[Resenha] O Despertar da Princesa de Fogo | Josy Lira Dias

Título: O Despertar da Princesa
Autora: Josy Lira Dias
ISBN: 9788543702377
Número de Páginas: 368
Editora: Baraúna
Gênero: Fantasia
Sinopse: “Como você age depois de escutar coisas bizarras e de saber que pode simplesmente ter uma morte premeditada em poucos dias? O único modo que eu posso imaginar é lutando para viver.” Foi desta maneira que vida dela começou realmente, ao entrar em mundo sobrenatural, onde existem criaturas que ela nunca considerou reais. É nesse momento que a amizade entre Aislin, Beta e Grady passa a ser constantemente testada devido aos inúmeros perigos que os cercam, será que a amizade pode ser mantida frente a tantos problemas e desafios mortais? Ela tinha achava que estava apaixonada pelo inimigo, mesmo sem vê-lo, porém um guerreiro aparece neste momento e a deixa confusa com o turbilhão de sensações que ele causa nela, só por olha-la. “Como eu faria isso dar certo? Ele passaria o dia e a noite comigo, seria um tormento constante, pois por mais que eu não quisesse admitir ele me atraía. Com o Alex era diferente, o Taurus me deixava inquieta de uma forma bruta, nem conseguia colocar em palavras.” O Livro escolhe os sobrenaturais para uma jornada onde só a resposta ao que houve com a princesa Aislin pode parar a Guerra. Nessa escolha há amigos e inimigos juntos, porém será que eles tem os mesmos propósitos? Assim começa uma jornada que não ninguém sabe para onde vai, eles só sabem que tem que fazer e encontrar respostas sobre os dons, mais a que preço... "Pensar no que estava por vir não adiantaria. Tentar prever tudo o que poderia ou não acontecer com os meus amigos, família, e principalmente com os meus sentimentos não me levariam a lugar nenhum, era como estar no meio do deserto e não saber para onde ir."
"Como eu faria isso dar certo?"
 Aislin Richards tinha 8 anos quando leu sobre Drácula pela primeira vez. Foi na noite do seu aniversário quando, depois de um dia animado, ela não tinha sono e resolveu ir até a biblioteca dos pais. Seu pai é escritor e sua mãe é uma pessoa que sempre amou ler e que dizia que, quando Aislin não conseguisse dormir, a leitura era a solução. A biblioteca era o maior cômodo da casa e, dessa vez, Aislin queria um livro diferente. 

 Foi então que ela encontrou um livro com capa que chamou sua atenção e que fazia parte das prateleiras que a mãe não queria que ela lesse. Mas a menina queria algo novo, diferente do que ela já havia lido. O livro trazia a história de Drácula, mas de um ponto de vista diferente e com novos detalhes. Teria Drácula e os vampiros alguma ligação com dragões? Não deu tempo de Aislin saber, já que o sono logo chegou e, de uma maneira quase mágica, ela guardou o livro que tanto estava curiosa para voltar para cama. Após 10 anos, ela finalmente saberia do que se tratava aquela história.

 Primeiramente adorei o mundo que a autora criou. A proposta do livro, as características dos vampiros, as características do mundo, dos seres, de tudo! Tudo é inovador, começando pela história de Drácula, que nos é apresentada no Prólogo. A autora reinventa o passado dos vampiros e nos apresenta coisas inusitadas que nos deixam querendo saber cada vez mais sobre o assunto. O livro tinha tudo para ser incrível, mas o problema foi a narrativa. Ao mesmo tempo em que eu queria saber mais sobre a fantasia presente no livro (que foi um grande ponto positivo para eu terminar a leitura rápido), a narrativa sem emoção me deixava um pouco desanimada.

 Para um livro como esse, onde além da fantasia há um certo suspense em relação ao desconhecido, com uma personagem feminina que, assim como nós, está descobrindo tudo que diz respeito ao mundo do qual ela veio, eu queria mais emoção, uma curiosidade mais real da parte da personagem sobre coisas relacionadas ao seu novo mundo. Para vocês entenderem, quando ela descobre sua origem "não há tempo para detalhes" - como uma personagem diz (a partir do 18º aniversário de Aislin, o tempo é realmente curto para certo acontecimento) -, mas a "desculpa" não pegou. Não é que a personagem aceite logo de cara que é uma vampira, é que não senti emoção nenhuma na revelação. Para mim, foi como seu eu estivesse lendo algo que já estava na cara e, mesmo que nós já saibamos que isso vá acontecer, sempre esperamos uma surpresa. Estava escrito o que a personagem sentia, mas esse sentimento não era passado para mim.

 E mesmo que até a apresentação de certos personagens tenha me incomodado (principalmente no início do livro, pois gosto de conhecer o personagem e depois saber mais sobre ele, ao invés de saber vários detalhes sobre o mesmo e depois conhecê-lo), os personagens em si não deixam a desejar, pois além de acompanhar Aislin, conheceremos vampiros, dragões, fadas, bruxos, um certo guardião chamado Taurus e um certo noivo chamado Alexander - dos quais eu não falarei nada por motivos de: vocês precisam conhecer para tirar suas próprias conclusões hehehe.

  Ainda não tenho uma opinião concreta sobre o final do livro, tenho que admitir. Ao mesmo tempo em que ele deixou a desejar em relação à parte da história, fiquei bastante curiosa a respeito de coisas que não poderei comentar pois acabaria com as surpresas do livro. Posso dizer que O Despertar da Princesa de Fogo deixou a desejar em alguns aspectos, mas a história em si cumpriu com a proposta de surpreender. Como eu disse, Josy Lira Dias nos apresenta um enredo bem inovador, mas eu espero que o segundo livro seja ainda melhor.

Comentários

  1. Gostei bastante da resenha sincera, Mari. Você conseguiu deixar claro que curtiu o enredo, as características e os personagens, mas a narrativa não agradou. Foi legal você separar isso porque pode ser que, para mim, os personagens não agradem mas a narrativa sim.
    Faz um tempo que não leio fantasias e estou pensando em procurar esse... Como você gosto de conhecer os personagens antes e depois saber mais deles, mas vai que eu gosto dessa vez, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Simone! Fico feliz que isso tenha ficado claro pois um livro, uma narrativa ou um personagem que eu não gosto, pode agradar outro leitor. Procure esse sim e depois me diga o que achou ;)

      Excluir
  2. é isso o que eu mais gosto em vc: sua sinceridade!! nao puxa sardinha com nada, assim, podemos confiar quando voce realmente diz que algo é bom por completo.. nfim, esse livro tb nao faz meu tipo de livro rs menos mal

    ResponderExcluir
  3. Eu amo fantasia e gostei bastante do enredo. Vou procurar saber mais do livro.

    ResponderExcluir
  4. O livro parece ser bom, curto muito fantasia, fiquei bastante interessada em ler.

    ResponderExcluir
  5. Sou Muito acostumada Ler Livros de romances Policiais ,romances de todas as partes ,Te confirmo que não sou acostumada a ler livros de fantasia , ( Só Lir 1 ) Mas a sinopse e o modo como você colocavam os personagens eu curtir ,Eu acho que vou tentar a costumar ler livros assim ! Ótima Resenha .

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas