[Resenha] O Milagre | Nicholas Sparks


Título: O Milagre
Título Original: True Believer
Autor: Nicholas Sparks
ISBN: 9788580414011
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 288
Gênero: Romance, Drama, Suspense
Sinopse: Jeremy Marsh é um jornalista cético que dedica a vida a investigar e desmentir fenômenos sobrenaturais. Ele está no auge do sucesso, prestes a ir trabalhar na TV, quando recebe uma carta curiosa.
Nela, uma senhora relata a ocorrência de luzes estranhas e fantasmagóricas no cemitério de Boone Creek, uma pequena cidade na Carolina do Norte. Farejando uma boa história, Jeremy sai de Nova York e vai passar uma semana lá.
Quando começa suas investigações, ele conhece a obstinada Lexie Darnell. Responsável pela biblioteca local, ela está determinada a proteger as pessoas e a cidade que tanto ama – e nem um pouco disposta a confiar no forasteiro. Depois de sofrer pelo término de dois relacionamentos, ela tem duas certezas: a primeira é de que seu lugar é em Boone Creek, e a segunda é de que não se pode acreditar num homem tão sedutor quanto Jeremy.
O que ela não imagina é que o jornalista também tem suas feridas. Ele nunca conseguiu superar completamente a dor de seu casamento desfeito e a frustração de saber que jamais poderá ser pai.
Enquanto tenta descobrir a verdade por trás das luzes do cemitério, Jeremy tem que desvendar também os próprios sentimentos e se vê diante de escolhas muito difíceis, entre elas a de voltar para a vida que conhece em Nova York ou fazer algo completamente novo: acreditar.
O milagre é um romance que explora os maiores mistérios de todos: os do coração.
"—Tudo tem uma explicação."
 Não é segredo para ninguém o quanto eu amo Nicholas Sparks e que, só de lembrar do dia em que o conheci, já fico emocionada. Mas justamente por ser fã, tenho que admitir que gosto mais de uns livros do que de outros e por mais que O Milagre seja mesmo um milagre por (spoiler) ninguém morrer e ninguém ter câncer (fim do spoiler haha), esse foi o livro que eu menos gostei dele.

 A sinopse desse livro já entrega o necessário sobre a história: temos um jornalista que vive para investigar e desmentir fenômenos sobrenaturais, uma mulher determinada e desconfiada que quer proteger sua cidade e seus amigos e uma cidade pequena na Carolina do Norte. Esse livro também conta com suspense, erros do passado e uma nova chance, mas para saber como eles se encaixam na história, vocês precisam ler.

 Sei que muitas pessoas (a grande maioria delas) gostou do livro por conta do spoiler que citei no primeiro parágrafo e não posso dizer que é ele que me fez gostar menos do livro, mas afirmo que foi um dos motivos para eu não me envolver na história. Apesar do suspense de uma maneira nova em um livro de Nicholas, realmente faltou algo que me fizesse realmente gostar dos protagonistas, ter vontade de estar naquela cidade ou, simplesmente, ansiar pelo final e ficar com gosto de quero mais ao chegar nele.

 Claro, a narrativa detalhada em terceira pessoa, as frases marcantes e as mensagens que Nicholas deixa nas entrelinhas continuam presentes e ele continua fazendo isso muito bem e, por mais que eu não tenha realmente me envolvido na história, isso não quer dizer que é um livro ruim. Temos uma história ótima, que nos faz sim querer desvendar seus mistérios, compartilhar alguns pensamentos com Jeremy e fazer algumas perguntas para Lexie, mas eu realmente não consegui me envolver de fato com o romance e com os personagens.
"- Você não acredita em magia de nenhum tipo?
 - Não - ele falou
 - Isso é triste, porque as vezes ela existe
 - Bom, talvez eu encontre alguma coisa que me faça mudar de ideia enquanto ainda estiver por aqui
 - Você já encontrou, só que é teimoso demais para acreditar nisso."
 Esta é a segunda edição de O Milagre no Brasil e o título original dele é True Believer, que seriam "Verdadeiro Crente" em português e você precisa ler para entender realmente (mesmo que possa imaginar o que vai acontecer ao ler a sinopse). Eu nunca gosto muito das capas americanas do Nicholas e esta, sem dúvidas, está entre as que menos gosto e que sem dúvidas passaria longe na livraria, mas essa nova capa da Arqueiro é bonita e o casal não é muito o que imaginei para Jeremy e Lexie, mas gosto bastante do sombreado no casal e a mensagem por trás dela.

 O Milagre, para mim, está longe de ser um dos melhores livros de Nicholas Sparks, mas o autor nunca deixa a desejar na narrativa. Quem reclama dos finais tristes de Nicholas pode dar uma oportunidade para este livro e quem, como eu, é mais fã dos dramas bem dramáticos do autor, não deixe de ler, mas não comece com muitas expectativas.