[Resenha] Quatro - Histórias da Série Divergente | Veronica Roth

Título: Quatro - Histórias da série Divergente
Título Original: Four - A Divergent Collection
Autora: Veronica Roth
ISBN: 9788579802218
Editora: Rocco
Número de Páginas: 272
Assuntos: Distopia, Literatura Estrangeira
Sinopse: Reunindo quatro histórias da série Divergente contadas da perspectiva do personagem Tobias, e três cenas exclusivas, Quatro Histórias da série Divergente oferece aos fãs da saga criada por Veronica Roth a chance de conhecer melhor a personalidade de um personagem fascinante e complexo e a chance de mergulhar mais fundo na sociedade dividida em facções criada pela autora. Com mais de 21 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, a série Divergente chegou aos cinemas com Shailene Woodley e Theo James nos papéis principais.
"Não sou Tobias Eaton, não mais, nunca mais. Sou um membro da Audácia."
 Em maio deste ano comprei na Amazon The Transfer (A Transferência), primeiro conto do livro Quatro, que traria quatro contos narrados na perspectiva de Tobias Eaton sobre sua vida antes e durante sua vida na Audácia. Quando esse conto foi liberado eles não tinham a ideia de uni-lo a  outros escritos pela Veronica em um livro, o que, em parte, foi sorte nossa por nos permitir ter um gostinho do que viria por aí e, por outro lado, fez a espera ficar torturante. Os outros contos acabaram ficando disponíveis para compra na Amazon em Julho e, em Setembro, a Editora Rocco publicou Quatro - Histórias da Série Divergente,  livro impresso com os quatro contos e mais três cenas inéditas de Divergente narradas por Tobias.

 A narrativa de Veronica Roth é sempre maravilhosa. Os acontecimentos não são narrados de forma muito rápida nem muito lenta. Tudo tem seu tempo, as revelações são feitas em momentos que deixam o leitor ainda mais ansioso e a narrativa em primeira pessoa de Quatro nos aproxima ainda mais do cara forte e misterioso que conhecemos. Nesse livro teremos as respostas para perguntas sobre ele em Divergente, Insurgente e Convergente, mas, o melhor de tudo, é poder matar a saudade desse personagem que tanto amamos.
"Eu preferia qualquer outra facção. Qualquer outra facção que não fosse a minha, em que todos já decidiram que não sou digno de atenção."
 Em A Transferência é meu conto favorito. Vamos conhecer um pouco sobre a vida de Quatro antes de sua decisão de se tornar membro da Audácia. Nós podemos saber um pouco da sua relação com o pai, como foi a perda de sua mãe e como foi lidar com as agressões do pai a perda. Como li o conto em maio, acabei fazendo uma resenha do mesmo e vocês podem conferir clicando aqui.
"Eu posso ter escolhido a Audácia como um refúgio, mas não estou apenas sobrevivendo aqui, estou me destacando."
 A Iniciação vai nos mostrar os primeiros desafios de Tobias em sua nova facção: o conhecimento de seus medos, as lutas, a relação com pessoas novas e etc. Vamos conhecendo mais de seus amigos e de seus pensamentos sobre cada um deles. Tori, Uriah e Shauna são personagens que gosto muito e foi bem legal saber mais sobre a relação deles com Quatro. Vamos saber um pouco mais sobre Amah também, que é quem deu o apelido "Quatro" para Tobias e quem tem grande importância para ele. Vamos descobrir, também, o que o fez tomar certa decisão (que ficamos sabendo em Convergente) e qual foi a reação de Quatro quando soube sobre tal acontecimento.
"- Mas, quando você falhar, vou querer que admita seu erro. Não tenho a menor paciência para o orgulho da Audácia.
 - Claro, porque a Erudição é um exemplo de humildade."
 O Filho é um conto com algumas revelações: como Quatro se tornou instrutor de iniciação, como Eric se tornou um dos líderes da Audácia, como foi o primeiro encontro de Quatro (não poderia ter sido melhor risos), a relação de Shauna de Uriah, a relação de Jeanine Matthews com Max, e, o principal, o que há por trás da morte da mãe de Quatro, Evelyn. Acho que esse foi meu segundo conto favorito. Ele tem muitas informações sobre coisas que eu tinha muita vontade de saber e acho que todos vão gostar bastante desse conto em especial justamente por terem as mesmas curiosidades que eu.
"A Abnegação teria sufocado a faísca nela até que se apagasse por completo. Mas, apesar de todas as suas falhas, a Audácia alimentou essa faísca, transformando-a em uma chama."
 O Traidor é o conto que eu mais estava curiosa para ler. Eu queria saber quem era o personagem que dava título ao mesmo e gostei bastante da revelação. É algo ligado à Divergente e é uma coisa que, tenho certeza, que todos quiseram saber antes. O conto também tem a presença de Tris e nos mostra alguns momentos deles que se tornam ainda melhores narrados por Quatro. Nós já sabíamos como Tris se sentia em relação à ele e tivemos uma noção dos sentimentos dele em relação à ela em Convergente, mas dessa vez é diferente. São os primeiros momentos dos dois juntos! Sem falar que nesse conto, podemos perceber algo bem importante sobre o final de Convergente. Fui reler minha resenha do livro e... bom, convido vocês a prestarem atenção no quote acima, relerem a página 485 de Convergente e chorarem comigo.

"Pessoas que não sabem o significado do meu nome gostam de rir dele, e não gosto que riam de mim, especialmente um grupo de iniciandos recém-saídos da Escolha que não tem a menor ideia de onde estão se metendo."
 Veronica disse uma vez que “Primeira a saltar: Tris” é sobe a primeira vez que Quatro coloca os olhos sobre ela, “Cuidado, Tris” é sobre a primeira vez que Tris o desafia "mas certamente não a última!" e “Você está bonita, Tris.” é sobre a primeira vez que ele baixa sua guarda. Acho que as palavras da autora são perfeitas para descrever as cenas e, com certeza, todos vão suspirar ao relê-las na visão de Quatro.

 Quatro - Histórias da Série Divergente é realmente um presentão de Veronica para os leitores. Nesse livro conheceremos realmente mais de Tobias e de Quatro (sim, separadamente) pois veremos como as mudanças na vida dele aconteceram até que ele se tornasse uma pessoa no passado e outra no presente/futuro. Veronica Roth nos faz matar a saudade de personagens que aprendemos a gostar e nos faz terminar a leitura com ainda mais saudade. A minha maior vontade, agora que terminei a resenha, é de sentar no sofá e começar a reler o livro. 

 Lembrando que ontem o trailer oficial da adaptação de Insurgente foi divulgado.
 Clique aqui para conferir.