[Resenha] O Príncipe dos Canalhas | Loretta Chase


Título: O Príncipe dos Canalhas
Título Original: Lord os Scroundrels
Autora: Loretta Chase
ISBN: 9788580413991
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 288
Gênero: Romance de Época
Sinopse: Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.
Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade ? muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.
Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.
"- Droga - disse ela, fitando o olhar prateado e brilhante da avó. - Não é apenas humilhante, mas também inconveniente. Sinto desejo por Dain. Tinha que ser logo agora. Tinha que ser logo ele."
Me interessei por O Príncipe dos Canalhas sem saber que ele tinha um toque de A Bela e a Fera (meu conto favorito). Fazia tempo que eu não lia um Romance de Época e  achei que estava na hora de ler algo do gênero e, quem sabe, me encantar com a leitura.

 Sebastian pôde sentir o desprezo de todos desde o seu nascimento - e isso inclui seu pai. Filho do segundo casamento do Lorde Dain, o menino era motivo de repulsa por conta de sua aparência e seu pai, que tanto queria um filho homem para assumir seus negócios depois de perder dois filhos para a lepra, começou a rejeitá-lo e humilhá-lo. Sua mãe acabou por abandoná-lo ao se apaixonar e fugir com o amante e seu pai, então, o enviou para um colégio interno, onde viria a sofrer na mão dos colegas de escola. Os anos se passam e Sebastian se torna o marquês de Dain, sendo conhecido não apenas como horrendo, como lorde Belzebu: um homem que nenhuma dama deseja ter qualquer tipo de relacionamento. Mas quando Jessica chega na cidade para livrar seu irmão da má influência de Sebastian, pode ser que nem ela consiga se livrar dele.

 Gostei bastante da escrita de Loretta Chase. Ela conseguiu  me prender desde o prólogo e gostei na forma como ela apresentava os locais e os personagens, sem detalhar muito, porém com características necessárias para que o leitor imagine cenas e personagens. Consegui me divertir em vários momentos da leitura pois a narrativa é bem humorada, rápida e fácil de se acompanhar.
"[...] Jessica reconhecia o sabor da derrota. Depois de apenas três meros encontros com Dain, uma simples atração animalesca havia se transformado numa paixão arrebatadora."
 No Prólogo nós já sabemos o que acontece com Sebastian desde o seu nascimento e isso é muito bom, uma vez que podemos entender o porquê de ele ser como é hoje. Ele passou por muita humilhação e muitos momentos ruins, então a autora e fez uma ótima escolha ao nos contar, já que sua defesa é justamente um ataque. Jessica é uma personagem forte e destemida que irá despertar a curiosidade de Sebastian e do leitor. Ela tem vários pensamentos que as mulheres com certeza se identificarão e eu adorei a personagem porque há um contraste entre ela e o protagonista.

 Por outro lado, apesar de gostar de Sebastian e Jessica, não consegui adorá-los e me envolver no romance. Eu simplesmente acompanhei os problemas que haviam, a paixão nascendo e o amor de cada um, mas não consegui me encantar realmente. Não é que seja clichê (mesmo que você já saiba o que vai acontecer ao ler a sinopse), mas é como se não tivesse o "algo a mais" para me atrair de verdade. Eu gostei sim da forma como a autora mostra as mudanças de cada um graças ao que estão sentindo um pelo outro, gostei da relação de amor e ódio e até de como tudo é resolvido rapidamente, porém eu não conseguir amar o romance. Isso não tornou a leitura ruim, só me fez não achar o livro incrível.

 O Príncipe dos Canalhas é uma leitura rápida que traz personagens com personalidades fortes e características que fazem o leitor torcer pelo romance ao mesmo tempo em que se diverte com as brigas e diálogos dos mesmos. Infelizmente, apesar de gostar do livro e do romance, faltou algo mais para que eu me sentisse verdadeiramente atraída pelo casal. Mas isso não torna o livro péssimo, ele apenas foi menos do que eu esperava, mas uma boa leitura para uma tarde tranquila.