[Resenha] Que Tal Esta Noite? | Bridie Clark


Título: Que Tal Esta Noite?
Título Original: Maybe Tonight?
Autor: Bridie Clark
ISBN: 9788576863656
Grupo Editorial: Record
Editora: Verus
Número de Páginas: 204
Gênero: Jovem Adulto
Sinopse: Esta noite vai acontecer a melhor festa do ano, a Sonho de uma Noite de Inverno, nos bosques gelados nos arredores da Academia Kings, a escola de elite onde você foi admitida com uma bolsa de estudos. Suas amigas também vão, e vocês precisam estar impecáveis! Mas o que você vai fazer com a sua paixão secreta pelo namorado da sua melhor amiga? E quando o seu melhor amigo se declara para você, que atitude tomar?Nesta história cheia de festas, amizades e glamour, você é a personagem principal e deve decidir que caminho seguir. Você prefere ser uma baladeira e se divertir com suas amigas sem pensar nas consequências, ou a estudante responsável que tira as melhores notas e garante um futuro brilhante?
Escolhas devem ser feitas rapidamente, e você terá de decidir que riscos correr para conseguir status social, aventuras, sucesso e amor.
"Cada decisão será determinante para definir a pessoa em que você irá se transformar."

 Eu nunca havia lido nenhum livro escrito em primeira pessoa até o ano passado, quando adorei a ideia de decidir o rumo da história em que eu era a própria protagonista. Ao meu ver, o mais legal da ideia é que a narrativa parece tão real, que você se envolve tanto a ponto de se divertir entre uma decisão e outra que, na vida real, não seriam nem cogitadas por você. Quando Que Tal Esta Noite? apareceu entre os lançamentos da Verus Editora eu não pensei duas vezes: queria ler o livro e já imaginava que seria uma ótima leitura. É uma pena, mas eu estava errada.
"Seu final feliz pode estar logo ali, mas você terá que ouvir o seus coração e segui-lo com sabedoria.
 Boa sorte. Você vai precisar."
 No Prólogo do livro o leitor sabe um pouco sobre "sua vida": uma adolescente que, há seis meses, estuda na Kings, em New Hamshire. Crescida em uma cidade pequena, sempre teve o desejo de crescer na vida e seus pais ficaram orgulhosos quando você conseguiu uma vaga na Kings, com direito a bolsa integral. No colégio, logo se tornou amiga de Annabel, que sempre a faz se sentir melhor e lhe empresta várias roupas de marca. Mas ela tem um namorado, você foi se apaixonar justo por ele e, agora, na noite da festa mais importante do colégio, você precisa decidir o que fazer em relação à sua amizade, aos seus sentimentos por Henry e, claro, sobre o que fazer durante a festa. E você percebe que está em uma saia mais justa do que a minissaia Marc Jacobs que Annabel quer lhe emprestar esta noite.


 Até aí tudo bem, tudo ótimo. O Prólogo é divertido e, mesmo tendo apenas uma página, já faz me fez imaginar várias coisas sobre a história, pensando, de fato, como a personagem que "deveria ser". Mas depois, logo no primeiro capítulo, aquela vontade de ser parte da história foi diminuindo.

 O título do livro não me passou a ideia de que a personagem tinha 14 anos, mesmo com o uniforme na capa. Comecei a leitura e, mesmo depois de ver que a personagem era mais nova do que eu imaginava, não desanimei, porém o primeiro capítulo trouxe uma narrativa que não me pegou e as decisões seguintes muito menos. Não me diverti, não consegui me envolver na narrativa em primeira pessoa e passei a ler o livro sem fazer as decisões, indo totalmente contra a proposta do livro.

 Acontece que não foram as decisões que me incomodaram. As coisas ali presentes fazem parte da vida de uma adolescente atualmente, os caminhos são possíveis e todo as decisões poderiam facilmente acontecer na vida real, porém por mais que, como eu disse anteriormente, eu ache legal ler esse tipo de livro por ele "me propor" fazer coisas diferentes do que faria, dessa vez eu não consegui realmente ver tudo se encaixando e criar uma nova personalidade durante a leitura.

 Que Tal Esta Noite? tem uma boa proposta, mas talvez eu tenha começado a ler o livro com muitas expectativas e, infelizmente, acabei me decepcionando por isso. Bridie Clark não possui uma narrativa que me agradou, mas não posso deixar de admitir que os caminhos são possíveis e que outra pessoa pode muito bem apreciar a leitura. Não deixo de recomendar e espero que um de vocês leia o livro e venha me contar o que achou, principalmente se gostar e puder me dizer qual foi o seu final.