[Resenha] Quarentena Amorosa | Angela Brandão


Título: Quarentena Amorosa
Autora: Angela Brandão
ISBN: 9788543101835
Editora: Sextante
Número de Páginas: 192
Gênero: Autoajuda
Sinopse: Recheado de boas histórias e pontuado por trechos de canções e poemas inspiradores, este livro apresenta 12 princípios práticos para sair da inércia que acompanha o fim de uma relação e dar início ao processo de cura.
Por mais difícil que possa parecer no início, a resposta que buscamos está em ações ao nosso alcance: criar hábitos novos, cuidar do corpo e da aparência, evitar atitudes radicais e apostar apenas em relações que interessam, sejam elas com pessoas, lugares, objetos ou memórias.
Dando os passos certos, um de cada vez, você pode descobrir que a quarentena era o período que você precisava para voltar a desfrutar a melhor companhia de todas. A sua.
"Dando os passos certos, o resto é com o tempo."
  Todo mundo sabe que terminar um relacionamento, sendo bom ou ruim e independente da forma como ele terminou, não é fácil. Angela Brandão não escreveu seu primeiro livro depois de terminar um namoro e, sim, depois de terminar um casamento. Foi então que ela resolveu compartilhar o que ela e as amigas chamaram, há muito tempo, de Quarentena Amorosa em um livro.  Quando vi este livro entre os lançamentos da Editora Sextante ele me chamou logo atenção pela capa, principalmente, e depois pela proposta do livro. Parecia que ele não era um simples guia para quem quer superar uma separação e, sim, um livro que poderia trazer reflexão para qualquer pessoa. Por sorte, eu estava certa.

 A Quarentena Amorosa é o período em que a pessoa se dedica à ela e ao seu recomeço após o fim de um relacionamento. Significa que a pessoa vai passar um tempo se conhecendo melhor para focar em seu novo começo pois, convenhamos, todo relacionamento trás coisas boas ou ruins e, claro, muda as pessoas. Nem adianta falar que você não é influenciável pois não se trata disto. Acontece que, querendo ou não, toda pessoa que passa a fazer parte de nossa vida (e não estou falando só de namorados) nos acrescenta algo.
"Ninguém sabe o que é estar na pele do outro. Como comparar pelo lado de fora?"
 Uma coisa que gostei bastante no livro é que a autora, em momento algum, faz julgamentos. É legal acompanhar as frases positivas, os pensamentos motivadores e os fatos apresentados de maneira sincera. A gente não tem como saber se a autora seguiu os seus próprios conselhos, mas sabemos que eles são verdadeiros e tenho certeza que os que lerem o livro em busca de conselhos amorosos se identificarão logo de cara com a leitura e os que, como eu, lerem em busca de uma leitura leve e por curiosidade, também irão gostar.
"Aventuras amorosas desastrosas podem acabar reabrindo feridas desnecessárias."
 A gente conhece nossos amigos e sabemos quando certas decisões trarão dias de arrependimento não? Sabe aquela pessoa que termina o relacionamento e já achava que vai arranjar outro alguém na semana seguinte para poder dar o troco na ou no ex? E aquela que é traída e quer sair por aí ficando com milhares de pessoas para mostrar que está tudo bem? Isso tá errado! Mas está errado se a pessoa não estiver pronta para assumir as consequências. Você pode fazer o que quiser da sua vida, desde que esteja realmente pronto para viver aquilo.
"Só há uma maneira de atravessar um deserto: caminhando. Não tente correr, não ouse parar."
 É tão comum a gente conhecer alguém que termina o relacionamento e quer dar a volta por cima de uma maneira errada para ela. Não é qualquer um que aguenta o peso na consciência depois de uma noitada daquelas. Angela também aborda isso, de certa maneira, em seu livro, já que lembra o leitor de que devemos dar um passo de cada vez e que você pode tropeçar na escada se quiser subir de dois em dois degraus. Mas isso não significa que você deve parar no meio do caminho.
"Amar a si mesmo é preceito bíblico."
 Em Quarentena Amorosa o leitor receberá dicas não só sobre relacionamentos, mas sobre a vida. Uma das coisas que a autora mais incentiva é o amor próprio, mas não de uma maneira soberba e, sim, de uma maneira prudente, que te faz dar o devido valor a si mesmo. Muitas pessoas esquecem de se próprias (estando em um relacionamento ou não) mas a questão é: como você conseguirá ser feliz com outro alguém se não está feliz com si mesmo? Angela Brandão conseguiu me prender na leitura mesmo que meu objetivo não era me recuperar de um término e acho que muitos de vocês podem se surpreender  com a leitura leve e boa para uma tarde tranquila.

Comentários

  1. Que legal a resenha, adorei. Já tinha visto a capa muitas vezes e gostei muito de conferir uma opinião.
    Vai ajudar bastante pessoas quando o assunto é rompimento.

    ResponderExcluir
  2. Não me interessei nem um pouco pelo livro, mas pela resenha acho que ele é totalmente diferente do que eu imaginava.

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, gostei da capa e da resenha. Amor próprio é primordial em qualquer situação da vida.

    ResponderExcluir
  4. Uma das melhores que já li.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas