a elaboração das histórias, mas tive que cortar para o tamanho (ou porque já não trabalhava para a linha do tempo). Os títulos são linhas memoráveis ​e ​que todos venham a terminar com a mesma palavra. Eles também são os “primeiros momentos”. Você sabe, como…
“Primeira a saltar – Tris” – A primeira vez que ele coloca os olhos sobre ela.
“Cuidado, Tris . ” – E a primeira vez que Tris o desafia. (Mas certamente não a última!)
“Você está bonita, Tris.” – E a primeira vez que ele baixa sua guarda.