[Resenha] O Descompasso Infinito do Coração | Bianca Briones

Título: As Batidas Perdidas do Coração
Autora: Bianca Briones
ISBN: 9788576864042
Grupo Editoral: Record
Editora: Verus
Número de Páginas: 406
Gênero: New Adult, Romance
Sinopse: Clara acaba de descobrir a traição do marido. Com dois filhos pequenos e a baixa autoestima que a consome, ela vê sua vida mudar drasticamente, apesar do desejo de permanecer na zona de conforto.
Bernardo é apaixonado por Clara desde a adolescência. Agora ele tem a chance de conquistá-la e mostrar que os dois devem finalmente ficar juntos. Mas o que parece tão simples, para ele, é complexo demais para ela.
Enquanto Bernardo é preenchido por certezas, o coração de Clara é inundado de receios, traumas e dúvidas.
Como viver o presente quando o passado não deixa você olhar para frente? Será que um coração despedaçado pode recuperar a capacidade de amar?
E o mais importante: como se entregar de corpo e alma quando não se consegue amar nem a si mesma?
"As paixões podem ser levadas pela água da chuva, mas o amor... O amor não vai embora nem com a pior das tempestades."
 Conheci a escrita de Bianca Briones através de As Batidas Perdidas do Coração, um livro que me pegou desde a primeira página e me encantou até a última. Depois do sucesso do primeiro livro, a autora surpreendeu e alegrou os leitores ao anunciar que Batidas Perdidas se tornou uma série. Nesse segundo livro temos protagonistas diferentes do primeiro e os livros podem ser lidos em ordens diferentes, sem problemas de spoiler, mas indico que leiam o primeiro, pois lá já pudemos perceber que algo aconteceria entre os protagonistas desse segundo livro.
“Clara está partida em pedaços, e é quase imediato: cismo que posso ser a cola.
 A única coisa boa da infância de Clara eram seus amigos, Bernardo e Branca. Sua mãe faleceu quando ela era muito pequena e ela logo ganhou uma madrasta, que só a fez ficar pior. Clara cresceu se preocupando mais com os outros do que com ela mesma e aprendeu, com o tempo, a guardar seus problemas e sentimentos para si mesma, o que inclui seu amor pelo amigo Bernardo. O sentimento era recíproco, mesmo que ambos não soubessem e acreditassem que podia ser algo passageiro. Mas então o tempo passou, Clara se casou, teve dois filhos gêmeos e mantinha em um casamento que não era como ela gostaria. Até o dia em que Clara descobre que foi traída pelo marido e, junto com toda a dor, os traumas e dores do passado começaram a fazer parte de seu presente. E isso inclui o amor por Bernardo.

 A escrita de Bianca consegue ser ainda melhor do que no primeiro livro. Conseguimos acompanhar a evolução da autora, ao mesmo tempo em que os personagens vão evoluindo em diversos aspectos. Assim como no livro anterior, cada capítulo possui um trecho de uma música que corresponde com o que acontece naquele capítulo e a narrativa em primeira pessoa é alternada entre Clara e Bernardo, nos permitindo conhecer e entender melhor cada um e, claro, se irritar algumas muitas vezes com algumas atitudes dos mesmos - haha.

"E não queria muitas coisas, mas infelizmente a vida não nos pergunta o que queremos antes de agir. Ou a gente muda ou estagna. São esses momentos inesperados que nos definem [...]"
 Clara é uma personagem muito cabeça dura em várias situações, mas consegui entendê-la perfeitamente. As coisas pelas quais ela passou, principalmente na infância, a marcaram de uma forma que ela não se acha capaz e merecedora de viver um grande amor. Bernardo, por sua vez, sofre com o tratamento de Clara, mas percebemos que tudo tem o seu motivo e que a autora quis alcançar várias pessoas com o relacionamento dos dois. É muito importante que a autora consiga fazer o leitor perceber isso e relacionar acontecimentos do livro com sua vida, pois já li livros onde os personagens tinham pensamentos que não tinham explicação; as coisas simplesmente aconteciam e você não entendia mais o personagem, porém em O Descompasso Infinito do Coração, Bianca Briones consegue nos mostrar os mais sinceros sentimentos de seus protagonistas de modo que nós nos damos conta do que está certo e o que está errado sem julgá-los de maneira injusta.

 Eu não poderia dizer se gostei mais de As Batidas Perdidas do Coração ou de O Descompasso Infinito do Coração pois cada um me trouxe uma mensagem diferente e me marcou de uma maneira. Ainda mais que, no livro anterior, Vivi e Rafa era mais novos do que Clara e Bernardo nesse segundo livro. Não estou dizendo que o primeiro livro traz uma história imatura ou algo do gênero, longe disso, mas é que Clara e Bernado, sendo mais velhos, tem mais coisas "a perder" ao começar do zero (Clara, por exemplo, tem dois filhos, lembram?), então isso nos faz ficar mais ansiosos para saber suas decisões e, claro, temendo o que pode acontecer pois suas escolhas não envolvem apenas eles mesmos.
"Você pode conhecer outros caras pelo mundo, Clara. Pode até tentar ser feliz com eles, mas nunca vai encontrar alguém que te ame mais do que eu. Eu passei por cima de mim mesmo para continuar te amando. Quebrei meus próprios limites."
 O Descompasso Infinito do Coração traz uma história de amor complexa que envolve mais do que o casal e muito mais marcas do que se imagina. Clara e Bernardo são protagonistas que terão que enfrentar seus passados no presente para tentarem construir um futuro juntos e Bianca Briones consegue prender o leitor, passar mensagens comoventes e deixar frases marcadas em nossa memória. Sem dúvidas é um livro com problemas e personagens reais que farão o leitor pensar sobre sua própria vida. Super recomendo!