[Bienal do Livro] "Um Dia", "Nós" estaremos na Bienal


 Ele é britânico, vendeu cinco milhões de cópias no mundo (só no Brasil foram 450 mil), foi publicado em 2011 pela Intrínseca, teve um filme inspirado em seu livro estrelado pela Anne Hathaway e... acho que não preciso falar mais nada, já que o título desse post já entrega os títulos de dois livros do autor. Vocês já sabem quem é, não?

 Sim, é David Nicholls, o autor que encantou os leitores do mundo com Um Dia, confirmou presença na Bienal do Livro deste ano, no Rio de Janeiro. Quem divulgou a notícia foi Ancelmo Gois na sua coluna do O Globo e nos últimos dias a Editora Intrínseca já tinha mostrado o novo livro do autor, intitulado Nós, que será lançado esse mês e aborda "as angústias e as exigências do casamento e da paternidade, os arrependimentos da juventude e as dúvidas entre a emoção e a razão", como anunciado no site da Editora.

Sobre o autor: Nascido em 1966, em Hampshire, Inglaterra, David Nicholls é formado em literatura e teatro inglês. Optou pela carreira de ator e recebeu uma bolsa da American Musical and Dramatic Academy de Nova York. De volta a Londres, atuou em espetáculos teatrais no Battersea Arts Centre, The Finborough, West Yorkshire Playhouse e Birmingham Repertory Theatre. Entre uma peça e outra, em Londres, Nicholls trabalhava como vendedor da rede de livrarias Waterstone's, em Notting Hill. Após trabalhos freelance, conseguiu emprego como leitor de peças e pesquisador da BBC Radio Drama, o que o levou à edição de roteiros na London Week Television e na Tiger Aspect Productions. Nessa época, começou a escrever e adaptou a peça de Sam Shepard, Simpatico, que se tornou um filme estrelado por Sharon Stone e Nick Nolte, em 1999. Ao longo de sua notável carreira de roteirista, recebeu duas indicações ao BAFTA. Além de Um dia e Nós, que chega nas livrarias do Brasil em Maio, já publicou os romances Starter for Ten e The Understudy.

 Eu mal posso esperar para saber a data em que o autor estará na Bienal e, claro, torcer para conseguir meu autógrafo. O que vocês acharam da novidade?