[Papo Literário] Colleen Hoover fala sobre "Métrica" e "Um Caso Perdido"

 Colleen Hoover é autora de seis livros Bestsellers do The New York Times. Quando li "Um Caso Perdido" fiquei totalmente encantada pela escrita dela e totalmente ansiosa para ler seus outros livros. Começo a entrevista perguntando sobre ela, e ela me conta que vive no Leste do Texas com seu marido, seus três filhos, seu cachorro, Pacey, e seu zumbi, Steve. Collen me diz que ama Pepsi Diet mais do que qualquer coisa e é uma ninja em seu tempo livre. É dessa forma animada que começamos o Papo Literário de hoje!

:: Entrevista feita por: Mariana Mortani
:: Traduzido por: Mariana Mortani

Magia Literária: Colleen, antes de publicar em uma editora, você publicou seu primeiro livro, "Métrica" de forma independente. Por que você optou por começar "sozinha"?
Colleen Hoover: Honestamente, eu nem estava tentando ser publicada. Eu apenas escrevi a história por diversão, como um presente para minha mãe, e a coisa meio que decolou por conta própria. Então, eu suponho que minha verdadeira razão para a auto publicação foi que eu pensei que seria divertido para meus amigos e minha família terem meu livro em seus Kindles e celulares, eu achei que era melhor do que as milhares de páginas de uma versão impressa para que todos pudessem ler.

ML: Seu livros abordam, além de romance, alguns problemas familiares. Qual a mensagem principal que você gostaria de passar aos leitores?
CH: Minhas histórias são sobre a vida.  Eu gosto de abordar questões reais que pessoas de verdade lidam, então eu tento não focar só no romance, mas sim focar na vida de cada personagem além do romance.

ML: Quando que Layken e Sky surgiram em sua mente pela primeira vez?
CH: Não muito tempo depois que escrevi "Métrica" a ideia [de "Um Caso Perdido"] surgiu em minha mente. Eu levei um tempo para começar a escrevê-lo, no entanto.

ML: Você já colocou algum acontecimento de sua vida em um de seus livros?
CH: Na verdade, não. A maior parte do que você pôde ler em meus livros é 100% ficção. De vez em quando, eu coloco algo de minha vida. Por exemplo, quando Kel e Caulder fazem um boneco de neve sangrento, foi algo que meus filhos realmente fizeram uma vez.

ML: Os direitos de "Métrica" foram vendidos e existe uma possibilidade para que ele se torne um filme. Você pode nos contar alguma novidade? E, se pudesse escolher, qual atriz interpretaria Layken?
CH: Bom, direitos de imagem são vendidos a todo o momento, mas algumas vezes eles não se tornam nada. Eu não tenho nenhuma novidade até o momento, mas irei anunciar, com certeza, caso tenha algo novo para contar. Eu, também, não imagino meus personagens quando os estou criando, então não estou segura de quem eu gostaria que fosse Layken.

ML: Antes de se tornar escritora, quais os autores que te inspiraram? Você conhece ou já leu algum livro de um autor brasileiro?
CH: Antes de escrever, eu nunca havia lido um romance. Eu não tenho um autor por quem poderia me inspirar, mas muitos músicos me inspiraram. Como The Avett Brothers! E não, eu não acredito que eu tenha conhecido algum autor brasileiro.

ML: Em "Um Caso Perdido" você faz um agradecimento especial aos blogueiros e, muitos deles, de vários países, resenham seus livros. Você recebe muitas mensagens dos leitores brasileiros?
CH: Eu tenho meu próprio blog:  www.colleenhoover.com. E, sim, eu recebo mensagens de leitores de todos os lugares do mundo! 

ML: Qual o privilégio de ser uma escritora?
CH: É incrível! Eu posso fazer o que amo absolutamente todos os dias e isso me permite sustentar a minha família. O que mais eu poderia pedir?

ML: Você já viu alguém lendo um de seus livros em algum lugar?
CH: Algumas pessoas me contaram sobre terem visto estranhos lendo meus livros, mas isso nunca aconteceu pessoalmente comigo. Eu acho que seria muito legal!

ML: O que é pior: começar ou terminar um livro?7
CH: Definitivamente começar. Terminar um livro é uma sensação maravilhosa, mas as vezes pode ser difícil começá-lo.

ML: Você possui algum novo projeto em mente? Pode nos contar algo?
CH: Eu tenho, mas não posso contar nada ainda :)

Se eu fosse outra autora, seria: Kurt Vonnegut - Eu adoraria estar dentro da mente dele (temporariamente!)
Se eu fosse um livro, seria: "Mud Vein", de Tarryn Fisher
Se eu fosse um lugar, seria: A praia
Se eu fosse um sentimento, seria: Gratidão
Se eu fosse uma palavra, seria: Introvertida
Se eu fosse uma frase, seria: "Decide what to be and go be it" - The Avett Brothers ("Decida o que ser e seja.")

 Você pode seguir Collen no Instagram se você quer assistir aos seus videos "inúteis e aleatórios" (palavras dela, haha), no Twitter mas ela raramente posta "algo que valha a pena" (novamente, palavras dela). Você pode encontrá-la também no seu blog, colleenhoover.com, ou no seu Facebook - que é mais ativo, pois é onde ela adora dar coisas dela gratuitas, quando o marido não está olhando.

:: Entrevista feita por: Mariana Mortani
:: Traduzido por: Mariana Mortani


 Gostaram, pessoal?
 Espero que tenham adorado a entrevista tanto quanto eu! Me digam o que acharam e não deixem de me dizer: quem já leu "Métrica" ou "Um Caso Perdido"?

Comentários

  1. Oi Mari! Ainda não li nenhum livro da autora, então a entrevista ficou um pouco vaga, hahaha.
    Mas pretendo ler. E a autora parece ser uma fofa.

    um beijo,
    Livrologias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Conhecia apenas as obras da Collen e muito bom ver a simpatia dela, respondendo as perguntas e falando um pouco da experiência de ser autora, aguardando novidades sobre esse novo projeto dela.

    ResponderExcluir
  3. A autora parece bem legal!!
    Infelizmente nunca li nenhum livro dela, mas quero muito Um Caso Perdido, parece muito bom!

    ResponderExcluir
  4. Gostei da autora, parece ser uma pessoa bem fofa e divertida. Ainda não li nenhum dos seus livros, mas Um Caso Perdido está na minha lista de desejados e espero ler em breve.

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  5. Nossa se eu gostei, não eu AMEI!!Que demais poder saber mais sobre esta autora que é um grande sucesso. Achei muito legal saber e conhecer um pouco mais de suas opiniões ainda não tive a oportunidade de ler nada dela, mas tenho os dois livros na lista de desejados e espero poder conferir em breve!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Mari, apesar de não ter lido nenhum livro dela achei ela muito simpática em suas palavras me identifiquei demais com a frase com que ela se definiu no final da entrevista, acho que é muito difícil você ser o que quer ser!

    ResponderExcluir
  7. Acho a Collen uma fofurinha <3
    Ela é tão gracinha, simpática e atenciosa que eu não aguento hahaha
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Ela é tão simples. Encantadora seria a palavra, adoro humildade. Espero que tenha sucesso na carreira, ainda mais!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Ela é demais! Amo seus livros! Métrica, Pausa e This girl são perfeitos, mas Um caso perdido, é fantástico! O tema é forte e realístico. O livro te prende do início ao fim.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas