Adaptações | A importância de "Big Little Lies" (Pequenas Grandes Mentiras"

Nicole Kidman, Reese Witherspoon e Shailene Woodley são as protagonistas de "Big Little Lies".
 Um dos maiores poderes da literatura é apresentar diversos lados de uma mesma realidade. É por isso que, quando encontro um livro de ficção que aborda temais reais de maneira profunda e sincera, eu quero logo indicar para vocês. 

 Trazendo segredos obscuros e jogos perigosos, "Pequenas Grandes Mentiras", da Liane Moriarty, é um desses livros. A história que gira em torno de três mães muito distantes é apresentada através de uma envolvente narrativa em primeira pessoa que nos leva, ao longo da leitura, a tentar descobrir as verdades das vidas dessas mulheres e, principalmente, o desenrolar de um crime. 

 Não é a toa que  "Pequenas Grandes Mentiras" ganhou uma adaptação. Criada por David E. Kelley, dirigida por Jean-Marc Vallée e produzida também pela autora Liane Moriarty, a série, que estreou no canal HBO em 2017, venceu o Emmy de Melhor Série Limitada, o Globo de Ouro de Melhor Minissérie, o Critics' Choice de Melhor Série Limitada e o TCA Awards de Melhor Minissérie



 Um dos pontos mais positivos de "Big Little Lies" é que a série vai além do livro e traz toda a essência do mesmo. As personagens, a todo momento, conversam com o telespectador através do olhar, dos movimentos, dos pequenos detalhes, e nos treinam para descobrir seus sentimentos mais profundos nas entrelinhas. Essa é uma história repleta de emoções, de verdade e de comoção, então a escolha do elenco é um grande diferencial para que as mensagens atinjam o telespectador da forma mais profunda possível.

 As interpretações de Nicole Kidman, Reese Whiterspoon e Shailene Woodley são, claro, os destaques. Suas personagens serão unidas através dos filhos, que estão entrando na mesma turma do jardim de infância. Woodley interpreta Jane, uma jovem mãe solteira que tenta lidar sozinha com o peso de suas escolhas; Whiterspoon dá vida a Madeline, uma mulher que está no segundo casamento e está receosa de que sua filha mais nova se aproxime da filha de seu ex marido; e Kidman desempenha brilhantemente bem o papel de Celeste, uma mulher contida que é mãe de gêmeos e parece ter o casamento perfeito. Mas não posso deixar de mencionar outras duas mulheres que são muito importantes para o desenrolar da trama: Zoë Kravitz, que interpreta Bonnie; e  Laura Dern, que apresenta Renata. 

 As personagens de Liane Moriarty estão ligadas não apenas pelos filhos. Mas pelos seus erros, seus acertos e suas dificuldades. Todas são mulheres reais. Mulheres que fazem parte do nosso dia a dia, que enfrentam realidades distintas, que carregam responsabilidades enormes. E, por serem mães, o egoísmo não faz parte de suas decisões e, muitas vezes, pensar muito no próximo pode ser o primeiro passo para o fundo do poço.

 Tudo em "Big Little Lies" vai se tornando grandioso com o desenrolar das páginas e com o desenvolvimento dos episódios. A série não desmerece o livro em nenhum momento, a leitura  prende sua atenção do início ao fim e, com uma trilha sonora envolvente, uma fotografia muito cativante e atuações de arrepiar, essa é uma história muito difícil de esquecer.

 Antes mesmo de conferir a série por completo falei sobre o início dela no canal. Confira:   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Adbox

@magialiteraria_