[Resenha] Garota Online | Zoe Sugg


Título: Garota Online
Título Original: Girl Online
Autora: Zoe Sugg
ISBN: 9788576864158
Grupo Editorial: Record
Editora: Verus
Número de Páginas: 308
Gênero: Romance Juvenil
Sinopse: Com o nickname Garota Online, ela escreve um blog no qual desabafa seus sentimentos mais íntimos sobre amizade, meninos, os dramas do colégio, sua família maluca e os ataques de pânico que começaram a dominar sua vida. 
Quando as coisas vão de mal a pior, sua família a leva para Nova York, onde ela conhece Noah, um garoto lindo que toca guitarra, e com quem ela parece ter muito em comum. 
De repente, Penny percebe que está se apaixonando — e escreve sobre cada momento dessa história em seu blog, de maneira anônima. Só que Noah também tem um segredo, que ameaça arruinar o disfarce de Penny para sempre.
Garota Online é um livro encantador, que traduz exatamente o que significa crescer e se apaixonar na era digital.
"Toda vez que você posta alguma coisa online, você tem uma escolha."
 Quem gosta de acompanhar canais estrangeiros no YouTube com certeza conhece a Zoe Sugg, Zoella, Zoe ou como você prefira chamá-la. Ela é uma britânica que ficou muito famosa graças ao seus vídeos (hoje ela tem mais de 3 milhões de inscritos no canal e, tirando o Twitter, mais de 1 milhão de seguidores em todas as suas redes sociais) e que lançou seu primeiro livro em novembro ano passado. Garota Online foi publicado em mais de vinte países, logo se tornou um best-seller internacional e agora a Verus Editora nos deu a oportunidade de ler o livro, finalmente.
"Sabe quando você sacode uma lata de Coca, depois abre e a Coca espirra para tudo que é lado? Então, é assim que eu me sinto agora. Tem muitas coisas fervilhando dentro de mim, mas fico insegura de falar sobre elas em voz alta."
 Penny Porter é uma menina de 15 anos que tem um melhor amigo com quem pode contar a qualquer momento, uma melhor amiga que está prestes a perder o posto, um irmão mais velho que tem um gosto musical que não a agrada em nada, um pai que cozinha maravilhosamente bem e uma mãe divertida que tem uma empresa de casamentos. Penny também tem paixões: tirar fotos, escrever, de forma anônima, em um blog onde nunca é julgada pelos seus medos ou dificuldades e um garoto que não dá a miníma para ela. Pelo menos até certo tempo. Mas talvez não seja da forma que ela gostaria.
"Por favor, imagine aqui meu profundo e dramático suspiro."
Penny está fotografando uma peça do ano do colégio, onde a não-tão-melhor amiga é Julieta e o garoto que ela gosta é Romeu. Talvez ela tenha a oportunidade de ficar mais próxima dele ou, talvez, ele tenha a oportunidade de se aproveitar de sua boa vontade. Depois de um incidente na peça que a torna um viral da pior maneira possível, a mãe de Penny tem a oportunidade de realizar um casamento em Nova Iorque, porém podem exister problemas nessa viagem. Penny pode não querer entrar em um avião. Ela pode conhecer alguém que tem segredos maiores que o dela. E a Garota Online pode não ser mais anônima por isso.
"-Sabe o que é um incidente incitante? [...]
 - É o momento no começo de um filme em que alguma coisa acontece na vida do herói e muda tudo para sempre. Você viu Harry Potter, não viu?
 Faço que sim com a cabeça.
- Então, o incidente incitante desse filme é quando o Hagrid diz pro Harry Potter que um dia ele vai ser um grande mago e entrega a carta para Hogwarts.
- Ah, sei.
 Noah abaixa a cabeça, como se estivesse envergonhado.
- Acho que você pode ser isso pra mim.
- O que? Uma maga?
- Não! Meu incidente incitante."
 Eu esperava gostar do livro, mas não tanto! Eu adoro livros que não forçam o humor ou o romance. Adoro quando eu termino o livro não só com a sensação de quero mais, como com vontade de conhecer e poder conversar com a personagem e foi exatamente assim que me senti ao terminar Garota Online. Quem acompanhou a publicação e as primeiras impressões do livro soube que Zoe foi acusada de usar um ghostwriter ("escritor fantasma", o que significa que ela teria pago alguém para escrever o livro) e que ela admitiu ter tido ajuda da equipe da editora (inclusive, ela agradece Amy, sua editora, e Siobhan, uma escrita que supostamente teria escrito o livro, nos Agradecimentos) pois por mais que escrever um livro fosse um sonho, ela sabia que precisava de conselhos sobre escrita. Eu não cheguei a acompanhar o blog dela e, de verdade, não poderia dizer que encontrei Zoe na escrita, mas posso afirmar com toda certeza que Zoe está presente na história de diversas formas.

