[Resenha] Magisterium - O Desafio de Ferro | Holly Black e Cassandra Clare


Título: Magisterium - O Desafio de Ferro
Título Original: Magisterium - The Iron Trial
Autoras: Holly Black e Cassandra Clare
ISBN: 9788581635576
Grupo Edirorial: Novo Conceito
Selo: #Irado
Número de Páginas: 384
Gênero: Fantasia
Sinopse: AMIGOS E INIMIGOS. PERIGO E MAGIA. MORTE E VIDA. A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar. Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior... mas falha em seu plano de falhar. Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro. Magisterium - O Desafio de Ferro nasceu da extraordinária imaginação das autoras best-seller Holly Black e Cassandra Clare. Um mergulho alucinante em um universo mágico e inexplorado.
"O Desafio está  prestes a começar."
 Uma escola de magia e um trio de amigos prestes a enfrentar muitas confusões. Vocês já ouviram essa história antes, não é? Eu adoro as duas autoras de "O Desafio de Ferro" e, desde que elas anunciaram que publicariam um livro juntas, fiquei super ansiosa. Não vou dizer que não fiquei com um pé atrás, até porque já conhecemos vários trios aventureiros por aí e tem um especial ligado à magia que este livro lembrava muito, mas, por sorte, as autoras me impressionaram.
"Call, as pessoas trapaceiam para ganhar. Não é possível trapacear para perder."
 Callum Hunt é um menino que cresceu ouvindo o quão ruim era a escola Magisterium. Ele sabia que coisas terríveis poderiam acontecer com ele caso ingressasse lá pois, além de sua mãe, Sarah Hunt, ter morrido graças a esta escola, ele sabia como os magos poderiam ser traiçoeiros. O problema é que ele é obrigado a participar do Desafio de Ferro, um teste que diz se as crianças devem ou não fazer parte da escola e, obviamente, esta é a única coisa que Call e seu pai, Alastair, querem. Na hora das provas, Call não precisa fazer muito esforço para falhar, uma vez que ele já o está fazendo naturalmente porém, para sua surpresa, ele passa no teste e terá que ir imediatamente para a nova escola. 
"- [...] Ninguém é escolhido pelo mestre mais prestigiado do Magisterium por acidente, então pare de inventar historinhas para o meu lado. Quando chegarmos à escola, minha missão será recuperar o meu lugar."
 Ao serem escolhidos para estudar no Magisterium os alunos são direcionados a cada Mestre que os acompanhará pelos próximos 5 anos e, por ironia do destino, ele foi selecionado para aprender com Rufus, o melhor mago do Magisterium. Callum tem que deixar seu pai para trás depois de um episódio lamentável e seguir em frente descobrindo o que os magos e a nova escola o reservam. Ele só não esperava que poderia se sentir em casa em um lugar que odiava tanto antes mesmo de conhecer.
"-Um mago sem treinamento é como uma rachadura na terra esperando ser rompida e aberta e, se isso acontecer, ele irá matar não apenas muitas pessoas como também a si mesmo."
 A pessoa aqui é tão ansiosa que nem esperou o Grupo Novo Conceito enviar o livro e já começou a ler o e-book. Eu estava bem curiosa para conhecer o Magisterium e as aventuras de Callum, além de querer saber como seria a escrita de Holly e Cassandra juntas e como toda a história seria, ainda mais depois de participar do Hangout com as duas autoras. Não há dúvidas de que não conseguimos identificar quem escreveu cada parte do livro e isso tornou a leitura ainda mais proveitosa. Eu tentava, sem sucesso, dizer "ah, essa parte é da autora tal", mas esse negócio de uma autora escrever uma cena e a outra revisar e editar deu tão certo que acho que ninguém vai conseguir adivinhar quem escreveu o que.

 Eu amo livros que envolvem o mundo mágico (principalmente quando o assunto é bruxaria) e é por isso que todo livro de fantasia que leio, procuro não esperar demais. Sempre acho que vou me decepcionar e, na maioria das vezes, isso acontece. Então, quando percebi que estava muito ansiosa pelo livro tentei amenizar um pouco as expectativas mas foi inevitável. Comecei a leitura comparando sim com outras, mas, por sorte, o mundo criado por Holly e Cassandra me agradou logo, ainda durante os testes de Callum. Ele é bem diferente do que estamos acostumados e a magia, o ambiente, o vilão e O FINAL são todos de surpreender.
"Quando um pedaço de vazio é colocado dentro de uma pessoa, ela se torna um monstro inconsequente."
 Callum é um personagem que nos ganha logo de cara ao mostrar sua personalidade doce e sarcástica ao mesmo tempo. Ele guarda grande mágoa do seu passado e, a todo momento, se lembra como foi difícil crescer sem sua mãe, com a perna cheia de pinos ("lembrança" do dia em que sua mãe morreu) e sem poder confiar em ninguém, mas vai ser no Magisterium, o lugar mais improvável, que ele vai amadurecer e a conhecer a si mesmo.

 Tamara e Aaron são os outros dois personagens que acompanharão Callum em sua jornada e que mostrarão o que é amizade verdadeira. Aaron não me agradou nada de início e Tamara me fazia sentir que poderia mostrar muito mais. Ela foi criada de uma maneira muito rígida e vai precisar aprender bastante na escola, enquanto Aaron não me chamou a atenção nem sendo um personagem bem importante.De qualquer forma, acho que os dois tem muito para mostrar nos próximos livros (principalmente Aaron).

 A diagramação do livro está incrível! Eu li o e-book, mas mal posso esperar para ver pessoalmente. A cada início de Capítulo temos uma ilustração de algo importante que estará presente no capítulo que segue.  É uma pena que o livro não seja lançado em capa dura como os outros livros do selo, mas essa capa é maravilhosa! A Novo Conceito também fez um marketing incrível para o livro desde que começaram a enviar pôsteres e bottons de cada um dos elementos. Também fizeram uma pulseira, diferente da descrita no livro, mas que lembra a mesma que os alunos usam: eles ganham pedras e metais que marcam suas conquistas e, por ser o ano de Ferro, a pulseira é de ferro, mas depois vem cobre, bronze, prata e ouro.
"O fogo quer queimar. A água quer fluir. O ar quer se erguer.. A terra quer unir. O caos quer devorar."
  "O Desafio de Ferro" é o primeiro dos cinco livros da série "Magisterium" e nos traz uma leitura emocionante, viciante e impressionante sobre amizade, escolhas, o bem e o mal. Callum, Tamara e Aaron são personagens que nos farão crescer junto a eles durante a história e que farão cada momento de leitura valer a pena. Mesmo esperando muito do livro minhas expectativas foram superadas, então nem preciso dizer como já espero pelo próximo livro.