[Resenha] Noites de Tormenta | Nicholas Sparks


Título: Noites de Tormenta
Título Original: Nights in Rodanthe
Autor: Nicholas Sparks
ISBN: 9788580414660 
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 176
Gênero: Romance, Drama
Sinopse: Há três anos, Adrienne Willis perdeu as esperanças no amor quando omarido a trocou por uma mulher mais jovem. Tendo que cuidar sozinha dos três filhos adolescentes e do pai doente, ela acha que nunca será capaz de recuperar a autoestima e a vontade de viver. Por isso, quando sua amiga Jean precisa fazer uma pequena viagem e lhepede que tome conta de sua pousada, ela vê uma oportunidade paramudar de rotina. A previsão de tempestade iminente, no entanto, faz comque os próximos dias não pareçam muito promissores. Pelo menos até achegada de Paul Flanner, o único hóspede com reserva para o fim de semana prolongado. Aos 54 anos, Paul é um cirurgião bem-sucedido que enfrenta fantasmas parecidos com os de Adrienne. Nos últimos seis meses, a esposa pediu o divórcio e ele rompeu relações com o filho. Ao ver sua vida perder o rumo, Paul decidiu vender a clínica e a casa e ir à pequena cidade de Rodanthe para encerrar um doloroso capítulo de seu passado. Logo Paul e Adrienne começam a descobrir suas afinidades e a se aproximar cada vez mais. Ao longo do fim de semana, a tempestade que toma conta de Rodanthe finalmente chega ao fim, mas o que nasce entre eles ressoará pelo resto de suas vidas, entrelaçando passado e futuro e dando um novo significado às palavras amor e perda. 
"É preciso dois lutadores para que haja uma luta."
 A parte mais legal de começar essa resenha é se dar conta de que nada é por acaso. Por que estou falando isso? Porque na época em que ganhei a primeira edição de Noites de Tormenta  não pensava em ter o blog, não sabia que conseguiria conhecer Nicholas Sparks, nem que participaria de tantas Bienais do Livro. Naquela época esse mundo literário era uma total incógnita, hoje muita coisa mudou, mas algumas continuaram. Como o amor por Nicholas Sparks.
"Passara toda sua vida correndo de alguma coisa, não em direção a alguma coisa, e, no seu coração, ele sabia, tudo tinha sido em vão."
 Amanda acaba de perder o marido e parece que está perdendo sua vida. Com filhos para cuidar e sem conseguir superar a perda, ela parece ficar cada vez pior, o que faz com que as crianças sintam, além da falta do pai, o distanciamento da mãe. Adrienne não consegue mais ver sua filha dessa maneira. Ela é divorciada, esconde uma mulher forte dentro de si e, para os filhos, a mulher não parece nada mais do que gentil, paciente e frágil. Vendo o rumo em que a vida de sua filha está tomando, ela resolve lhe contar uma história que espera que a fortaleça de alguma maneira. Uma história que irá fazê-la olhar sua mãe de outra maneira.

 A história é de dois jovens que se conhecem em Rodanthe, uma pequena cidade na Carolina do Norte. Ele, um médico divorciado que batalhou muito para chegar até onde chegou e está na cidade para resolver um problema. Ela, uma mulher que foi abandonada pelo marido está apenas de passagem para substituir a amiga em um trabalho. Os dois se conhecem na pousada que será o grande cenário onde a atração que os dois sentem se transformará em amor e, pouco tempo depois, apenas em uma memória. O homem se chama Paul. A mulher... Adrienne.
"Quanto maior o amor, maior a tragédia quando acaba. Esses dois elementos sempre andam juntos. Para todo mundo. O máximo que podemos esperar da vida é que demore muito, mas muito mesmo para acontecer."
 Acho que um dos meus projetos para 2016 será reler livros especiais. Não aqueles livros favoritos, sabem, aqueles que deixaram uma simples, porém marcante, mensagem. Este foi o segundo livro que reli este ano e é uma sensação tão, mas tão boa! É como se você sentisse tudo ainda forte, pois já sabe onde vai chegar e, mesmo assim, sente algo especial como se fosse da primeira vez. Noites de Tormenta foi o terceiro livro de Nicholas que li e fiquei muito feliz em ver que, mesmo depois de anos, a história e o autor continuam sendo especiais.
"Você é mais forte do que pensa, mas só se quiser ser. Você ainda vai chorar, ainda vai ter momentos em que vai achar que não consegue continuar. Mas você tem que agir como se fosse conseguir."
 Repleto de declarações de amor e focado em um amor verdadeiramente intenso, o enredo nos fará acompanhar o casal durante os poucos dias que o destino mantém suas vidas entrelaçadas. Ambos estão passando por momentos semelhantes e possuem um mesmo desejo: conseguir seguir em frente. Juntos, Paul e Adrienne darão os primeiros passos para uma vida melhor em alguns muitos sentidos, mas não completa. Eles não podem parar no tempo nem seguir juntos pois, separadamente, cada um já construiu uma vida até ali. É então que chegam os elementos mais especiais dessa história: as cartas.

 Como não refletir durante os pensamentos de Adrienne ou se envolver nas palavras de Paul? Como não torce para o casal junto ou esperar que seus objetivos, separadamente, fossem alcançados? O romance não é repleto de reviravoltas nem grandes acontecimentos, é mais uma história calma que apresenta pessoas com passados turbulentos e futuro incerto. A narrativa do autor não deixa a desejar em nenhum momento, as cartas tornam a história ainda mais emocionante e o autor reserva um final incrivelmente tocante.


 Para quem está achando a história parecida com um filme que assistiu, sim, o livro foi adaptado para o cinema em 2008 e ganhou uma edição com capa do mesmo. A edição foi publicada pela Novo Conceito e, agora, temos essa nova (e linda!) capa publicada pela Editora Arqueiro. Mesmo que as pessoas nela não sejam os personagens dos meus sonhos (ainda mais já tenho Diane Lane e Richard Gere na mente como protagonistas) gosto muito da capa como um todo e de como ela me faz sentir em relação à história. Acho que todos os que já leram e conhecem o enredo irão concordar.

 Não espere um romance adolescente ou com pessoas repletas de dúvidas. Noites de Tormenta traz duas pessoas maduras que já sofreram o bastante para se serem perseguidos por incertezas. Nicholas Sparks, com sua escrita cuidadosa e narrativa envolvente, apresenta um romance que não deixa dúvidas de que, na vida real, é possível recomeçar do zero e ir atrás do que você realmente deseja, independente de idade. Paul e Adrienne tiveram a chance de viver um amor verdadeiro e, não importa o quanto durou e, sim, que aconteceu.
"Sei que minha jornada ainda não chegou ao fim, e que a vida é um caminho sinuoso, mas só posso esperar que ela dê uma volta em direção ao lugar a que pertenço."