[Resenha] Em Um Bosque Muito Escuro | Ruth Ware

 
Título: Em Um Bosque Muito Escuro
Título original: In a Dark, Dark Wood
Autora: Ruth Ware
ISBN-13: 9788532530387
ISBN-10: 8532530389
Editora: Rocco
Ano de lançamento: 2016
Número de páginas: 288
Gênero: Suspense, Mistério, Thriller
Encontre: Amazon | Skoob
Sinopse:  A britânica Ruth Ware alcançou as listas dos mais vendidos do The New York Times, USA Today e Los Angeles Times com este surpreendente romance de estreia que chega ao Brasil pela coleção de suspense Luz Negra. Em um bosque muito escuro é narrado por uma escritora reclusa que aceita o convite para a despedida de solteira de uma amiga de escola com a qual não tinha contato há anos. Quarenta e oito horas depois de chegar ao local da festa, uma casa de campo isolada, ela desperta numa cama de hospital, com a devastadora certeza de que alguém está morto. E mais do que tentar lembrar o que aconteceu no fatídico fim de semana, precisa descobrir o que fez. Com uma atmosfera inquietante, em que segredos do passado são revelados aos poucos e as relações se constroem pelo entrelaçamento de admiração, carinho, inveja e ressentimentos, Ruth Ware entrega um thriller arrebatador, que não à toa a colocou entre os principais nomes do novo suspense feminino, como Paula Hawkins e Gillian Flynn. Em um bosque muito escuro será adaptado para o cinema por Reese Whiterspoon.
"Você não sabe. Então trate de não meter o nariz no meu passado." p. 18
  Leonora possui um passado que a fez mudar de cidade e deixar toda sua vida para trás. Ela cometeu erros que gostaria de apagar e que não compartilhou com ninguém – a fim de deixá-los onde deveriam permanecer: naquela antiga vida em que era chamada de Lee. Agora, como Nora, possui uma vida solitária que pode até ser boa, mas não ideal. Quando um convite inesperado para a despedida de solteira de sua ex-melhor amiga chega, a mulher de 26 anos se questiona o motivo real por trás daquele convite, uma vez que nem foi convidada para o casamento. Uma parte dela diz para que permaneça na sua vida atual, uma outra parte quer reencontrar o passado e descobri o porquê de ele vir à tona tão de repente.
"– Você pode corre... mas não pode escapar!" p. 51
  Nesse thriller onde o suspense é mantido do início ao fim, conhecemos uma personagem que irá nos apresentar seu presente – em um hospital – e o recente passado – durante o final de semana da despedida de solteira para qual foi convidada. Aos nos darmos conta da atual situação da protagonista, logo sabemos que algo ruim aconteceu e que, por conta de uma amnésia temporária, ela precisa reviver alguns momentos para conhecer ao desfecho de tudo. Os capítulos intercalados foram uma ótima jogada de Ruth Ware, uma vez que a tensão é sempre mantida e ao decorrer dos acontecimentos e revelações, é impossível não mudar de opinião, é inevitável procurar culpados mesmo sem saber qual o real crime ocorrido.
"– [...] eu sei algumas coisas sobre vocês, sobre vocês todos." p. 147
 É possível perceber várias dicas ao longo da leitura, ao mesmo tempo em que a autora acrescenta algumas distrações para que os leitores reflitam mais e se sintam tão aflitos quanto a protagonistas. A sensação é praticamente a mesma: fazemos parte da história, sabemos dos acontecimentos, conhecemos suas consequências, porém as causas são um incrível mistério.  Houveram momentos em que encontrei brechas e em que as distrações talvez fossem desnecessárias, entretanto reconheço os motivos da autora e admito que a sensação ter ter sido um pouco enganada ou estar relaxada e ser surpreendida foram boas para um maior envolvimento com a trama.
"Tento lembrar. Mas não tenho certeza se  consigo encarar a verdade." p. 168
 Em Um Bosque Muito Escuro foi uma leitura ótima e um suspense maravilhoso de acompanhar. A autora soube conduzir muito bem o enredo, apresentou personagens distintos que, cada um a sua maneira, acrescenta algo para o desenrolar da história e acompanhamos os altos e baixos da protagonista até que ela consiga respostas que nem sabia estar procurando. A narrativa em primeira pessoa de Ruth Ware nos permite imaginar casa detalhe da ambientação e dos personagens, o que faz com que a adaptação – produzida por Reese Whiterspoon – que chegará em breve aos cinemas tenha uma ótima história para apresentar.

Confira a resenha completa:

Comentários

  1. Mari, devo confessar que amei sua resenha, esse thriller envolvendo tanto suspense e mistério atiçou minha curiosidade. Me lembrou tanto "Pretty little liars" em alguns momentos. Agora quero saber o que aconteceu com a Nora.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Postagens mais visitadas