 Não é só no jeito da personagem ou no espírito da história mas, principalmente, na forma natural como gostamos do livro sem nem perceber. Eu me lembro de quando assisti um vídeo de Zoe pela primeira vez e tive vontade de assistir seus vídeos o dia todo. Seu carisma e sua maneira espontânea de se expressar (claro que é o maravilhoso sotaque dos britânicos... risos) estão no livro quando Penny é sincera, quando Noah surpreende, quando Elliot aconselha a melhor amiga e por aí vai. É impossível não se dar conta de que por mais ajuda que tenha tido, Zoe criou e deu vida ao enredo.

 Algo que gostei na protagonista é o fato de ela não ficar se lamentando pelo seus problemas. Ela sofre, claro, mas não de maneira exagerada. E ela tem Elliot para os momentos em que ela pensa que as coisas não podem piorar. Ele é um personagem crucial na história e eu realmente senti falta dele quando ele não estava presente. Por outro lado, tínhamos Noah, que aparece de repente e logo se torna essencial também. Também temos os pais de Penny que além de divertidos são unidos e incrivelmente maravilhosos, a Sadie Lee que nos ganha de cara e a pequena Bella que é uma fofa e dá vontade de apertar (mas como ela não é uma criança eu direi "abraçar fortemente". #entendedoresentenderão).
 A diagramação do livro é simples e diferenciada dos capítulos quando temos um post do blog da Penny, as folhas amareladas, a fontes, o tamanho das mesmas e o espaçamento ajudam no rendimento da leitura. A capa é mesma da original, o título, nome da autora e imagens tem verniz e o fundo azul é fosco. A Verus preparou um kit super especial com barbante, pregadores e imagens com frases inspiradoras para usarmos em uma decoração. Lá no instagram do ML vou mostrar depois onde usarei o meu. E se você tem curiosidade de saber como um livro "ganha vida", a Zoe gravou um vídeo (no canal onde posta coisas pessoais do seu dia a dia) mostrando o livro sendo impresso, então se quiser assistir, clique aqui.

 Com leitura fluída e narrativa gostosa de acompanhar, Garota Online é um livro que surpreende ao divertir, emocionar e nos fazer refletir. Eu realmente esperava apenas gostar do livro e não amar como amei. Zoe conseguiu criar uma história onde envolve diversos assuntos presentes na vida dos leitores e, principalmente, abordou de forma  envolvente a exposição de uma vida online e como isso trás consequências que podem trazer momentos marcantes, sendo bons ou ruins. O final pode ser previsível e clichê, mas a maneira despretensiosa como o romance e toda a história nos ganha é incrível.

 Já foi anunciado que a continuação do livro pode ser lançada entre Junho e Agosto desse ano. Seria legal ter Zoe na Bienal do Livro - RJ em Setembro, não?

Comentários

  1. ainda nao li esse livro mas ja li algumas resenhas e gostei muito do que li, opinioes sempre positivas, parece um livro otimo, to criando tantas expectativas que espero na me decepcionar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não crie tantas expectativas para poder se surpreender também, Emanoelle! haha Mas o livro é ótimo mesmo.

      Excluir
  2. Eu adoro os vídeos da Zoe! Quando começaram a falar sobre a ajuda que ela teve, mas diziam que o livro foi totalmente escrito pela ghostwriter, eu achei super injusto. Tanta gente que realmente contrata um ghostwriter por aí, tinham que falar da Zoe porque acham que, por gravar vídeos, ela não pode escrever? Só que ela tem um blog, ela escreve, ela agradece a ajuda da escritora e da editora no final do livro e, principalmente, admitiu a ajuda. Falta essa consciência em muita gente, mas, sobre o livro, eu comprei ontem online e mal posso esperar para começar a leitura, ainda mais dessa resenha, Mari. Confio na sua opinião e já adoro a Zoe, então... <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Simone! Mas as pessoas estão muito preconceituosas no mundo literário, coisa que não deveria acontecer MESMO. A pessoa não pode publicar um livro se ela for de um canal no YouTube porque ela, provavelmente, não escreve, mas se o autor for um blogueiro literário, também não é bom porque é blogueiro. Parece que sempre tentam diminuir os outros, mas o que importa é a Zoe tá aí, fazendo sucesso hahaha Me diga o que achou depois, sua linda! Obrigada pela confiança <3

