[Resenha] O Primeiro Último Beijo | Ali Harris


Título: O Primeiro Último Beijo
Título Original: The First Last Kiss
Autora: Ali Harris
ISBN: 9788576864479
Grupo Editorial: Record
Editora: Verus
Número de Páginas: 448
Gênero: Romance, Drama
Sinopse: “O primeiro último beijo” conta a história de amor de Ryan e Molly, de como eles se encontraram e se perderam diversas vezes ao longo do caminho. Na primeira vez em que eles se beijaram, Molly soube que ficariam juntos para sempre. Seis anos e muitos beijos depois, ela está casada com o homem que ama. Mas hoje Molly percebe quantos beijos desperdiçou, porque o futuro lhes reserva algo que nenhum dos dois poderiam prever…
Esta história comovente, bem-humorada e profundamente tocante mostra que o amor pode serenlouquecedor e frustrante, mas também sublime. Na mesma tradição de P.S. Eu Te amo e Um Dia, O Primeiro Último Beijo vai fazer você suspirar e derramar lágrimas com a mesma intensidade.
"Somos todos mais fortes do que acreditamos ser. Podemos aguentar mais do que pensamos. Podemos sobreviver ao pior e, de alguma forma, ainda encontrar um jeito de sorrir"
 Adoro romances, mas faz tempo que não lia um que me fizesse chorar. Devido a todos os comentários sobre O Primeiro Último Beijos e a ótima escrita de Ali Harris, decidi começar a leitura e me aventurar nesse romance que prometia ser arrebatador. Me deparei com um livro sensível, lindo e emocionante.
"- Seja áspera ou suave, a viagem será de alegria..."
 Diferentes, porém se completavam. Se conheceram adolescentes, se beijaram num bar chamado The Grand - ela com 15 anos e ele com 18 -, moraram juntos muito novos, ficaram noivos em Nova York, no Central Park. Se casaram em Ibiza, em 22 e abril de 2006. Assim eram Ryan e Molly.  Antes de conhecer seu grande amor, Molly não acreditava em coisas sobre esse sentimento, ela queria continuar uma carreira, e não ficar presa em casa sendo só esposa. Ryan, por sua vez, lhe mostrou o amor e a fez mudar. Sete anos depois, Molly mudou ainda mais. Ela e Ryan sofreram desafios, enfrentaram problemas, e Molly cometeu um erro. Como consertá-lo? Como encarar Ryan depois disso?
"Você pode escolher transformar arrependimentos em lições que mudam seu futuro. Acredite, estou realmente tentando fazer isso. Mas a verdade é que estou falhando."
 Algo que facilita a leitura é o fato de acompanharmos a narrativa em primeira pessoa e a própria escrita de Molly em seu blog. É nele que a personagem consegue se expressar, mostrar seus pensamentos e, principalmente, falar sobre os beijos de toda sua vida. Beijos de amigos, beijos de amor, beijos fraternos... nenhum beijo era apenas um beijo. Nenhum beijo era igual. Molly possui muita sensibilidade ao falar sobre o assunto e esses momentos que ela escrevia eram como um tipo de uma válvula de escape, já que o momento era de culpa também. 
"Um beijo desperdiçado é um momento de amor perdido para sempre"
 A narrativa de Ali Harris é muito boa, mas admito que as mudanças nas datas dificultavam as vezes. Estávamos no presente, de repente no passado, de volta ao presente e então em um passado mais distante. Isso é sempre sinalizado, a autora não deixa a desejar na organização, mas eu gostaria mais de acompanhar uma ordem cronológica, ou até o presente com a presenta de apenas alguns flashbacks. Não que isso faça com que a trama deixe a desejar, é só algo pessoal.
"A vida não tem a ver com o destino, tem a ver com curtir a viagem."
 Molly e Ryan eram casal que estava junto e de repente não estava mais. O amor é feito de desafios, e eles enfrentaram muitos com a promessa de nunca mais ir embora. A autora nos mostra como eram apaixonados, ao mesmo tempo em que nos faz dar conta de como suas diferenças os separavam. Foram se envolvendo cada vez mais, nos emocionaram cada vez mais, e nos deixam profundamente tristes com o desenrolar de seu relacionamento. O enredo é tão lindo e profundo que nos deixa sem palavras, causa melancolia, e passamos a desejar que seja real, que seja para sempre. 

 Estou escrevendo a resenha e me perguntando o que posso falar para fazer com que vocês sintam 1% do que senti, ou saibam pelo o quão doloroso e maravilhoso é o romance presente neste livro, mas tenho certeza que não irei conseguir. Não posso falar muito sobre a trama não porque ela contenha um grande suspense, altos e baixos ou uma grande reviravolta, mas porque ela me deixou tão sem palavras que o melhor que tenho a dizer é que leiam e se deem a oportunidade e conhecer o amor de Molly e Ryan.
"Melhor ter amado e perdido do que nunca ter amado"
 Terminei a leitura com o coração partido. Podemos até conhecer outros personagens, mas esta é simplesmente a história de Molly e Ryan. Não havia nada nem ninguém entre eles, entretanto, a insegurança de um jovem coração deixou sua dona sem saber o que seria um amor maduro que a faria crescer. O Primeiro Último Beijo apresenta um amor tão sensível que nos comove cada vez mais a cada linha lida e nos mostra como o amor pode ser inesperado. Ali Harris sabe como falar desse sentimento mágico e, ainda mais, cumpre com a importante tarefa de mexer com os sentimentos dos leitores.

:: Por: Thatiana M.

Comentários

  1. Olá Thatiana,

    Nossa adorei a história desse livro. Quero muito ler, já li algumas resenhas dele e todas foram muito positivas!

    Parabéns pela resenha 😉

    www.booksimpressions.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas