Resenha | Me Poupe!, de Nathalia Arcuri

Ela começou a poupar aos 8 anos, de olho no carro que teria aos 18. Com 24, comprou seu primeiro apartamento à vista e ainda bancou todas as obras de acabamento. Aos 30, pediu demissão do emprego dos sonhos e montou o próprio negócio, um canal no YouTube. Tinha 32 quando conquistou o primeiro milhão de reais – e também o primeiro milhão de inscritos. Aos 35, pretende ter pelo menos 5 milhões (bem) investidos, garantia de independência financeira, ou seja: só trabalhará se quiser, no que quiser e quanto quiser. A história da jornalista e youtuber Nathalia Arcuri é ao mesmo tempo inspiradora, divertida e instrutiva. Dona de uma inteligência financeira extraordinária, lapidada com cursos de especialização e coachings, Nathalia começou a compartilhar suas táticas para poupar e investir primeiro no blog poupecomSara, em 2014. No ano seguinte, valendo-se de sua familiaridade com as câmeras – foi repórter e apresentadora no SBT e na Rede Record –, lançou o Me Poupe! no YouTube, inaugurando o conceito de entretenimento financeiro. Neste livro, pela primeira vez, Nathalia explora as causas da dinheiro fobia, um mal identificado por ela que corrói o relacionamento das pessoas com o dinheiro. Além disso, apresenta, de maneira simples e organizada, os dez passos que a levaram ao sucesso financeiro:
Economia | Finanças | Não-ficção | 176 páginas | Editora Sextante | 2018 | Amazon | Saraiva | Skoob 
Não sei você, mas eu não acredito em coincidências, e sim em sincronicidade.
 Nunca acreditei em coincidências e, ao ler a frase acima, escrita por Nathalia Arcuri em "Me Poupe!", só pude sorrir de orelha a orelha. E, antes de começar a resenha de hoje, peço licença para contar-lhes o porquê disso.

 Há pouco tempo comecei um novo estágio e, logo na primeira semana, estava conversando com uma pessoa sobre investimentos e planos para o futuro. Não demorou muito para que, alguns dias depois, a mesma pessoa me perguntasse: "Você assiste o Me Poupe?". Eu respondi que não, mas já fui logo abrindo uma aba do YouTube no meu computador para saber mais sobre. Quando me dei conta, havia passado quase uma hora assistindo os vídeos da Nathalia, fazendo anotações e pensando "Caramba, agora vai!". Mais alguns dias se passaram, até que recebi um e-mail da Editora Sextante falando sobre a publicação do "Me Poupe!". Graças ao Me Poupe! e sua criadora, encontrei (no momento certo!) respostas para perguntas que eu nem sabia que tinha, explicações que iriam me auxiliar em escolhas no presente e ainda passei a ter uma incrível sensação de "vai dar certo!".  Então, fala sério, vai dizer que foi coincidência?
É do meu dinheiro que estou cuidando, e é do seu que você vai aprender a cuidar nos próximos capítulos.
 Uma das coisas que mais gostei no canal de Nathalia Arcuri é a linguagem. Por isso, estava com grandes expectativas para descobrir como seria sua narrativa no livro e, devo dizer, parecia que eu a estava escutando a cada nova frase. Sua espontaneidade, carisma e  objetividade são passadas para as páginas de seu livro de modo que fica fácil se envolver com a leitura e aproveitar cada instante de novos conhecimentos e conversa. Conversa, sim, porque Nathalia traz momentos de interação e nos faz questionar a nós mesmos. Logo no início do livro, a jornalista brinca dizendo que será nossa doutora no tratamento contra a dinheirofobia e é mais ou menos assim. Como uma especialista, parece que Nathalia entra em nossa mente e abre nossos olhos para o que está em nossa frente e não conseguimos enxergar antes.
Quando a gente tem um objetivo, poupar se torna muito mais fácil, racional e, sobretudo, estimulante.
  A todo momento, Nathalia Arcuri traz inspiração e motivação para que seus leitores tenham consciência de suas escolhas futuras e coragem para se dedicar às suas metas. Ela lembra que é preciso de muita determinação para se preparar para projetos futuros e não abandoná-los por conta de projetos passageiros que serão nada mais do que momentâneos. E é assim que nos damos conta de que os maiores inimigos de nossas conquistas somos nós mesmos e que gastar dinheiro aleatoriamente não nos leva a lugar nenhum.
Acontece que perseguir um objetivo importante e genuíno, ancorado em um propósito que tem a ver com os nossos valores, exige escolhas e renúncias.
 É horrível a sensação que você tem ao se dar conta de que passou anos e anos de sua vida gastando  sem objetivo nenhum. Falo isso por experiência própria! Antes de conseguir me organizar (me programar para fazer faculdade, me dedicar mais ao canal no YouTube, organizar meu tempo para aprender mais idiomas...), eu precisei de um choque de realidade que me fizesse enxergar os erros que estava cometendo. A vida de ninguém vai mudar de um dia para o outro, então, como Me Poupe! nos ensina, é preciso se adaptar, se reinventar e se habilitar para alcançar resultados positivos.
Se você poupa sem finalidade específica, não está poupando, está guardando. Isso é o mesmo que dizer que quem guarda se sente livre para usar o dinheiro a qualquer momento.
 E se as metas de Nathalia Arcuri a tornaram mais curiosa ao longo dos anos, "Me Poupe!" veio para tornar o público  mais consciente. O livro fala sobre a importância da autodisciplina, nos ensina a ter clareza dos objetivos e ainda traz projeções e esquemas de planejamento que irão ajudar (e muito!) o leitor que quer conhecer melhor seus valores e alcançar sua independência financeira. Já estou colocando os ensinamentos de Nathalia em prática e espero, um dia, poder conhecê-la pessoalmente para dizer "muito obrigada".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Queremos saber sua opinião ;)

Adbox

@magialiteraria_