[Resenha] Encrenca | Non Pratt


Título: Encrenca
Título Original: Trouble
Autora: Non Pratt
ISBN: 9788576864103
Ano de lançamento: 2016
Grupo Editorial: Record
Editora: Verus
Número de Páginas: 307
Gênero: Juvenil, Romance, Drama
Romance: Quando o colégio inteiro descobre que Hannah Sheppard está grávida, ela tem um verdadeiro colapso. E quem está ao seu lado é Aaron Tyler, um aluno novo e o único garoto que não parece ter segundas intenções em relação a ela. Desejando compensar seus erros do passado, Aaron toma uma difícil decisão: ele se oferece para fingir ser o pai do bebê. E, temendo revelar quem é o verdadeiro pai, Hannah aceita.
Encrenca é a história de dois jovens que estendem a mão um para o outro quando todas as demais pessoas parecem lhes dar as costas. Em um período marcado por perdas, arrependimentos e esperança, os dois vão descobrir que nada se compara a encontrar o seu primeiro melhor amigo de verdade.
Este livro inteligente, por vezes comovente, por vezes engraçado, mostra que crescer pode ser complicado, mas é assim que se descobre o que realmente importa na vida.
"Tem um ditado que diz: combata o fogo com o fogo. É um ditado bobo, pois todos sabem que se deve apagar o fogo com água. Mas a frase não sai da minha cabeça, pois é assim que eu funciono."
  Encrenca chegou para mim de surpresa e eu falei lá no Instagram do Magia Literária que a sinopse logo chamou minha atenção. Algo me dizia que o livro poderia ser muito melhor do que a premissa mostrava e que os personagens desenvolveram um belo romance em meio aos problemas sérios que poderiam fazer parte da vida dos leitores. E eu estava certa em partes.
"- Você não é tão mau, Aaron Tyler. - Tyrone dá um tapa tão forte nas minhas costas que quase cuspo a comida que estava engolindo.
Não é tão mau? Interessante."
 Hannah é uma adolescente que possui duas prioridades: ser popular e chamar atenção dos garotos certos. Ao lado de sua melhor amiga ela é uma das duas garotas mais desejadas do colégio e pouco se importa com os comentários das pessoas, desde que ela consiga o que quer. Com a chegada de um novo aluno no colégio, vários questionamentos surgem em sua vida sobre si mesma e o misterioso garoto, que parece ser o único que não possui segundas intenções com ela. O garoto é Aaron, um cara que tem os próprios problemas e incertezas, mas que será o único a estar ao lado de nossa protagonista quando todos se viram contra ela ao descobrirem que a menina está grávida.
"- [...] Cara, eu fiz mais coisas do que isso com ela. É a Hannah Sheppard. É para isso que ela serve."
 Não há dúvidas de que Non Pratt possui uma ótima escrita, ainda mais para seu público-alvo. Os capítulos, com narrativa em primeira pessoa sendo intercalada pelos dois protagonistas, são curtos e tornam a leitura rápida, contendo as informações necessárias para que possamos imaginar datas, locais e pessoas. Infelizmente, apesar desses pontos positivos, chegou um certo momento em que a leitura parecia não avançar para mim. O livro não possui grandes reviravoltas nem momentos realmente marcantes, mesmo que o mistério de quem é o pai do bebê nos acompanhe até o final. Não quero dizer que a história não possui conteúdo ou é parada, não é isso, mas parecia que aquele envolvimento do início e a curiosidade que foi surgindo acabaram desaparecendo no meio do caminho para mim.
"Ninguém aqui faz a menor ideia de quem eu sou. Talvez seja melhor assim."
 Entretanto não posso desmerecer o enredo. A leitura pode ter sido lenta para mim, porém a forma como a autora organizou a história foi ótima para o desenrolar da mesma, sem falar dos assuntos abordados. Nisso, com certeza, Non Pratt foi melhor do que eu esperava. Não temos um romance que irá se desenrolar depois que os dois estão se apoiando, temos uma história mais profunda do que eu esperava. Um dos principais assuntos que a autora apresenta através dos personagens é aquele conhecido desejo de encontrar o seu lugar, de encontrar seu verdadeiro eu. Ambos os personagens são muito mais do que aparentam ser por fora, porém nenhum deles se deu conta disso por completo.
"Ele sabe o que eu quero. Sabe que não sou diferente de ninguém."
  Hannah e Aaron são personagens que nos mostrarão o que há de mais profundo neles. Por mais que a leitura tenha sido mais lenta do que eu esperava, não há dúvidas de que a autora apresenta personagens que ensinam, sim, mais do que o esperado e dão uma boa lição de moral. A maneira como Hannah lida com sua situação entra em contraste com a maneira como ela lidava com as pessoas que a rodeavam, assim como a forma como Aaron a apoia se diverge com o modo que ele seria tratado caso contasse um segredo que possui. Adoro quanto assuntos sérios são tratados em livros juvenis porque são esses os livros que abrirão portas para novos leitores, então é importante que eles apresentem assuntos sérios que podem abrir os olhos desses leitores para assuntos presentes em suas próprias vidas.

 Encrenca acabou não sendo tão bom quanto imaginava, porém não deixou de ser uma boa leitura. Hannah e Aaron são personagens opostos que, cada um com sua questão, apresentarão lados diferentes da vida e lembrarão que sempre enfrentaremos encrencas em nossas vidas, basta sabermos se são boas ou ruins. Juntos eles mostrarão que confiança e verdade são duas das mais importantes coisas do mundo, e Non Pratt apresentará um enredo que lembra que fazer o bem para o próximo pode trazer coisas ainda mais positivas para sua vida.