      Excluir
  3. Na minha família existem duas pessoas que sofrem com ataques de pânico e também tenho quatro amigas próximas com o mesmo problema, sendo que uma delas passou seis meses internada em um hospital e quase veio a falecer devido à síndrome do pânico. Quando li a sua resenha e vi na sinopse que o livro aborda esse assunto, já coloquei ele na lista. Quero muito entender mais sobre o assunto para poder ajudar as pessoas que eu amo. Mesmo sabendo que este assunto não é abordado como assunto central.
    Quanto ao livro, eu particularmente não conhecia a blogueira Zoella e fiquei bastante curiosa quanto ao canal da mesma pela quantidade de inscritos e pelo talento da menina. Adoro romances adolescentes leves e fofos para ler entre um livro que me deixou de ressaca literária e outro. Então este acaba de entrar para a lista.

    Beijos e parabéns pela resenha.
    Viviane Gonçalves
    vsg_caue@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, imagino como deve ter sido difícil, Viviane. É uma pena o assunto não ser tratado com muita profundidade no livro, mas acho que a Zoe conseguiu passar a mensagem de força e superação. Ela também passou por isso e acredito que deve ter sido bem importante para ela conseguir escrever sobre em um livro.
      Eu adoro o canal dela, como já disse, e espero que você ame o livro tanto quanto eu. Me conte depois por e-mail o que achou, sim?
      Beijos,
      e volte sempre!

      Excluir
  4. Na minha família existem duas pessoas que sofrem com ataques de pânico e também tenho quatro amigas próximas com o mesmo problema, sendo que uma delas passou seis meses internada em um hospital e quase veio a falecer devido à síndrome do pânico. Quando li a sua resenha e vi na sinopse que o livro aborda esse assunto, já coloquei ele na lista. Quero muito entender mais sobre o assunto para poder ajudar as pessoas que eu amo. Mesmo sabendo que este assunto não é abordado como assunto central.
    Quanto ao livro, eu particularmente não conhecia a blogueira Zoella e fiquei bastante curiosa quanto ao canal da mesma pela quantidade de inscritos e pelo talento da menina. Adoro romances adolescentes leves e fofos para ler entre um livro que me deixou de ressaca literária e outro. Então este acaba de entrar para a lista.

    Beijos e parabéns pela resenha.
    Viviane Gonçalves
    vsg_caue@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. Confesso que de primeira o livro não me agradou muito, mas li bastantes resenhas a respeito desse livro, e a cada hora que leio mais, acabo me interessando ainda mais. Mesmo que no momento eu esteja um pouco enjoada de ler romances high school.
    Também não conhecia a Zoe e depois que o livro chamou bastante minha atenção, eu corri no youtube pra ver como é essa pessoa tão adorada por todos. To apaixonada por ela <3, ainda mais por ser britânica.
    Garota Online já está na minha lista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazia um tempo que eu não lia um romance que se passasse no colegial e entendo o que você diz, Thayane. Eu tenho umas "fases" literárias, sabe? Um mês estou mais para o NA, outro para o romance, outro para a comédia... hahah
      Que bom que gostou dela logo de cara! Foi assim comigo também haha
      Me conte o que achou depois ;)

      Excluir
  6. Confesso que eu não teria vontade de ler esse livro somente por sua capa e sinopse. mas sua resenha me conquistou totalmente!
    A história parece ser bem legal e combina com o que estou gostando de ler no momento

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, Lissandro? Que bom! Fico feliz que tenha se interessado por conta da resenha e espero que goste da leitura também :D

      Excluir
  7. Quero ler esse livro mais pela polêmica do que pela história em si. Gostei da capa, mas parece ser um livro fácil de se identificar com a protagonista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, Rosana. A protagonista é ótima e já nos apegamos logo. Espero que se envolva na leitura como eu ;)

      Excluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas