[Resenha] Pequenas Grandes Mentiras | Liane Moriarty


Título: Pequenas Grandes Mentiras
Título original: Big Little Lies
Autora: Liane Moriarty
ISBN-13: 9788580576795
ISBN-10: 8580576792
Editora: Intrínseca
Ano de lançamento: 2015
Número de páginas: 400
Gênero: Suspense
Encontre: Amazon | Skoob
Sinopse: Com muita bebida e pouca comida, o encontro de pais dos alunos da Escola Pirriwee tem tudo para dar errado. Fantasiados de Audrey Hepburn e Elvis, os adultos começam a discutir já no portão de entrada, e, da varanda onde um pequeno grupo se juntou, alguém cai e morre. Quem morreu? Foi acidente? Se foi homicídio, quem matou? Pequenas grandes mentiras conta a história de três mulheres, cada uma delas diante de uma encruzilhada. Madeline é forte e decidida. No segundo casamento, está muito chateada porque a filha do primeiro relacionamento quer morar com o pai e a jovem madrasta. Não bastasse isso, Skye, a filha do ex-marido com a nova mulher, está matriculada no mesmo jardim de infância da caçula de Madeline. Celeste, mãe dos gêmeos Max e Josh, é uma mulher invejável. É magra, rica e bonita, e seu casamento com Perry parece perfeito demais para ser verdade. Celeste e Madeleine ficam amigas de Jane, a jovem mãe solteira que se mudou para a cidade com o filho, Ziggy, fruto de uma noite malsucedida. Quando Ziggy é acusado de bullying, as opiniões dos pais se dividem. As tensões nos pequenos grupos de mães vão aumentando até o fatídico dia em que alguém cai da varanda da escola e morre. Pais e professores têm impressões frequentemente contraditórias e a verdade fica difícil de ser alcançada. Ao colocar em cena ex-maridos e segundas esposas, mãe e filhas, violência e escândalos familiares, Liane Moriarty escreveu um livro viciante, inteligente e bem-humorado, com observações perspicazes sobre a natureza humana.
"Vou ser bem claro: isso não é um circo. É uma investigação de assassinato."

 Madeline é uma mulher que está em seu segundo casamento e possui duas filhas. A mais velha está começando a lhe dar dor de cabeça, uma vez que começa a agir diferente dela e muito mais parecida com a atual esposa de seu pai. A mais nova está prestes a iniciar o jardim de infância e seu maior medo é que ela se aproxime da segunda filha de seu ex e siga o mesmo caminho da primeira filha. Ela é uma personagem cheia de personalidade que tem muito a mostrar.
"Dizem que não é bom guardar ressentimentos, mas sei lá, eu bem que gosto do meu ressentimento. Cuido dele como se fosse um bichinho de estimação."
 Jane é uma jovem mãe solteira. Engravidou depois de um caso de uma noite só, não tem contato com o pai de seu filho e tenta lidar sozinha com o peso e as consequências de seus atos. Ela acaba de se mudar para a cidade, por isso não conhece ninguém, mas logo uma pequena ajuda que oferece à Madeline lhe permitirá ficar mais próxima das outras mães. Mesmo que por pouco tempo.
"'As mentiras ficam cada vez mais complicadas, mãe', dissera Jane. Sua mãe não tinha experiência com mentiras."
 Celeste é mãe de gêmeos e parece possuir o casamento perfeito. Parece. Ela é muito contida, parece sempre esconder algo, sempre se sentir presa. Ela conhece um lado de sua família que ninguém mais imagina, por isso tenta manter as aparências por mais doloroso que seja.
"Tudo sob controle, era a mensagem que tentavam transmitir."
 A narrativa em terceira pessoa da autora é muito envolvente. A cada capítulo somos apresentados a uma nova parte da história dessas protagonistas, de modo que logo nos vemos cada vez mais intrigados com um fato que sabemos que aconteceu logo nas primeiras páginas: um assassinato. É por isso que vamos percorrendo o mesmo caminho que elas, até chegarmos à noite do ocorrido para descobrir quem morreu, quem foi o culpado, quem estava envolvido. Até lá, muita coisa vai acontecer.
"Dizer a verdade é a coisa mais importante que uma testemunha tem que fazer."
 Pequenas Grandes Mentiras segredos obscuros, jogos perigosos, impressões diversas e mentiras que trazem o toque de tensão e humor certos. Graças a Liane Moriarty conheceremos, principalmente, três mães com personalidades, filhos e vidas diferentes. Três mulheres que precisam lidar com as diversas consequências de suas decisões diariamente. Três pessoas que estarão ligadas pelos erros e acertos de si mesmas e de pessoas conhecidas. Três protagonistas que mostrarão a dificuldade de lidar com dramas reais. 

 Confira resenha completa, também sobre os dois primeiros episódios da série baseada no livro: