[Resenha] Belo Sacrifício | Jamie McGuire

Título: Belo Sacrifício
Título Original: Beautiful Sacrifice
ISBN: 9788576865032
Grupo Editorial: Record
Editora: Verus
Número de Páginas: 293
Gênero: Romance, New Adult
Sinopse: Falyn Fairchild abandonou seu carro, seus estudos e até seus pais. Filha do próximo governador do Colorado, ela está de volta à sua cidade natal, falida e trabalhando como garçonete em um café. Ao fim de cada turno, ela guarda o que recebeu, esperando um dia ter o suficiente para comprar uma passagem para o único lugar onde pode encontrar redenção: Eakins, Illinois. No instante em que Taylor Maddox entra no café, Falyn sabe que ele trará problemas. Taylor é charmoso, não cumpre promessas e é lindo mesmo coberto de fuligem, fazendo dele tudo o que Falyn acredita que um bombeiro de sucesso deve ser. Mas ela não está interessada em se tornar mais uma em sua lista — e, para um dos Maddox, uma garota desinteressada é o desafio mais atraente de todos. Belo Sacrifício é o terceiro volume da série sobre os irmãos mais barulhentos e irresistíveis da literatura new adult. O foco agora é Taylor, um dos gêmeos, que se envolve com uma garota cheia de segredos — e, pela primeira vez, pode ser ele quem sairá machucado dessa história.
"- [...] Eu sei muito bem que encostar em você seria como colocar o dedo em uma arma carregada.
 - Então não puxa o gatilho."
 Depois de conhecer Liis Lindy, a agente do FBI que conquistou o coração do mais velho dos Maddox, Thomas, em Bela Redenção, chegou a vez de conhecer Falyn Fairchild, uma garçonete que junta cada gorjeta que ganha há cinco anos com um único objetivo: chegar até Eakins, Illinois, para reencontrar seu passado. Ela vive com a ajuda de Chuck e Phaedra, seus chefes, não tem relacionamentos - apenas tentativas de encontros que não dão certo - e não costuma se interessar facilmente por qualquer cara bonito que aparece em uma de suas mesas. Mas quando Taylor Maddox olha para ela pela primeira vez é diferente. Ela sentiu algo, só que ele é um dos caras da equipe elite de bombeiros que estão na cidade, e isso não significa boa coisa. Mas o que Falyn não sabe, ainda, é que mesmo sendo uma mulher cheia de segredos e barreiras, nada é impossível para um Maddox quando ele se apaixona.
"Eu já fazia parte de uma estatística. Não o deixaria me transformar em outra."
 Desde o primeiro volume da série Irmãos Maddox, Jamie McGuire vem impressionando os fãs. Eu faço parte do grupo de pessoas que estava com altas expectativas para a série, mas fui sendo surpreendida a cada volume e, consequentemente, esperando que acontecesse o mesmo no volume seguinte. A autora não deixa a desejar, mais uma vez, e traz sua narrativa marcante, ágil e característica para nos apresentar a história de uma maneira que só ela sabe fazer. Eu adoro como Jamie consegue apresentar cada personagem sem perder o foco ou dar detalhes desnecessário, fazendo com que cada um tenha importância e, mesmo que não sejam os protagonistas, tenham seus dilemas, tornando tudo ainda mais real - já que, em nossas próprias vidas, estamos rodeados de pessoas com vidas diferentes e que fazem parte da nossa também.
"- Você está agindo como se eu fosse um babaca. Quero dizer, até posso ser... um pouco. Mas você é... você é... perturbadora.
 Novamente Jamie apresenta uma protagonista forte e cheia de personalidade. Uma das coisas que mais gosto na série é que, apesar de já sabermos que todos os irmãos irão se apaixonar por alguém que não se deixar envolver facilmente, todas as garotas são diferentes, todas tem seu passado, suas prioridades e princípios. Falyn também é uma personagem com a qual me identifiquei em muitos pensamentos e que me fez torcer por ela, mesmo entendendo todas as vezes em que ela hesitava ou queria desistir. É difícil de explicar e não quero falar spoiler, mas igual a Abby, Cami e Liis, Falyn possui marcas do passado em seu presente ao mesmo tempo em que, diferente das outras protagonistas, ela deu um passo a mais que torna tudo muito difícil por envolver uma outra vida. 
"Sei que é da sua natureza, mas não preciso que você me salve. Só preciso de uma pequena ajuda para salvar a mim mesma."
  Desde que a série foi anunciada eu estava bem ansiosa para conhecer especialmente os gêmeos Maddox, admito. Taylor era o que eu mais tinha expectativa, e fiquei feliz de acontecer o mesmo que aconteceu com os outros irmãos: foi melhor do que imaginei. Há um certo mistério por trás de Falyn, mas a grande surpresa é como Taylor irá reagir quando souber. Há todo um clima de tensão, ansiedade e nervosismo em volta disso e nos últimos capítulos acontece uma revira-volta que chega a nos fazer duvidar do final da história. Me peguei me perguntando se, pela primeira vez, um Maddox seria abandonado. Não contarei o que acontece, mas digo que vale muito a pena acompanhar o desenrolar da trama.
"- Vocês todos têm um pacto para ficar em segurança, mas seu irmão caçula lutou numa luta clandestina, e você e seu irmão gêmeo combatem incêndios florestais. Thomas é o que? Espião?
 - Não, é executivo e propaganda na Califórnia. Ele tem uma personalidade tipo A, faz sempre o que tem que fazer.
 - Pelo menos um de vocês é."
 Taylor foi o escolhido para ser o primeiro dos gêmeos e o mais legal disso tudo é a maneira como Jamie construiu toda a história. As histórias de todos os irmãos acontecem mais ou menos ao mesmo tempo e, quando eles se encontra, é incrível a sensação de já conhecer aquela cena e ao mesmo tempo estar lendo pela primeira vez na visão de outra pessoa. Também é maravilhoso entender olhares e situações que acontecem em outros livros, ou tirar uma dúvida do que estava acontecendo de verdade em certa ocasião. No livro anterior a autora deixa uma passagem sobre Falyn e Taylor que já me deixou segura de que ele seria o primeiro da fila antes mesmo de saber se era verdade, e agora abre as portas para que Ellie e Tyler sejam os próximos (e últimos!). 
"Você não pode escolher. Ou é destino, ou não é."
 Posso até estar ficando repetitiva, mas as capas da Verus são lindas e eu olho para as originais me perguntando como eles não seguiram o padrão da Belo Desastre. A diagramação está ótima, a capa brasileira traz as penas e letras em alto relevo e adoro o fato de as imagens na capa da série nos fazerem pensar sobre a história tentando decifrá-las.
"- [...] Vi alguma coisa em seus olhos, alguma coisa familiar.
 - Perda. - falei simplesmente."
 Belo Sacrifício traz uma história mais intrigante que Bela Distração e mais ponderada que Bela Redenção, mas ainda não consigo dizer qual dos Maddox é meu predileto, ou qual das protagonistas é minha favorita. Jamie McGuire consegue surpreender mais uma vez, apresentando uma história com surpresas, personagens que se completam e que, principalmente, tornam a história incrivelmente envolvente e arrebatadora. Agora mal posso esperar por Beautiful Burna, próximo e último volume da série Irmãos Maddox, que tem Ellison Edison e Tyler como protagonistas.
"- Para de me afastar, Falyn. Eu não vou embora. Vou ficar aqui até pegar fogo."