[Resenha] A Fofa do Terceiro Andar | Cléo Busatto


Título: A Fofa do Terceiro Andar
Autora: Cléo Busatto
ISBN: 9788501104595
Editora: Galera Junior
Gênero: Juvenil
Sinopse: Primeiro juvenil da escritora Cleo Busatto, autora de mais de 20 livros, a maioria infantis. A fofa do terceiro andar é a história de Ana, uma menina acima do peso, mas cheia de opinião, que se muda para uma escola nova, começa a sofrer bullying dos colegas e acaba desenvolvendo uma depressão. Quando o ano recomeça, ela muda de turma e conhece um menino que não se importa com o peso dela e eles começam a namorar. A família dele é meio hippie e ele ensina a ela que, mesmo fora dos padrões ela é bonita.
"Meu nome é Ana, mais conhecida como a fofa do terceiro andar. Para começar, quero que saiba que odeio este adjetivo. Odeio todos os adjetivos."
 A Fofa do Terceiro Andar chegou de surpresa para mim na última semana. O livro fino e a capa meiga logo me deram a ideia de uma leitura leve que seria ótima para uma tarde tranquila. Eu não estava errada.
"Quanto tempo será que a gente dá conta de viver?"
  Ana Vitta sempre gostou de ler e é bem caseira. Ela não se importa de passar um dia em casa lendo enquanto as outras meninas saem para fazer compras e se divertirem juntas. Ana só precisa de um bom livro para viajar entre as páginas e se aventurar como os personagens. Ana também sempre foi gorda, mas ela nunca se preocupou com isso. Pelo menos não até o dia em que percebeu que adjetivos nem sempre eram elogios. Na escola, principalmente, ela se sentia mal pelos apelidos maldosos e pela forma como os colegas, e até professores, a tratam com indiferença, mas aos 14 anos ela encontra uma forma de colocar tudo para fora e se sentir bem consigo mesma: um diário.

 A escrita de Cléo é bem própria para o público do livro e a narrativa em primeira pessoa, sendo ela a escrita de Ana em seu diário, ajuda a conhecer mais da personagem. Gostei muito de a autora conseguir mostrar como Ana é madura sem tirar, de fato, os pensamentos, as inseguranças e as dúvidas de uma menina de sua idade. A autora consegue fazer com que leitoras da idade da protagonista se identifiquem com a mesma e com as situações pelas quais ela tem que passar.

 O bullying pode ser o tema principal no livro, mas Cléo abordou sobre temas como família, amizade e, como não poderia faltar, amor. Todos os temas são tratados de maneira simples, sempre com os pensamentos profundos de Ana presentes e sem descaracterizar a personagem. Já li livros Juvenis onde os autores tentavam fazer o leitor pensar de uma maneira, quero dizer, apresentando um pensamento do protagonista que dava a impressão de que você deveria simplesmente concordar, porém em A Fofa do Terceiro Andar Cléo conseguiu  escrever um livro onde os leitores são livres para concordar ou não com a personagem principal, sem deixar de fazê-los refletir.
"Quando nos entregamos ao imprevisível, a existência fica com cara de caixinha de surpresa."
A Fofa do Terceiro Andar não foi uma leitura super marcante ou que mudou a minha vida, mas foi uma leitura rápida que me agradou sim. Ana foi minha companhia durante metade de uma tarde e adorei conhecer uma personagem de sua idade que se tornou forte sem ser em um livro de fantasia ou distopia, por exemplo. Cléo Busatto conseguiu escrever um livro que, com certeza, fará o leitor refletir e criou uma personagem que será um exemplo para o público-alvo.