[Resenha] A Última Vítima | Tess Gerritsen


Titulo: A Última Vítima
Autora: Tess Gerritsen
ISBN: 9788501404589
Grupo Editorial: Record
Editora: Record
Número de Páginas: 384
Gênero: Policial, Suspense
Sinopse: Quando a família adotiva de Teddy Clock, de 14 anos, é massacrada e o menino torna-se o único sobrevivente, a detetive da polícia de Boston Jane Rizzoli é chamada para investigar o caso. Descobre que a morte cerca o menino: sua família biológica também foi assassinada. Por causa dessa estranha coincidência, Jane logo leva Teddy para Evensong, uma escola isolada no Maine que protege crianças que perderam suas famílias de forma violenta. Porém, o passado de Teddy revela semelhanças assustadoras com as tragédias de outros dois alunos do colégio, Will Yablonski e Claire Ward. Estariam os três adolescentes, já tão marcados pelas cicatrizes da violência, seguros dentro dos portões de Evensong?
"Sangue é removido com mais facilidade do que memórias [...]"
 A Última Vítima é o décimo terceiro livro da autora Tess Gerritsen e o décimo da série Rizzoli & Isles e adivinha quem não sabia disso? Sim, eu mesma. Posso parecer uma ET mas nunca li nada da autora, nem havia lido alguma resenha de livros dela e muito menos sabia que a série havia sido inspirada em livros (em que mundo eu vivo? É só o terceiro do Ensino Médio, galera...) mas quando vi esse livro entre os lançamentos da Record ele me chamou atenção pela capa e, principalmente, pelo enredo. Vi que não era necessário ler todos os outros livros para entender a série e, como ando lendo muitos romances e new adults, achei que estava na hora de dar uma variada e ler um policial. Ainda bem que o fiz, pois a leitura foi maravilhosa.
"- Ninguém pode me ajudar. - Eu posso. E vou. - Então, você também vai morrer."
 Jane Rizzoli é detetive da divisão de homicídios da polícia de Boston e Maura Isles é a médica legista. Juntas elas desvendam crimes e assassinatos e, dessa vez, elas precisam não só lidar com um caso violento como lidar com crianças. Teddy Clock é um garoto de 14 anos que irá surpreender Jane: o menino sobreviveu a dois massacres; o primeiro de sua família biológica e o segundo de sua família adotiva. O garoto é enviado para uma escola isolada e que aceita crianças com traumas, mas Jane só não sabia que poderiam ser traumas tão parecidos. Teddy conhece outros dois adolescentes que sofreram o mesmo tipo de atentado contra a família e, agora, mante-los juntos pode ajudar não a eles e, sim, quem começou com tudo isso.

 A escrita de Tess Gerritsen é fantástica! Eu comecei a ler e simplesmente não conseguia parar. A narrativa em terceira pessoa ajuda muito nos livros desse gênero mas, dessa vez, eu fui surpreendida. Não sei se era a saudade de livros policiais e desse suspense que fica presente até a última página, mas eu realmente amei cada momento da leitura. Não posso comparar a história desse décimo volume com os anteriores, mas adorei Jane e Maura em especial e, claro, os adolescentes que são como personagens principais tem todo um mistério em suas personalidades e tornam tudo ainda mais emocionante.

 Algo que gostei bastante também foram os leves toques de descontração, principalmente se tratando de Jane com a família. Senti falta de conhecer mais das personagens principais (Jane e Maura) e preciso ler para ontem os livros anteriores porque quero saber mais sobre as personalidades delas. A Jane tem marido e filha e Maura é sozinha, então senti que esse contraste era necessário para que os leitores possam se identificar com uma e, ao mesmo tempo, entender a outra sem julgamentos.

  A Última Vitima é um livro repleto de suspense que faz com que o leitor não queira largar a leitura nem por um momento e que o faz ter suspeitas que são modificadas a todo instante. Mesmo tendo um palpite próximo ao que é revelado no final eu fui surpreendida e apreciei cada momento da leitura. Não sei se a série possui mais livros depois desse (a decisão de uma personagem me indica que sim, mas nada fica realmente claro relacionado a uma continuação), porém eu torço para que sim, mesmo sabendo que as férias estão chegando e eu vou adquirir os livros anteriores logo.