[Resenha] Bem-Casados | Nora Roberts

Título: Bem-Casados
Título Original: Savor the Moment
Autora: Nora Roberts
ISBN: 9788580413052
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 288
Sinopse: Bem-casados, terceiro livro da série Quarteto de Noivas, é uma linda história sobre a doçura do amor. Quando terminar de lê-lo, você terá certeza de que os sonhos podem se realizar das formas mais inesperadas. Parker, Mac, Emma e Laurel, amigas de infância, ganham a vida realizando o sonho de inúmeros casais apaixonados. As quatro são proprietárias da Votos, uma empresa de organização de casamentos. Após ter trilhado um caminho muito duro para conseguir ser alguém na vida, Laurel McBane se tornou a criadora dos bolos e quitutes mais lindos e saborosos do estado. Ela preza sua independência acima de tudo e não aceita que ninguém interfira em suas decisões. Talvez por isso, apesar do sucesso profissional, ainda não tenha se entregado ao amor. Apaixonada desde sempre por Delaney Brown, irmão de Parker, ela nunca teve coragem de revelar seus sentimentos. Afinal, sabe que é como uma irmã para ele. Advogado da Votos, Del se sente responsável por cuidar não só dos assuntos burocráticos da empresa, mas também do bem-estar das quatro sócias. Porém, sua postura paternalista e superprotetora começa a gerar desentendimentos entre ele e Laurel. Mas essas diferenças de opinião também fazem ferver uma química que vinha cozinhando em fogo brando havia muito tempo, acendendo uma faísca que eles não sabem se conseguirão – ou se querem – conter. Agora Laurel e Del precisarão conciliar suas convicções e personalidades para que o orgulho não fale mais alto que a paixão.
"Não sei se você foi sempre a única. Eu estava acostumado a olhá-la e pensar em você de outra maneira. [...] Mas sei que é a única agora"

 "Bem-Casados" é o terceiro livro da série "Quarteto de Noivas". No primeiro livro, "Álbum de Casamento", conhecemos a história de Mac e Carter, no segundo livro, "Mar de Rosas", conhecemos o amor de Emma e Jack, e neste livros vamos conhecer mais sobre Laurel, a doceira da VOTOS, que de doce só tem na cozinha pois não leva desaforo para casa. Ela sempre foi apaixonada (novidade nessa série risos) por Del, que é irmão da Parker, mas os dois são totalmente opostos: ele, muito protetor; ela, totalmente independente e forte. Mas não é só a divergência de personalidade que os atrapalha. Del só vê como irmã, mas ela está disposta a mudar isso pois tinha intenções muito diferentes de uma irmã.


 Eu amei o primeiro livro da série, adorei o segundo e nesse fiquei um pouco decepcionada. Apesar de gostar bastante da personagem de Laurel e de sua atitude, achei a história detalhada até demais. Eu gosto de narrativa detalhadas, ainda mais em terceira pessoa, mas dessa vez Nora não conseguiu me agradar.  Não sei se é porque já conhecia alguns personagens e, em um terceiro livro, as coisas podem começar a ficar repetitivas, mas nem as descrições dos bolos e de Del como advogado estavam me agradando. Algumas coisas foram meio clichês (a ideia do sapato, a mãe de Mac dando o parecer da relação) e, mesmo estando acostumada com eles, dessa vez não consegui deixar passar.

 Eu sempre espero mais do que apenas o romance nos livro e dessa vez foi o contrário: eu queria mais romance. Não sei se ao tentar criar uma personagem durona Nora tornou a história sem emoção, ou se sou eu que fiquei chata demais. A verdade é que, para mim, a história se tornou o mais clichê possível. Nora alongou alguns momentos bem desnecessários e diminuiu momentos que seriam de ótima leitura.

Capa original
 Uma das coisas que eu gosto na série é que revemos todos os outros personagens nos livros, mas isso teve o lado bom, que foi ficar ansiosa pelo próximo livro para poder conhecer mais de tal personagem, mas dessa vez teve o lado ruim: só pelo nome do próximo (e último) livro da série nós podemos saber o final. Mesmo assim, Parker e Mal já tem boa história graças ao livro anterior e a este e não sei se Nora pode preparar uma grande surpresa (espero que sim!).
"De mãos dadas, eles começaram a subir a escada para partilhar os próximos momentos com a família."
 No final, "Bem-Casados" não é tudo o que eu esperava, mas é um livro bom e não deixo de recomendar. Mesmo tendo ficado um pouco desanimada, quero ler o último livro, intitulado "Felizes Para Sempre", que será lançado em breve pela Arqueiro.